SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23Influência da retroalimentação auditiva nos parâmetros acústicos vocais de indivíduos sem queixas vocaisCaracterização dos sistemas de referência e contrarreferência em um serviço de fonoaudiologia de alta complexidade na cidade de São Paulo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Audiology - Communication Research

versão On-line ISSN 2317-6431

Resumo

CELESTE, Leticia Corrêa et al. Treinamento da performance comunicativa em universitários da área da saúde. Audiol., Commun. Res. [online]. 2018, vol.23, e1879.  Epub 23-Abr-2018. ISSN 2317-6431.  http://dx.doi.org/10.1590/2317-6431-2017-1879.

Introdução:

A expressão do conhecimento é um desafio na vida dos alunos no ensino superior.

Objetivo:

Avaliar a eficácia da intervenção fonoaudiológica por meio do programa Treinamento da Performance Comunicativa (TAPCo) para universitários.

Métodos:

Participaram desta pesquisa 26 universitários de ambos os gêneros e de quatro diferentes cursos da área da saúde. A pesquisa foi realizada em seis etapas, a saber: registro audiovisual de uma apresentação oral dos discentes antes do treinamento; treinamento das habilidades comunicativas por meio do programa TAPCo; registro audiovisual após o treinamento; tabulação dos dados obtidos pelos pesquisadores; avaliação randomizada e cega dos 26 discentes, por três fonoaudiólogas não participantes da pesquisa, de forma qualitativa; autoavaliação dos participantes. O TAPCo foi composto por oito sessões de treinamento, que envolveram os seguintes aspectos: vestuário, expressão corporal e facial, fala e voz.

Resultados:

Houve melhora, com diferença estatisticamente significativa, em todos os aspectos treinados, de acordo com a autoavaliação. Quanto à avaliação qualitativa das juízas, observou-se que a classificação predominante foi boa, em todos os aspectos avaliados. No aspecto vestuário, houve maior presença do indicador indiferente. O aspecto fala e voz apresentou a maior predominância da qualificação excelente.

Conclusão:

Tanto as avaliações das juízas, quanto as autoavaliações, mostraram a eficiência do TAPCo para o treinamento de estudantes universitários. Embora a autoavaliação tenha apresentado algumas divergências em relação à avaliação das juízas, esse procedimento se mostrou uma excelente ferramenta de acompanhamento da evolução do TAPCo.

Palavras-chave : Comunicação; Capacitação; Fala; Voz.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )