SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1Avaliação das ações da Fonoaudiologia no NASF da cidade do RecifeInfluência da escuta contextualizada na percepção da intensidade do desvio vocal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Audiology - Communication Research

versão On-line ISSN 2317-6431

Resumo

SILVA, Eliane Caires da  e  PENTEADO, Regina Zanella. Caracterização das inovações do telejornalismo e a expressividade dos apresentadores. Audiol., Commun. Res. [online]. 2014, vol.19, n.1, pp.61-68. ISSN 2317-6431.  http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312014000100011.

Objetivo

: Caracterizar as inovações nos telejornais brasileiros e analisar os impactos na expressividade dos apresentadores, com ênfase nos recursos não verbais.

Métodos

: O corpus da pesquisa foi constituído por cinco telejornais nacionais brasileiros: Primeiro Jornal (Rede Bandeirantes), Bom Dia Brasil (Rede Globo), Jornal da EPTV (Rede Globo), GloboNews, Edição das 18h (Globo News), Leitura Dinâmica (Rede TV). Os telejornais foram gravados durante cinco semanas, entre os meses de outubro e novembro de 2011. Foi realizada decupagem e edição do material e as cenas selecionadas foram congeladas e transformadas em imagens (formato .jpg ). A análise foi feita pela pesquisadora e por uma fonoaudióloga com experiência e especialização em voz e buscou identificar aspectos das condições de trabalho (cenários, mobiliário, materiais, recursos e/ou equipamentos) e da expressividade dos apresentadores (postura, deslocamentos e comportamento não verbal: expressões corporais, faciais e gestos).

Resultados

: Foram observados, no contexto das condições de trabalho: cenários com ambientes integrados; ausência da bancada e mobiliário diversificado; novos recursos, tecnologias e equipamentos, como monitores, telas e telões interativos, cenários virtuais, controle remoto de teleprompter pelo apresentador , notebooks, tablets e serviço de acesso à internet. Observou-se uma nova dinâmica de apresentação do telejornal, envolvendo processos interativos diretos, mediados e/ou virtuais. Tais situações, não previstas no modelo tradicional de telejornal, nem na literatura fonoaudiológica em jornalismo, levam o apresentador a realizar diferentes formas de acomodação, posturas, posições, movimentos e deslocamentos, simultaneamente ao emprego dos recursos verbais, vocais e não verbais. Nessa nova dinâmica, o corpo inteiro do jornalista/apresentador mantém-se sob demanda expressiva.

Conclusão

: Os elementos inovadores no âmbito do telejornalismo interferem na expressividade e precisam ser considerados pela Fonoaudiologia.

Palavras-chave : Fonoaudiologia; Jornalismo; Saúde do Trabalhador; Mídia Audiovisual; Televisão.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )