SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 issue4Chronic low back pain and walking speed: effects on the spatiotemporal parameters and in gait variabilityAuriculotherapy: neurophysiology, points to choose, indications and results on musculoskeletal pain conditions: a systematic review of reviews author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


BrJP

Print version ISSN 2595-0118On-line version ISSN 2595-3192

Abstract

BOSCAINE, Evelyn de Freitas et al. Acupuntura no tratamento da disfunção temporomandibular muscular. BrJP [online]. 2019, vol.2, n.4, pp.348-355.  Epub Dec 02, 2019. ISSN 2595-3192.  http://dx.doi.org/10.5935/2595-0118.20190064.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS:

A disfunção temporomandibular consiste em dores não dentárias frequentes na região orofacial, de origem multifatorial e de tratamento interdisciplinar. Entre esses tratamentos está a acupuntura. O tratamento da disfunção temporomandibular atua tanto no relaxamento muscular quanto no controle da dor, sistemicamente buscando o equilíbrio físico, mental e emocional do paciente, diminuindo a ansiedade e melhorando a qualidade de vida. Este trabalho teve como objetivo avaliar a acupuntura como tratamento da disfunção temporomandibular.

MÉTODOS:

Participaram do estudo 34 voluntários triados e selecionados na universidade de Mato Grosso do Sul, diagnosticados com disfunção muscular pelo Research Diagnostic Criteria, e foram divididos aleatoriamente em dois grupos iguais. O grupo 1 foi tratado com placa oclusal, massagem, termoterapia e orientações de autocuidado. O grupo 2 foi tratado com 6 sessões de acupuntura com duração de 30 minutos cada. A dor foi avaliada pela escala analógica visual e com auxílio de um algômetro para avaliar a tensão muscular dos músculos temporal e masseter. A limitação de abertura bucal foi medida com o uso do paquímetro. Para a distribuição não normal (escala analógica visual e limiar de tensão), entre os dois grupos (G1 e G2), foi utilizado o teste Mann-Whitney, e para a comparação entre os períodos de avaliação (início do tratamento, após seis semanas e 4 meses), foi utilizado o teste de Friedman, ao nível de significância de 5%.

RESULTADOS:

Não houve diferença das medidas de abertura de boca, dos escores de escala analógica visual e de limiar de tensão muscular segundo o tipo de tratamento utilizado. No entanto, em ambos os grupos houve melhora nos parâmetros avaliados após seis semanas de tratamento. Não houve diferença estatística dos valores obtidos após seis semanas e ao final do tratamento, após quatro meses.

CONCLUSÃO:

Os resultados estatísticos mostraram que a acupuntura aumentou o limiar de tensão muscular, melhorou a abertura de boca e diminuiu a dor. Concluiu-se que a acupuntura foi tão eficiente quanto as terapias convencionais mais utilizadas.

Keywords : Acupuntura; Disfunção temporomandibular; Dor orofacial.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )