SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número3Contributions of the occupational therapy group to the anxiety level of mothers with premature newborns admitted in the neonatal intensive care unitsThe registration teaching of medical records in the hospital occupational therapy context índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional

versión On-line ISSN 2526-8910

Resumen

TOLDRA, Rosé Colom; RAMOS, Lorena Rodrigues  y  ALMEIDA, Maria Helena Morgani de. Em busca de atenção em rede: contribuições de um programa de residência multiprofissional no âmbito hospitalar. Cad. Bras. Ter. Ocup. [online]. 2019, vol.27, n.3, pp.584-592.  Epub 26-Sep-2019. ISSN 2526-8910.  https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoao1670.

Introdução

O Sistema Único de Saúde considera o cuidado hospitalar como importante eixo para a construção da integralidade. Os residentes do Programa de Residência Multiprofissional, do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, identificaram dificuldades da equipe médica e de enfermagem em detectar demandas em reabilitação na alta hospitalar, levando residentes a criarem um grupo de apoio à alta.

Objetivo

Verificar o perfil sociodemográfico e de saúde dos usuários acompanhados pelo grupo de apoio, identificar os desafios para inserção dos usuários na rede de serviços de reabilitação e as estratégias do grupo de apoio para enfrentamento desses desafios.

Método

Estudo retrospectivo, exploratório e descritivo, baseado em análise documental.

Resultados

Foram analisados formulários de 251 usuários, 83 (33%) receberam encaminhamento para reabilitação por ocasião na alta hospitalar e 17 (6,7%), a partir das orientações do grupo de apoio à alta; 95 (37,8%) procuraram serviços de reabilitação. Desses, 60 foram efetivamente inseridos em serviços, sendo 46 (18,3%) extra-hospitalares, como centros de reabilitação e unidades básicas de saúde, e 14 (5,6%) no Programa de Atendimento Domiciliar do hospital. Quanto às áreas profissionais, 34 (13,5%) iniciaram tratamento fisioterápico, 29 (11,6%), fonoaudiológico e 11 (4,9%), terapêutico-ocupacional. Identificaram-se insuficiência de encaminhamentos profissionais e dificuldades dos usuários quanto ao acesso e continuidade de atenção.

Conclusão

O grupo de apoio tem reforçado encaminhamentos prescritos ou sua obtenção em consultas médicas na rede, acolhido demandas por área profissional, orientado usuários para acessar serviços e inserir-se em tratamentos. Os usuários valorizaram a escuta e o acolhimento do grupo de apoio, no qual se configuram estratégias para promoção do cuidado integral em saúde.

Palabras clave : Alta do Paciente; Assistência Integral à Saúde; Fonoaudiologia; Fisioterapia; Terapia Ocupacional; Reabilitação.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )