SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.2 issue4Atypical odontalgia: pathophysiology, diagnosis and managementInstruments that evaluate the functioning in individuals affected with chikungunya and the International Classification of Functioning. A systematic review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


BrJP

Print version ISSN 2595-0118On-line version ISSN 2595-3192

Abstract

ARAGAO, Fábio Farias de  and  TOBIAS, Alexandro Ferraz. Tratamento farmacológico da dor na gestante. BrJP [online]. 2019, vol.2, n.4, pp.374-380.  Epub Dec 02, 2019. ISSN 2595-3192.  http://dx.doi.org/10.5935/2595-0118.20190068.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS:

As causas não obstétricas de dor durante a gravidez são muito comuns e podem ser incapacitantes se não forem tratadas adequadamente. O objetivo deste estudo foi discutir o tratamento farmacológico da dor durante o período gestacional com foco na classificação de fármacos e o uso na gravidez, opções de terapia, teratogenicidade, aumento de malformações fetais e complicações gestacionais associados ao uso da terapia.

CONTEÚDO:

Durante a gravidez, várias alterações anatômicas e fisiológicas ocorrem no corpo. Essas alterações podem precipitar a dor, que em alguns casos pode levar à incapacidade. Além disso, a gravidez pode exacerbar condições dolorosas pré-existentes. A escolha de prescrever um fármaco para uma gestante é difícil. As alterações gravídicas no corpo da gestante influem na absorção, distribuição, metabolismo e excreção dos fármacos, podendo alterar a resposta esperada.

CONCLUSÃO:

Deve-se considerar os riscos e benefícios do uso do fármaco para a mãe e filho, pesando-se os riscos de não tratar adequadamente a doença durante a gestação.

Keywords : Analgésicos; Gestação; Tratamento da dor.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )