SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue5Molecular genetics of papillary thyroid carcinoma: great expectations... author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

Print version ISSN 0004-2730

Arq Bras Endocrinol Metab vol.51 no.5 São Paulo July 2007

http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302007000500001 

EDITORIAL

 

Câncer de tiróide: passado, presente e futuro

 

 

James A. FaginI; Laura S. WardII; Edna T. KimuraIII

IDivision of Endocrinology, Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, New York, NY
IIFaculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP
IIIDepartamento de Biologia Celular e do Desenvolvimento, Instituto de Ciências Biomédicas, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP

 

 

A ÚLTIMA DÉCADA TROUXE importantes avanços no entendimento da patogênese do câncer da tiróide, assim como na conduta que utilizamos para o diagnóstico da doença e tratamento dos pacientes. Muitos desses avanços decorrem do progresso tecnológico que tem proporcionado novas oportunidades, e também novos desafios. Assim, por exemplo, o amplo uso da ultra-sonografia cervical aumentou a sensibilidade na detecção do câncer da tiróide, que vem sendo freqüentemente encontrado por acaso, como resultado de estudos de imagem realizados por outras indicações. Conseqüentemente, têm-se identificado muitos pacientes com carcinomas papilíferos microscópicos, cujo significado clínico ainda é incerto. Além disso, novas condutas de acompanhamento de pacientes com diagnóstico confirmado de câncer de tiróide, e o refinamento desses métodos de seguimento, vêm levando à observação de que muitos pacientes anteriormente considerados curados têm evidência de doença residual mínima. O profissional vem sendo confrontado com uma gama de novas questões que afetam diretamente suas decisões diárias na prática clínica. Esta edição especial dos ABE&M em câncer da tiróide é, portanto, bastante apropriada nas circunstâncias que vivenciamos. Vários dos mais proeminentes pesquisadores brasileiros e internacionais, líderes em seus campos de pesquisa, colaboram com atualizações em amplo espectro de tópicos, que incluem epidemiologia, genética e patogênese, assim como a conduta clínica e cirúrgica no câncer da tiróide. Avanços advindos da melhor compreensão da genética molecular do câncer da tiróide vêm se tornando agora relevantes para o manejo da doença, e é importante que os clínicos compreendam estes conceitos. Esta edição cobre os mais importantes aspectos na genética do câncer da tiróide, e como este conhecimento pode ser aplicado no diagnóstico, prognóstico e tratamento de pacientes com doença refratária. Na verdade, o desenvolvimento de terapias específicas resulta da identificação de mutações oncogênicas chaves, responsáveis pela progressão do câncer de tiróide, e isto deve chegar à prática clínica num futuro bem próximo. Finalmente, a crescente complexidade das questões que afetam a conduta de pacientes com doença nodular e com câncer da tiróide, requer que especialistas neste assunto alcancem um consenso nas diretrizes de tratamento. Além disso, nesta edição, um grupo de reconhecidos especialistas brasileiros oferece uma ampla série de recomendações para tratamento baseada nas mais recentes evidências da literatura.