SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue2Coronary tortuosity and its role in myocardial ischemia in patients with no coronary obstructions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


International Journal of Cardiovascular Sciences

Print version ISSN 2359-4802On-line version ISSN 2359-5647

Abstract

LIMA, Luiz Rodrigo Augustemak de; BACK, Isabela de Carlos; BECK, Carmem Cristina  and  CARAMELLI, Bruno. Exercício Melhora o Risco Cardiovascular, Aptidão Física e Qualidade de Vida em Crianças e Adolescentes Hiv+: Estudo Piloto. Int. J. Cardiovasc. Sci. [online]. 2017, vol.30, n.2, pp.171-176. ISSN 2359-4802.  http://dx.doi.org/10.5935/2359-4802.20170032.

Crianças e adolescentes infectados pelo HIV através da transmissão mãe-filho têm alto risco de desenvolver doenças cardiovasculares precoces devido à dislipidemia, resistência à insulina e inflamação crônica de baixo grau. O objetivo do estudo piloto foi analisar o efeito de um programa de exercícios físicos lúdicos sobre os desfechos cardiovasculares, morfológicos, metabólicos, de aptidão e qualidade de vida. Um ensaio clínico não-randomizado composto por 24 sessões de exercícios aeróbicos e resistidos foi aplicado a 10 crianças e adolescentes vivendo com o HIV, oriundos de Florianópolis, SC, Brasil.

As seguintes variáveis foram obtidas antes e após o programa: colesterol total, HDL-c, LDL-c, triglicerídeos, glicose, proteína-C reativa em jejum, pressão arterial, espessura íntima-média da artéria carótida comum (EIM-ACC), resistência muscular, aptidão aeróbia, antropometria e qualidade de vida medida. Após a intervenção, observou-se diminuição da pressão arterial sistólica (-6,8 mmHg, 6,6%, p = 0,019) e EIM-ACC (-60,0 µm, 12,2%; p = 0,002) após 24 sessões. Observou-se aumento na resistência muscular dos membros superiores (+3,3 rep.min-1, 63,5%, p = 0,002), flexibilidade (+5,7 cm, 26,0%; p = 0,001) e qualidade de vida (+10,4 pontos, 27,5%, p = 0,003). Em nossa amostra de crianças e adolescentes vivendo com o HIV, um programa de exercícios de curta duração foi associado com melhora no risco cardiovascular, aptidão física e qualidade de vida.

Keywords : Doenças Cardiovasculares / fisiopatologia; Exercício; Aptidão Física; Qualidade de Vida; Criança; Adolescente; Aterosclerose; Espessura Intima-Média Carotídea.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )