SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número1Ordenação temporal simples e localização sonora: associação com fatores ambientais e desenvolvimento de linguagemAs repercussões sociais em indivíduos com distúrbios da comunicação associados às fissuras labiopalatinas com e sem perda auditiva índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Audiology - Communication Research

versão On-line ISSN 2317-6431

Resumo

ANGRISANI, Rosanna Giaffredo; DINIZ, Edna Maria Albuquerque; AZEVEDO, Marisa Frasson de  e  MATAS, Carla Gentile. A influência da proporcionalidade corporal em crianças nascidas pequenas para a idade gestacional: estudo da maturação da via auditiva. Audiol., Commun. Res. [online]. 2015, vol.20, n.1, pp.32-39. ISSN 2317-6431.  http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312015000100001524.

Objetivo

Acompanhar a maturação da via auditiva de lactentes nascidos pequenos para a idade gestacional (PIG), de acordo com a proporcionalidade corporal, nos primeiros seis meses de vida.

Métodos

Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico (PEATE) realizado no período neonatal e aos seis meses de vida, em 59 lactentes, sendo 35 nascidos pequenos para a idade gestacional e assimétricos (PIG-A) e 24 simétricos (PIG-S), comparados a 59 lactentes nascidos com peso adequado (AIG), considerando a idade gestacional.

Resultados

Os lactentes PIG-A e PIG-S a termo e pré-termo evidenciaram processo maturacional auditivo (diminuição progressiva das latências do PEATE) significativo, do período neonatal aos seis meses de vida, o mesmo ocorrendo em relação aos AIG. Os grupos AIG a termo e pré-termo, bem como os grupos PIG-S e PIG-A não se diferenciaram do ponto de vista auditivo durante os seis meses, quando comparados entre si.

Conclusão

Os lactentes PIG com padrão simétrico e assimétrico evidenciaram maturação auditiva, sugerindo que o tempo de permanência no agravo intrauterino não representou risco auditivo maior.

Palavras-chave : Potenciais evocados auditivos do tronco encefálico; Audição; Transtornos da audição; Recém-nascido; Desenvolvimento Infantil.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )