SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23Efeito da idade no processamento auditivo temporal: benefício da modulação do mascaramento e efeito do pós-mascaramentoRelação entre medidas perceptivo-auditivas e de autoavaliação em pacientes com esclerose múltipla índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Audiology - Communication Research

versão On-line ISSN 2317-6431

Resumo

CARVALHO, Nádia Giulian de; NOVELLI, Carolina Verônica Lino  e  COLELLA-SANTOS, Maria Francisca. Desempenho de escolares na avaliação audiológica básica e na tarefa de integração binaural. Audiol., Commun. Res. [online]. 2018, vol.23, e2016.  Epub 29-Nov-2018. ISSN 2317-6431.  http://dx.doi.org/10.1590/2317-6431-2018-2016.

Objetivo

Analisar o desempenho auditivo de escolares na avaliação audiológica básica e, posteriormente, nos casos de integridade das vias auditivas periféricas, avaliar e comparar o desempenho de crianças com bom desempenho escolar (GC) e desempenho escolar insatisfatório (GE), na habilidade auditiva de integração binaural.

Métodos

Estudo do tipo transversal e descritivo. Foram realizadas anamnese, avaliação audiológica básica e teste dicótico de dígitos (TDD). A amostra foi composta, inicialmente, por 63 crianças no GE e 61 no GC. Os critérios de inclusão para avaliação audiológica básica para ambos os grupos, foram: escolares na faixa etária de 8 a 10 anos, falantes nativos do Português Brasileiro, com compreensão adequada às instruções fornecidas.

Resultados

Os grupos foram homogêneos quanto à faixa etária e heterogêneos em relação ao gênero, com mais meninos no GE e meninas no GC. As informações da anamnese revelaram que as crianças do GE apresentaram pior comportamento auditivo de escuta em ambiente ruidoso, atenção e agitação, na percepção dos responsáveis. Na avaliação auditiva periférica, houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos, sendo que o GE apresentou perda auditiva e/ou alteração de orelha média em um número maior de crianças. No TDD, foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre os grupos, demonstrando que escolares com rendimento escolar insatisfatório tiveram pior desempenho na tarefa de integração binaural.

Conclusão

Crianças com rendimento escolar insatisfatório apresentaram pior desempenho auditivo periférico e na habilidade de figura-fundo para sons verbais. Desta forma, programas de saúde auditiva devem incluir procedimentos da avaliação audiológica básica e do processamento auditivo central.

Palavras-chave : Audição; Testes Auditivos; Escolares; Percepção Auditiva; Crianças.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )