SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28EFEITO DA MATURAÇÃO COMO COVARIÁVEL DA DIFERENÇA ENTRE SEXOS NA COMPETÊNCIA MOTORA EM ADOLESCENTESEFEITO AGUDO DE DIFERENTES MÉTODOS DE ALONGAMENTO SOBRE O DESEMPENHO DA FORÇA EM SÉRIES SUCESSIVAS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Journal of Physical Education

versão On-line ISSN 2448-2455

Resumo

LOURENCO, Camilo Luis Monteiro et al. DESLOCAMENTO PASSIVO PARA ESCOLA E FATORES ASSOCIADOS EM ADOLESCENTES. J. Phys. Educ. [online]. 2017, vol.28, e2831.  Epub 26-Out-2017. ISSN 2448-2455.  http://dx.doi.org/10.4025/jphyseduc.v28i1.2831.

O presente estudo objetivou estimar a prevalência do deslocamento passivo para escola e os fatores associados em adolescentes (14-19 anos) do ensino médio de escolas públicas e particulares do município de Uberaba, MG, Brasil. Um total de 1.009 adolescentes participaram deste estudo transversal epidemiológico de base escolar. O desfecho do estudo foi o deslocamento passivo (motocicleta, carro e ônibus) e as variáveis exploratórias sociodemográficas (sexo, idade, situação de trabalho, série e turno de estudo), perceptiva e comportamentais (apreciação por atividade física, comportamento de tela e atividade física no lazer) e de saúde (IMC). O Odds Ratio (OR) foi a medida de associação empregada nas análises. O deslocamento passivo foi prevalente em 58,3% (IC95%: 55,2-61,4) dos adolescentes e foi associado ao sexo feminino (OR: 1,82; IC95%: 1,32-2,51), aqueles do 3º ano do ensino (OR: 1,67; IC95%: 1,07-2,61) e aos menos ativos no lazer (OR: 1,44; IC95%: 1,03-2,01). Por outro lado, estudar em escolas públicas apresentou menor associação (OR: 0,16; IC95%: 0,10-0,26). O deslocamento passivo para escola foi prevalente em mais da metade dos adolescentes investigados e está associado as moças, ao grau mais elevado de escolaridade e ao menor envolvimento com a atividade física no lazer.

Palavras-chave : Atividade motora; Estilo de vida sedentário; Inquéritos epidemiológicos..

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )