SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Development of angelonia in pot below doses of slow-release fertilizerPhysiological effect products in the cut rose production – application and growth author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ornamental Horticulture

On-line version ISSN 2447-536X

Abstract

GREENWELL, Zhitong Li  and  RUTER, John M.. Efeito de glutamina e arginina no crescimento de Hibiscus moscheutos “in vitro”. Ornam. Hortic. [online]. 2018, vol.24, n.4, pp.393-399. ISSN 2447-536X.  http://dx.doi.org/10.14295/oh.v24i4.1198.

O nitrogênio é o elemento mais essencial para o crescimento e desenvolvimento das plantas. Os aminoácidos, que servem como principal fonte de nitrogênio orgânico nos meios de cultura de tecidos proporcionam o alongamento da parte aérea e da raiz. A glutamina tem sido amplamente utilizada na cultura de tecidos para processos de desdiferenciação e re-diferenciação. Foram realizados experimentos para avaliar os efeitos da glutamina em comparação com alguns reguladores de crescimento de plantas (PGRs) comumente usados no crescimento de moscheutos de Hibiscus propagados via cultura de tecidos. Um estudo inicial sugeriu que 10 mg L–1 de glutamina em meio basal MS era ideal para o alongamento da parte aérea. Nesta taxa ótima, a glutamina mostrou superioridade sobre os outros PGRs. Nenhuma diferença foi encontrada entre os tratamentos com glutamina e o controle em um estudo posterior. Ao comparar glutamina com arginina, os brotos cultivados em meio com arginina apresentaram um crescimento ligeiramente maior. Com arginina contendo dois grupos extras de nitrogênio em sua estrutura molecular, a maior porcentagem de nitrogênio pode ter resultado em crescimento melhorado.

Keywords : plantas ornamentais; cultura de tecidos; propagação.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )