SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2Novo híbrido de orquídea CattleyaSustentabilidade na floricultura brasileira: apontamentos introdutórios para uma abordagem sistêmica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ornamental Horticulture

versão On-line ISSN 2447-536X

Resumo

SILVA, Girlânio Holanda Da et al. Germinação de sementes armazenadas de Belamcanda chinensis (L.) DC. Ornam. Hortic. [online]. 2018, vol.24, n.2, pp.149-154. ISSN 2447-536X.  http://dx.doi.org/10.14295/oh.v24i2.1176.

A flor-leopardo (Belamcanda chinensis) é uma iridácea ornamental exótica no Brasil e cultivada, em seus países de origem (China e Japão), como planta medicinal. A sua multiplicação se dá por rizomas e sementes. Contudo, não há relatos sobre a viabilidade das sementes desta espécie após o armazenamento. Assim, objetivou-se com este trabalho avaliar a armazenabilidade de sementes de B. chinensis. Para tanto, sementes colhidas entre março e abril de 2010, 2011, 2012 e 2013 foram acondicionadas em sacos de papel e armazenadas, separadamente por ano, em sala sem controle de umidade relativa e temperatura. Em sementes desses quatro anos foram determinados o teor de água, a massa de 100 sementes e o índice de germinação. As sementes recém-colhidas (2013) e as armazenadas por um ano (2012) apresentaram, respectivamente, 72% e 41% de germinação e 80% e 47% de emissão de raiz primária ao final de 20 semanas. No entanto, as sementes com dois e três anos de armazenamento (2010 e 2011) não germinaram. Portanto, as sementes de B. chinensis apresentam viabilidade por até um ano de armazenamento.

Palavras-chave : Iridaceae; conservação; plântulas normais; vigor de sementes.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )