SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número1Avaliação da nasalidade de fala na fissura labiopalatinaAlterações estomatognáticas e de fala são comuns entre crianças com incontinência pigmentar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Audiology - Communication Research

versão On-line ISSN 2317-6431

Resumo

JACOB, Mahyara Francini; MODOLO, Daniela Jovel  e  GENARO, Katia Flores. Diadococinesia oral em crianças com fissura labiopalatina operadas e presença de ceceio na produção da fala. Audiol., Commun. Res. [online]. 2015, vol.20, n.1, pp.56-61. ISSN 2317-6431.  http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312015000100001446.

Objetivo

Correlacionar o desempenho motor oral nas tarefas de diadococinesia, de acordo com o tipo de fissura e com a presença de ceceio na fala, em crianças com fissura labiopalatina, operadas.

Métodos

Foram estudadas 30 crianças com fissura completa unilateral de lábio e palato e 30 com fissura isolada de palato, operadas, com idade entre 9 e 12 anos. Dois fonoaudiólogos analisaram a repetição de frases com os fones [s] e [z] para identificar a presença de ceceio e a análise da diadococinesia ocorreu a partir do registro da repetição das sílabas “ta” e “ca” e da sequência “pataca”. Na análise, o teste Kappa verificou a concordância entre os avaliadores, o teste Qui-quadrado a frequência de ceceio entre os grupos e o teste t os valores da diadococinesia, segundo o tipo de fissura e a presença de ceceio.

Resultados

O número de emissões por segundo e os tempos médios entre as emissões não demonstraram diferença significativa entre os grupos. Houve boa concordância entre os avaliadores quanto à presença de ceceio, com maior frequência nos casos com fissura completa unilateral de lábio e palato. A comparação entre os valores da diadococinesia e a presença de ceceio não evidenciou diferença significativa.

Conclusão

O desempenho nas tarefas da diadococinesia não sofreu alteração segundo o tipo de fissura labiopalatina. A presença de ceceio na fala foi maior no grupo com fissura completa unilateral de lábio e palato, sem modificação, porém, no desempenho das tarefas da diadococinesia.

Palavras-chave : Fenda labial; Fissura palatina; Distúrbios da fala; Criança; Avaliação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )