SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue2Ocular side effects of systemic administration of corticosteroids in renal transplant recipientsEvaluation of ocular motility of cataract patients operated under retrobuklbar anesthesia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

Print version ISSN 0004-2749On-line version ISSN 1678-2925

Arq. Bras. Oftalmol. vol.57 no.2 São Paulo Apr. 1994

https://doi.org/10.5935/0004-2749.19940058 

Artigos Originais

Efeitos oculares associados ao padrão de uso e à dose de clorpromazina+

Ocular effects related to the pattern and dose of use chlorpromazine

Fábio Vaccaro1 

Roberto Freda1 

Ítalo Mundialino Marcon3 

Norberto Seminotti2 

1Doutorandos da FFFCMPA, Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do RS

2Médico do Hospital Banco de Olhos de Porto Alegre; Membro do CBO

3Médico do Hospital Banco Olhos de Porto Alegre, Professor adjunto da disciplina de Oftalmologia da Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre; Coordenador do Departamento de Ensino e Residência do HBOPA


RESUMO

Os autores avaliam a influência da dose da clorpromazina no desenvolvimento de alterações oculares características em 38 pacientes psiquiátricos internados no Hospital Psiquiátrico São Pedro (Porto Alegre, RS) em uso crônico desta droga.

Vinte e dois pacientes (58%) apresentaram efeitos oculares adversos, manifestados por opacificação bilateral do cristalino e, em casos severos, opacificação concomitante do endotélio corneano. Os pacientes foram classificados em graus crescentes de 0 a IV, de acordo com as alterações cristalineanas. O grau zero representou ausência de alterações e o grau IV pigmentação bilateral acentuada da cápsula anterior do cristalino em forma de estrela. A freqüência das alterações é analisada em relação faixa etária, padrão de uso e doses utilizadas.

Os autores sugerem a possibilidade de uma suscetibilidade maior em indivíduos idosos, e concluem ser a dose total de clorpromazina o fator mais importante na gênese das alterações oculares.

Palavras-chave: Clorpromazina; Opacidade lenticular; Catarata estelar

SUMMARY

The authors assess the influence of the chlorpromazine dose on the development of specific ophthalmologic disturbances, in 38 psychiatric inpatients kept in the São Pedro Psychiatric Hospital on chronic use of this drug.

Twenty-two patients (58%) had adverse ocular effects, manifested by bilateral opacities of the lens and, in severe cases, corneal endothelial impregnation. The patients were classified in increasing grades according to the lens alterations. Zero grade stands far no alterations while grade IV stands far marked bilateral lens opacities of anterior lens capsule in stellate pattern. The frequency of the eye changes is analyzed considering with age, pattern use and dose.

The authors suggest the possibility of a higher susceptibility in elderly patients and conclude to be the total dose chlorpromazine the most important factor in the genesis of the ocular changes.

Texto completo disponível apenas em PDF.

+Trabalho realizado no Hospital Banco de Olhos de Porto Alegre, RS.

AGRADECIMENTOS

À Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul (FAPERGS), pelo apoio ao desenvolvimento deste trabalho.

Ao Hospital Banco de Olhos de Porto Alegre em especial ao Dr. Wilson Oliveira Leite Filho pela documentação fotográfica.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1 BALDESSARINI, R. J. - Drugs and the treatment of phychiatric disorders. in: GOODMAN, L. S. & GILMAN, A. - The Pharmacological Basis of Therapeutics. 7ª edição. Nova Iorque, MacMillian, 1985, Cap. 19, pp 387-445 [ Links ]

2 BARSA, J. A.; NEWTON, J. C.; SAUDERTS, J. C. - Lenticular and corneal opacities during phenothiazine therapy. JAMA, 193: 10-12, 1965. [ Links ]

3 BUFFALOE, W. J.; JOHNSON, A. W.; SANDIFER, M. G. - Total Dosage of Chlorpromazine and Ocular Opacities. Amer. J. Psychiat, 124: 2,1967. [ Links ]

4 CAMERON, M. E. - Ocular melanosis with special reference to chlorpromazine. Br. J. Ophthal, 51: 295-305, 1967. [ Links ]

5 DELONG, S. L. et alii. - Ocular changes associated with long-term chlorpromazine therapy. Arch. Ophthal, 73: 611-617, 1965. [ Links ]

6 JOHNSON, A. W. & BUFFALOE, W. J. - Chlorpromazine epithelial keratopathy. Arch Ophthal, 76: 664-667, 1967. [ Links ]

7 MARGOLIS, L. G.; GOBLE, J. L. - Lenticular opacities with prolonged phenothiazine therapy. JAMA, 193: 95-97, 1965. [ Links ]

8 McCLANAHAN et alii. - Ocular manifestations of chronic phenothiazine derivative administration. Arch Ophthal., 75: 319-325, 1966. [ Links ]

9 PARANHOS, F. R. L. - Estudo da incidência de catarata estelar em pacientes em uso de clorpromazina. Arq. Bras. Oftal, 54 (2): 63-68, 1991. [ Links ]

10 PARANHOS, F. R. L. & PARANHOS Jr, A. - Catarata Estelar em Pacientes não usuários de fenotiazínicos. Rev. Bras. Oftal, 51 (5): 1992. [ Links ]

11 PRIEN, R. F. et alii. - Ocular Changes Ocurring with prolonged high dose Clorpromazine Therapy. Arch. Gen. Psychiat, 23: 464-468, 1970. [ Links ]

12 SIDDALL, J. R. - The ocular toxic findings with prolonged and high dosage chlorpromazine iontake. Arch Ophthal, 74: 460-464, 1965. [ Links ]

Endereço para correspondência: Dr. Ítalo Mundialino Marcon - Rua Pedro Ivo, 654/ap 201 - CEP 90450-210. Porto Alegre-RS.

Creative Commons License Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que o trabalho original seja corretamente citado.