SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issueUNICOCoffee Breeding: XXI - Regional behaviour of coffee varieties, strains and progenies under shaded and unshaded conditions.A survey ok forty citrus orchards hy means of leap analysis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Bragantia vol.20 no.unico Campinas  1961

http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051961000100047 

Perdas por erosão no estado de S. Paulo1

 

A study of soil losses due to erosion in São Paulo

 

 

J. Quintiliano A. Marques; Dr. José Bertoni; Geraldo B. Barreto

Engenheiros-agrônomos, Seção de conservação do solo, Instituto agronômico2

 

 


RESUMO

Os autores apresentam, neste trabalho, os dados gerais obtidos na primeira fase de trabalhos da Seção de Conservação do Solo do Instituto Agronômico do Estado de São Paulo, do ano agrícola 1943/44 até o ano agrícola 1958/59. Tais dados foram obtidos em talhòcs experimentais munidos de coletores de material erodido, instalados em épocas diferentes, perfazendo, até o presente ano, um total de 108 talhões, dos quais 38 em Pindorama, 29 em Campinas, 13 em Mococa e 28 em Ribeirão Prêto.
Na primeira parte são apresentados os dados originais obtidos em cada um dos grupos de talhõe experimentais sob a forma de médias de perdas de solo e água, juntamente com ama breve descrição dos sistemas coletores usados e das características gerais dos tratamentos em comparação.
Na segunda parte, como conclusões gerais, são apresentados os dados médios para os principais tratamentos e práticas estudadas, mima tentativa para melhor representar as condições médias gerais do Estado de São Paulo. Foram, dessa forma, estudados os efeitos sôbre as perdas por erosão dos seguintes fatores, figurando os tratamentos discriminados em ordem decrescente de perdas de solo: (1) Tipo de solo (arenosa, massapé e roxa); (2) Sistema de preparo do solo em cultura de milho (duas arações com arado de aiveca comum, uma aração com arado de aiveca comum e uma aração com arado de subsuperfície); (3) Incorporção de matéria orgânica em cultura de milho (queima da palhaça, mucuna consorciada ao milho e enterrada, incorporação da palhaça, adubo verde transportado de fora da área e enterrado, mucuna consorciada ao milho e deixada na superfície, palhaça enterrada, e estêrco de curral); (4) Rotação de culturas (algodão, soja e milho); (5) Tipo de uso do solo (algodoal, cafêzal, pastagem e mata); (6) Tipo de cultura (mamona, feijão, mandioca, amendoim, arroz, algodão, soja. batatinha, cana-de-açúcai, milho, milho + feijão, e batata-doce; (7) Comprimento de rampa (100, 50 e 25 metros); e (8) Prática conservacionista em culturas anuais (Plantio morro abaixo, plantio em contorno, alternância de capinas e, faixas estreitas de cana).


SUMMARY

The authors present the general data obtained, in the first phase of work, by the Soil Conservation Section of the Instituto Agronômico of the São Paulo Stale (Brazil), from the year 1943/44 to the year 1958/59. These data were obtained in experimental plots having runoff catching tanks installed at different times, totalizing 108 at the present, from which 38 at Pindorama, 29 at Campinas, 13 at Mococa, and 28 at Ribeirão Prêto.
In the first part of this paper the original data obtained in each of the groups of experimental plots are presented as annual averages of soil and water losses, together with a brief description of the runoff tanks used and the general characteristics of the treatments in comparison.
In the second part general average data for the main treatments and studied practices are presented, in an attempt to obtain a better representation of the general average conditions of the State of São Paulo. By this way were studied the effects on the erosion losses from the following factors, the treatments being rolled up in a decreasing sequence of soil losses: (I) Type of soil (sandy, clayish and «roxa»); (2) Soil tillage systems in corn crop (plowing twice with conventional moldboard plow, plowing once with conventional plow, and plowing once with subsurface plow ); (3) Organic matter incorporation in corn crops (burning the straw, velvet beans associated with corn turned under, green manure brought from outside, velvet beans associated with corn mulch left in the surface, and, manure); (4) Crop rotations (cotton, soybeans and corn); (5) Type of land use (cotton, coffee, pasture and woods); (6) Type of crop (castor beans, beans, cassava, peanuts, rice, cotton, soybeans, Irish potatoes, sugar cane, corn associated with beans, and, sweet potatoes); (7) Length of slope (100, 50 and 25 meters); (8) Some soil conservation practices in annual crops (down the slope planting, contour planting, alternated cultivation, and narrow strips of sugar cane).


 

 

Texto completo disponivél apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

LITERATURA CITADA

1. ALENCAR, F. M. A. Conservação do solo e revestimento vegetal. In Mesas Redondas do Algodão, do Café e da Conservação do Solo. São Paulo, Sociedade Rural Brasileira. 1949. Anais v. 111. p. 253-273.         [ Links ]

2. BERTONI, J. Conservação do solo e mecanização da agricultura. In Mesas Redondas do Algodão, do Café e da Conservação do Solo. São Paulo, Sociedade Rural Brasileira, 1949. Anais, v. III. p. 275-291.         [ Links ]

3. __________ Sistemas coletores para determinações de perdas por erosão Bragantia 9:[147]-155. 1949.         [ Links ]

4. __________ O espaçamento dos terraços em culturas anuais determinado em função das perdas por erosão. Bragantia 18:[113]-140. 1959.         [ Links ]

5. GROHMANN, F. Manutenção da fertilidade do solo. In Mesas Redondas do Algodão, do Café e da Conservação do Solo. São Paulo, Sociedade Rural Brasileira, 1949. Anais v. III. p. 353-380.         [ Links ]

6. __________& CATANI R. A. O empobrecimento causado pela erosão e pela cultura algodoeira no solo Arenito Bauru. Bragantia 9:125]-132. 1949.         [ Links ]

7. MARQUES, J. Q. A. Conservação do solo em cafèzal. S. Paulo, Boletim da Superintendência dos Serviços do Café, 1950. 234 p. [Separata]         [ Links ].

8. __________Determinação de perdas por erosão. Arch. Fitotéc. Urug. Entr. 3, 4:505-556. 1951.         [ Links ]

9. __________Política de conservação do solo. In Mesas Redondas do Algodão, do Café e da Conservação do Solo. São Paulo, Sociedade Rural Brasileira, 1949. Anais, v. III. p. 809-871.         [ Links ]

10. _________Processos modernos de preparo do solo e defesa contra a erosão. Bahia, Instituto Central de Fomento Econômico, 1950. 198 p. Boletim nº 19).         [ Links ]

11. _________& BERTONI J. Sistemas de preparo do solo em relação à produção e à erosão.. Bragantia 20:[403]-459. 1960.         [ Links ]

12. _________ _________ & GROHMANN F. Determinação de perdas por erosão em São Paulo, de 1943 a 1953. Trabalho apresentado ao 2º Congresso Panamericano de Agronomia, realizado em Piracicaba, 1954 (não publicado).         [ Links ]

13. _________ GROHMANN F., BERTONI J. & ALENCAR F. M. A. Algumas conclusões gerais preliminares das determinações de perdas por erosão realizadas em S. Paulo. III Reunião Brasileira de Ciência do Solo, Recife, 1951. Anais p. 775-804.         [ Links ]

14. PAIVA, J. E. (neto), CATANI R. A., KÜPPER A. (e outros). Observações gerais sôbre os grandes tipos de solo do Estado de São Paulo. Bragantia 11:[227]-253. 1951.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 4 de setembro de 1961.

 

 

1 Trabalho apresentado ao I Congrego Nacional de Conservação do Solo, realizado em Campinas, S. Paulo, de 17 a 23 de julho de 196o.
2 Os autores agradecem pela colaboração prestada na condução dos ensaios, durante a sua permanência na Seção de Conservação do Solo, aos engenheiros-agrônomos J. C. Machado Nogueira (1943); F. M. A. Alencar (de 1946 a 1952); F. Grohmann (de 1944 a 1952). Agradecem, ainda, a colaboração prestada na instalação e condução dos ensaios aos engenheiros-agrônomos que em diferentes época, estiveram como responsáveis pelos trabalhos nas estações experimentais em que foram instalados os sistemas coletores, ou sejam, na Estação Experimental de Mococa: Lineu Carlos de Souza Dias, Mário Vieira de Morais e Túlio Ribeiro Rocha; na Estação Experimental de Campinas: Paulo Cuba de Souza e Reinaldo Forster; na Estação Experimental de Ribeirão Prêto: Oswaldo A. Mamprim, Dirceu P. Barros, Milton Alcover, W. Lazzarini, Antônio Junqueira Reis e Hermano V. Arruda; e, finalmente, na Estação Experimental de Pindorama: Rubens A. Bueno João Aloisi Sobrinho, Marcos P. Penteado e Guilherme de Paiva Castro.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License