SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Feasibility of Ivy (Hedra helix) for landscaping in Seoul, KoreaStarch and total soluble sugar content in torch ginger postharvest author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ornamental Horticulture

On-line version ISSN 2447-536X

Abstract

NASCIMENTO, Mayana Ferreira et al. Sensibilidade ao etileno em pimenta em vaso. Ornam. Hortic. [online]. 2018, vol.24, n.4, pp.429-434. ISSN 2447-536X.  http://dx.doi.org/10.14295/oh.v24i4.1458.

Muitos fatores ambientais afetam a fase de pós-produção das plantas ornamentais. A exposição ao etileno é um dos fatores mais importantes que afetam a qualidade de muitas plantas ornamentais em vaso. O trabalho teve como objetivo identificar genótipos de pimenta resistentes ao etileno na fase de pós-produção das pimentas de vaso. Onze cultivares de pimentas foram utilizadas, quando as plantas apresentaram 30% dos frutos maduros, foram transferidas para um recipiente hermético de 90 L e tratados com etileno à 10 μL L–1 por 48 horas, em seguida, mantidas à temperatura ambiente para posterior análise dos efeitos do etileno. Foram feitas contagens do número de folhas e frutos no tempo zero, 48, 96 e 144 horas após o tratamento com etileno. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com cinco repetições. As cultivares apresentaram taxas variadas de abscisão foliar e de frutos. O cultivar ‘Peloteira’ apresentou maior resistência ao etileno, com abscisão foliar de 19%, após 144 horas. Para característica abscisão dos frutos, os cultivares ‘Peloteira’, ‘Jalapeño’, ‘Stromboli ornamental’, ‘Malagueta’ e ‘Rocoto vermelha’ apresentaram menor porcentagem de abscisão, variando entre 9 e 34%, após 144 horas de exposição ao etileno.

Keywords : Capsicum; regulador de crescimento; abscisão de folhas e frutos; plantas ornamentais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )