SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28A VIOLÊNCIA RITUAL NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICAQUALIDADE DE VIDA EM ACADÊMICOS INGRESSANTES EM CURSOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Journal of Physical Education

versão On-line ISSN 2448-2455

Resumo

DEPRA, Pedro Paulo; BISCONSINI, Camila Rinaldi  e  VIEIRA, Lenamar Fiorese. ATRASO NO PADRÃO DA MARCHA EM CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN. J. Phys. Educ. [online]. 2017, vol.28, e2823.  Epub 24-Ago-2017. ISSN 2448-2455.  http://dx.doi.org/10.4025/jphyseduc.v28i1.2823.

O objetivo foi comparar as variáveis espaço-temporais do ciclo da marcha em crianças com Síndrome de Down em função da idade. Um estudo longitudinal foi conduzido com 20 crianças, de ambos os sexos, com idade entre 24 e 83 meses. Técnicas convencionais foram usadas nos procedimentos metodológicos para registrar a antropometria e a técnica cinematográfica bidimensional para quantificar as variáveis espaço-temporais das suas marchas em relação às variáveis globais e parciais. Os resultados mostraram diferenças no comportamento das variáveis antropométricas e cinemáticas, comprimento da passada, frequência da passada e tempo do primeiro apoio simples nas crianças com Síndrome de Down entre 24-59 meses e 60-83 meses de idade. O padrão de marcha das crianças ao longo dos anos se estabeleceu pela alteração da frequência do que pelo comprimento da passada para o desenvolvimento da velocidade de marcha. Conclui-se que as modificações do comportamento das variáveis antropométricas e espaço-temporais da marcha de crianças com Síndrome de Down parecem ser pouco evidentes entre 24 e 59 meses de idade.

Palavras-chave : Síndrome de Down; Biomecânica; Postura..

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )