SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue3Morphophenological characterization of ornamental ginger and selection for landscape useBrown seaweed extract enhances rooting and roots growth on Passiflora actinia Hook stem cuttings author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ornamental Horticulture

On-line version ISSN 2447-536X

Abstract

SANTOS, Patrick Luan Ferreira dos  and  CASTILHO, Regina Maria Monteiro de. Herbáceas floríferas e substratos para uso em telhados verdes extensivos. Ornam. Hortic. [online]. 2018, vol.24, n.3, pp.261-268. ISSN 2447-536X.  http://dx.doi.org/10.14295/oh.v24i3.1251.

De maneira geral, os telhados verdes extensivos são definidos como toda cobertura revestida de vegetação herbácea e substrato superficial, entretanto, no Brasil são poucas as informações referentes aos materiais para instalação e manutenção desses sistemas, sendo essencial a busca de melhores espécies e substratos adaptados as condições tropicais. Assim, objetivou-se avaliar o desempenho de herbáceas floríferas e substratos para uso em telhados verdes extensivos. O experimento foi realizado em campo e a pleno sol, em recipientes de plástico preto (8,46 L e 15,5 cm de altura), elevados a 90 cm do chão, em um esquema fatorial 3x2, sendo 3 espécies floríferas herbáceas (Torênia var. Kauai, Vinca var. Pacifica XP e Petúnia var. Bacopa) e 2 substratos [S1-Carvão vegetal + casca de pinus + turfa + vermiculita expandida (1v:1v:1v:1v) e S2- Fibra de coco + casca de arroz carbonizado + turfa + vermiculita expandida (1v:1v:1v:1v)], com 3 repetições por tratamento. Avaliou-se nos substratos: pH, condutividade elétrica, macro e microporosidade, porosidade total, densidade e capacidade de retenção de água. Para o desempenho das espécies, após 60 dias da instalação do experimento, foram avaliados: teor de clorofila das folhas, número de flores e temperatura superficial da vegetação. Observou-se que o substrato S2, apresentou os melhores resultados nas análises físico-químicas, e isso possivelmente veio a refletir no desempenho das espécies, sendo que Torênia quando cultivada nesse substrato, apresentou o maior teor de clorofila (42,67 SPAD). O número de flores foi estatisticamente igual para Torênia e Vinca em ambos substratos, já as três herbáceas floríferas apresentaram diminuição da temperatura superficial. Dessa forma, recomenda-se para uso em telhados verdes extensivos o substrato composto de Fibra de coco + casca de arroz carbonizado + turfa + vermiculita expandida (1v:1v:1v:1v), e a herbácea florífera Torênia var. Kauai.

Keywords : Torenia fournieri; Catharanthus roseus; Petunia x hybrida; propriedades físico-química.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )