SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issueUNICOA contribution of the study of vetiver roots distillationThe study of irrigation and fertilization problems of old coffee trees: I- results from the Ribeirão Preto experiment station author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Bragantia vol.20 no.unico Campinas  1961

http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051961000100044 

Influência do estado de maturação sôbre a qualidade da bebida do café na região do vale do paraíba

 

Influence of ripening stage on the beverage quality of coffee from the Paraíba Valley

 

 

Ruth dos Santos GarrutiI; Antônio Gentil GomesII, 1

IEngenheiro-agrônomo. Seção de Tecnologia Agrícola
IIEngenheiro-agrônomo, Instituto Agronômico

 

 


RESUMO

O presente trabalho relata experiências realizadas em 1957, 1958 e 1959 no Vale do Paraíba, Município de Taubaté, estudando as influências dos diferentes estados de maturação dos frutos de café, sôbre a qualidade da bebida. Foram comparados os seguintes tratamentos: cerejas despolpadas. cerejas não despolpadas, frutos secos na árvore, frutos colhidos verdes, frutos colhidos do chão. Dois cafés de bebidas padrões mole e riada, foram incluídos como contrôles.
Os testes organolépticos foram efetuados segundo a técnica especializada para degustação, empregando-se uma equipe de 10 degustadores especializados. Os resultados foram significativos e concordantes nos três anos, com raras discrepâncias em 1957.
As cerejas despolpadas deram sempre melhores bebidas, não diferindo da bebida padrão mole e das cerejas não despolpadas. Os frutos secosna árvore e as colhidos verdes não diferiram entre si, nos três anos, e alcançaram média de bebida dura. Os frutos colhidos do chão, com exceção de 1957, diferiram dos demais tratamentos, inclusive da bebida padrão riada, alcançando média relativa à bebida «rio».


SUMMARY

Experiments were carried out in 1957, 1958, and 1959 to determine the influence of the ripening stage a:harvest on the beverage quality of coffee from the Paraiba Valley area.
The coffee samples tested had the following origins: (1) pulped cherries picked from the tree; (2)same, unpulped; (3) dried fruits from the tree; (4) green fruits from the tree; (5) dried fruits picked from the ground. Two additional samples, (6) soft and (7) riada were introduced in the tests as standards. A well trained panel with ten members served as tasters.
The results for the three years indicated differences between the samples that were statistically significant and consistent, except for minor discrepancies in 1957.
The samples (1) pulped and (2) unpulped cherries gave always the best beverage and did not differ from the soft standard. The samples (3) dried fruits from the tree and (4) green fruits did not differ from one another in 1958 and 1959 and gave an average hard beverage. Fruits picked from the ground gave a beverage that differed from all treatments (except in 1957) that could be classed as the «rio>> type.


 

 

Texto completo disponivél apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

LITERATURA CITADA

1  - COCHRAN, W. C. & COX,G.M. Experimental Designes JOHN WILEY & Sons, Inc., New York, N. Y. [453-469] - 473, 2ª edição, 1957.         [ Links ]

2  - GARRUTI, R. S, Métodos sensoriais para medir diferenças na qualidade dos alimentos. A publicar.         [ Links ]

3  - KRUG, H. P. A origem da variação de bebida dos nossos cafés. Anais das mesas redondas do algodão, do café e da conservação tio solo. Sociedade Rural Brasileira. [371] - 381. 1950.         [ Links ]

4  - LAZZARINI, W. & MORAES, F. R. P. de. Influência dos grãos deteriorados («tipo») sôbre a qualidade da bebida do café Bragantia. 17 [109] - 118. 1958.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 30 de setembro de 1961.

 

 

1 Representante do Instituto Agronômico, em Convênio com o Serviço do Vale do Paraíba.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License