SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Effect of glutamine and arginine on growth of Hibiscus moscheutos “ in vitro”Photoblastic and temperatures in the germination of cockscomb seeds author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ornamental Horticulture

On-line version ISSN 2447-536X

Abstract

SILVA, Maria de Lourdes Neres da et al. Produtos de efeito fisiológico na produção de rosa de corte - aplicação e crescimento. Ornam. Hortic. [online]. 2018, vol.24, n.4, pp.400-407. ISSN 2447-536X.  http://dx.doi.org/10.14295/oh.v24i4.1214.

A introdução da cultura de rosa de corte em ambiente de temperaturas elevadas requer uso de tecnologias que possibilitem sua aclimatação às condições impostas. Produtos à base de estrobilurinas, carboxamidas e anilidas, bem como reguladores vegetais que promovem alterações no crescimento do vegetal pode ser uma ferramenta viável para a introdução do cultivo de rosas de corte no semiárido nordestino. Assim, objetivou-se avaliar a influência de produtos de efeitos fisiológicos no crescimento de rosa de corte ‘Ambiance’ no Vale do Submédio São Francisco. O experimento foi instalado em blocos casualizados, com quatro repetições e seis tratamentos: testemunha (aplicação de água); Boscalida; Piraclostrobina; mistura de Boscalida + Piraclostrobina; Fluxapiroxade + Piraclostrobina e Cinetina+GA3+IBA; aplicados via foliar a cada 15 dias por 280 dias. As avaliações de crescimento foram realizadas através de avaliação de índices fisiológicos e teor de clorofila. Os resultados obtidos demonstraram que, especialmente Boscalida, tanto isolada quanto combinada à Piraclostrobina, o Fluxapiroxade + Piraclostrobina e os reguladores vegetais proporcionaram melhores respostas fisiológicas no crescimento da rosa ‘Ambiance’ considerando a taxa de crescimento relativo, taxa de assimilação líquida, razão de área foliar e área foliar específica. Embora o incremento médio na produção de botões florais por haste de todos os tratamentos aplicados em relação ao controle foi na ordem de 135%, nenhum dos tratamentos aplicados produziu hastes de rosas com os padrões comerciais exigidos, indicando que mais estudos são necessários para introdução adequada da cultura no Submédio do Vale do São Francisco.

Keywords : ‘Ambiance’; carboxamidas; estrobilurinas; reguladores vegetais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )