SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 número4Pacientes com dor orofacial: grau de cinesiofobia relacionada a prática da dança de salãoConhecimento dos acadêmicos de enfermagem sobre a avaliação da dor índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


BrJP

versão impressa ISSN 2595-0118versão On-line ISSN 2595-3192

Resumo

GOMES, Izabel Cristina Chavez et al. Atitudes frente à dor e à espiritualidade dos pacientes renais crônicos em hemodiálise. BrJP [online]. 2018, vol.1, n.4, pp.320-324. ISSN 2595-3192.  http://dx.doi.org/10.5935/2595-0118.20180061.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS:

Estudos recentes trazem que a religião e a espiritualidade são importantes para o paciente dialítico, já que essas variáveis se mostraram influentes em aspectos importantes da qualidade de vida e enfrentamento da doença. Além disso, a espiritualidade pode ser eficaz no enfrentamento da doença renal crônica e alívio dos sintomas advindos da hemodiálise. O objetivo deste estudo foi avaliar as atitudes frente à dor de pacientes com doença renal crônica em hemodiálise e sua relação com a espiritualidade.

MÉTODOS:

Trata-se de um estudo correlacional e transversal, realizado com 50 pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. Os dados foram coletados por meio de entrevista individual, utilizando-se o questionário de caracterização sociodemográfica, Inventário de Atitudes Frente à Dor-Breve e a Escala de Espiritualidade de Pinto e Pais-Ribeiro.

RESULTADOS:

Em relação às atitudes frente à dor crônica, mensuradas pelo Inventário de Atitudes Frente à Dor-Breve, o escore médio mais baixo foi no domínio “Solicitude” (1,48±1,35) e o mais elevado em “Incapacidade” (3,05±1,37). Quanto à espiritualidade, as pontuações médias foram de 3,80±0,39 e 3,36±0,67 nas dimensões crenças e esperança/otimismo, respectivamente. Observou-se correlação positiva, de moderada magnitude, entre a dimensão esperança/otimismo da Escala de Espiritualidade de Pinto e Pais-Ribeiro e os domínios solicitude (r=0,315; p=0,026) e emoção (r=0,299; p=0,035) do Inventário de Atitudes Frente à Dor-Breve.

CONCLUSÃO:

Confirmou-se a relação entre as atitudes frente à dor e o nível de espiritualidade do paciente renal crônico, logo, tais aspectos deverão ser considerados na assistência prestada a fim de auxiliar no enfrentamento do tratamento e da doença.

Palavras-chave : Dor; Enfermagem; Espiritualidade; Hemodiálise; Insuficiência renal crônica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )