SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 númeroUNICOMelhoramento do cafeeiro: XXVIII - Ensaio de seleções regionais em MococaDeficiências minerais nas fôlhas induzidas por moléstias e pragas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Bragantia

versão impressa ISSN 0006-8705

Bragantia vol.24 no.unico Campinas  1965

http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051965000100003 

Adubação mineral da batatinha. II — Vale do Paraíba1

 

Mineral fertilization of potatoes II — Paraiba Valley

 

 

H. GargantiniI; Sylvio de A. NóbregaII; L. S. HungriaIII; A. C. Pimentel WutkeIV; A. ScivittaroV; E. S. FreireVI, 2

IEngenheiro-agrônomo, Seção de Fertilidade do Solo
IIEngenheiro-agrônomo, Seção de Raízes e Tubérculos
IIIEngenheiro-agrônomo, Serviço do Vale do Paraíba, Secretaria da Viação e Obras Públicas
IVEngenheiro-agrônomo, Seção de Fertilidade do Solo
VEngenheiro-agrônomo, Seção de Raízes e Tubérculos
VIEngenheiro-agrônomo, instituto Agronômico

 

 


RESUMO

Em 1962 realizaram-se nove experiências de adubação da batatinha (Solanum tuberosum L.) em solos de várzeas do Rio Paraíba, onde a cultura é feita no inverno e com irrigação. Num esquema fatorial 33, empregaram-se 0, 60, 120 kg/ha de N (sulfato de amônio), 0, 80, 160 kg/ha de P2O5. (superfosfato simples) e 0, 45, 90 kg/ha de K2O (sulfato de potássio). O fósforo, o potássio e 1/3 das doses de nitrogênio foram aplicados na ocasião do plantio; os 2/3 restantes das de nitrogênio, em cobertura, antes da amontoa.
Em média das sete experiências que puderam ser analisadas conjuntamente, os efeitos lineares dos três nutrientes foram positivos, mas sòmente os do nitrogênio e do fósforo foram significativos. As interações entre nutrientes não alcançaram significância, mas as respostas ao nitrogênio, ao fósforo e ao potássio foram bem maiores quando se empregou cada elemento na presença dos outros dois. Neste caso, os efeitos das doses 1 e 2de nitrogênio corresponderam a +3,36 e +3,62 t/ha (+36 e +39%); de fósforo, a +1,76 e +3,85 t/ha ( + 18 e +39%); de potássio, a +0,72 e +1,89 t/ha (+6 e +16%).
Uma das duas experiências excluídas da análise conjunta foi prejudicada nos «stands». Na outra, porém, os três elementos aumentaram significativamente a produção, destacando-se o efeito do fósforo, que atingiu, em média das duas doses, +7,57 t/ha (+354%). Esta experiência foi instalada em solo nunca adubado, ao passo que as demais o foram em áreas que haviam recebido, nas culturas anteriores, duas ou mais aplicações de NPK.


SUMMARY

Nine experiments with potatoes were conducted in 1962 on the lowlands of the Paraiba Valley, State of São Paulo, where they are planted during the dry period (winter) and irrigated by the subsurface method. In those experiment were studied, in a 33 factorial scheme, increasing rates of application of nitrogen, phosphorus, and potassium.
Averaging the seven experiments that could be analysed jointly, the responses due to N, P and K were positive, but only those of N and P were significant. The interactions N x P, N x K, and P x K were insignificant; however, the responses to N, P, and K showed to be much higher where each element was used in the presence of the other two. Under such conditions, the mean responses to N, P. and K corresponded to +37, +28, and +11 per cent, respectively.
One of the two trials excluded from the joint analysis had low and irregular stands. In the other, however, the three nutrients significantly increased the yields, the average increase due to P having reached +354 per cent. While this trial was located on virgin soil, the other eight were conducted in areas fertilized with NPK in the previous crops.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

LITERATURA CITADA

1.  BOOCK, O. J., KÜPPER, A. & SALES, J. M. Adubação mineral para a batatinha (Solanum tuberosum L.). Influência dos elementos N, P e K em solos ricos de matéria orgânica do Vale do Paraíba. Bragantia 11: [211]-222. 1951.         [ Links ]

2.  GOMES, A. GENTIL & FREIRE, E. S. Adubação da batatinha no Vale do Paraíba. Experiências com doses crescentes de N, P e K. Bragantia 21 :[123]-141. 1962.         [ Links ]

3. __________ &__________. Adubação da batatinha no Vale do Paraíba. Experiências com adubos nitrogenados. Bragantia 21:[241 ]-255. 1962.         [ Links ]

4. __________, GARGANTINI, H. & VENTURINI, W. R. Competição entre fertilizante nitrogenado orgânico e mineral na cultura da batatinha. Bragantia 22:[577]-584. 1963.         [ Links ]

5.  NÓBREGA, S. A., SCIVITTARO, A., GARGANTINI, H. (e outros). Adubação mineral da batatinha. I — Região da Alta Sorocabana. Bragantia 23:[83]-94. 1964.         [ Links ]

6.  VERDADE, F. C. HUNGRIA, L. S., RUSSO, R. (e outros). Solos da Bacia de Taubaté (Vale do Paraíba). Levantamento de reconhecimento. Séries monotípicas, suas propriedades genético-morfológicas, físicas e químicas. Bragantia 20:[43]-322. 1961.         [ Links ]

 

 

1 Trabalho apresentado na IV Reunião Anual da Sociedade de Olericultura do Brasil, realizada em Pelotas — RS, de 19 a 25 julho de 1964. Recebido para publicação em 9 de outubro de 1964.
2 Contratado pelo Conselho Nacional de Pesquisas, para colaborar com técnicos do Instituto Agronômico. Sua colaboração no presente trabalho foi prestada na apresentação e interpretação dos resultados obtidos.