SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número1Analysis of curriculum content about accessibility and universal design in undergraduate architecture and occupational therapy programs in BrazilSocial occupational therapy in public school: an analysis of the bibliographic production of METUIA/UFSCar índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional

versión On-line ISSN 2526-8910

Resumen

ALVES, Maria Carolina Almeida et al. Desenvolvimento e análise de intervenção grupal em terapia ocupacional a idosos com transtorno neurocognitivo leve. Cad. Bras. Ter. Ocup. [online]. 2020, vol.28, n.1, pp.187-206.  Epub 02-Mar-2020. ISSN 2526-8910.  https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoao1865.

Introdução

O rápido avanço do processo de envelhecimento contribui para o aumento das doenças crônico-degenerativas, como o Transtorno Neurocognitivo Leve (TNL). Idosos com TNL podem apresentar dificuldades no desempenho de atividades instrumentais de vida diária e de participação social, além de índice de conversão maior para demências, comparados a idosos saudáveis.

Objetivo

Descrever e analisar intervenção grupal em terapia ocupacional a idosos com provável TNL.

Método

Estudo prospectivo, quantitativo, quasi-experimental de concepção “antes e depois”. Analisaram-se em conjunto duas intervenções realizadas no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, em 2014 e 2015. Cada intervenção abrangeu 8 encontros, com participação de 11 idosos ao todo. Foram utilizadas dinâmicas para sensibilização acerca de tarefas e habilidades cognitivas reconhecidamente mais afetadas em idosos com TNL e compartilhamento de estratégias mnemônicas compensatórias. Para análise das intervenções, aplicaram-se antes e depois os instrumentos: Teste Comportamental de Memória de Rivermead; Questionário de Pfeffer e Questionário de Queixas Subjetivas de Memória. Para análise estatística intragrupo, foram utilizados o teste de Shapiro-Wilk e o teste não-paramétrico de Wilcoxon.

Resultados

Houve mudança estatisticamente significativa no escore total de todos os instrumentos aplicados. Assim, houve melhora do desempenho cognitivo, melhora da capacidade no desempenho de atividades instrumentais que envolvem mais diretamente habilidades cognitivas e redução das queixas subjetivas de memória dos participantes.

Conclusão

Acredita-se que a intervenção é um potente recurso para atuação do terapeuta ocupacional junto a idosos com TNL por favorecer independência nas ocupações cotidianas, diminuição de queixas de memória e melhora no desempenho cognitivo.

Palabras clave : Terapia Ocupacional; Disfunção Cognitiva; Atividades Cotidianas; Cognição; Reabilitação.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )