SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 issue1IAC 25 (Pedrinhas) and IAC 161 (Taiamã): new wheat cultivarsQuantitative evaluation of fibrous material and hollows of bamboo culms author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

Share


Bragantia

On-line version ISSN 1678-4499

Bragantia vol.49 no.1 Campinas  1990

http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051990000100010 

II. GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS

 

Avaliação do potencial agronômico de introduções de amendoim com vistas ao melhoramento genético

 

Agronomic potential of peanut germplasm of interest to breeding

 

 

Ignâcio José de GodoyI, 1; Sérgio Almeida de MoraesII, 1; Antonio Lúcio Mello MartinsIII, 1; José Carlos Vila Nova Alves PereiraIV; Renato Ferraz de Arruda VeigaV, 1

ISeção de Genética, Instituto Agronômico (IAC), Caixa Postal 28,13001 Campinas (SP)
IISeção de Microbiologia Fitotécnica, IAC
IIIEstação Experimental de Pindorama, IAC
IVEstação Experimental de Ribeirão Preto, IAC
VSistema de Introdução e Quarentena de Plantas, IAC

 

 


RESUMO

Visando à escolha de parentais para o programa de melhoramento de amendoim (Arachis hypogaea L.), avaliaram-se, quanto à capacidade produtiva, vinte e três introduções da coleção de germoplasma do Instituto Agronômico e os cultivares Tatuí e Tatu, este último usado como controle. Os experimentos foram realizados durante o cultivo das águas de 1985/86 e 1986/87, no Centro Experimental de Campinas e na Estação Experimental de Pindorama, e de 1985/86, na Estação Experimental de Ribeirão Preto. Analisaram-se sementes obtidas desses ensaios, à exceção do de Pindorama, 1986/87, quanto ao teor de óleo, e, ainda: as reações de cada tratamento a quatro das principais manchas foliares do amendoim, hábito de crescimento, ciclo e características de vagens e sementes. Destacaram-se, na média dos experimentos, com produtividade significativamente superior ao controle, as linhagens 5475, 5207, 5249 e H-69 e o cultivar Tatuí. As melhores produções foram observadas nas linhagens 5475 (ereta, precoce, do grupo Valência) e 5207 (tipo arbustivo, ciclo longo, do grupo Virgínia), cujas médias foram em 30% superiores à do cultivar Tatu. Apenas as linhagens 269 e 70 apresentaram teores de óleo superiores ao controle em 3%. A 5207 e 5249, de bom desempenho produtivo, tiveram teores de óleo significativamente inferiores ao controle. Algumas das introduções mostraram trazer, no genótipo, além do potencial de produção, algum nível de resistência a doenças, destacando-se a linhagem 5207, como moderadamente suscetível à pinta-preta e à verrugose e moderadamente resistente à mancha-barrenta, e a linhagem 5475, como moderadamente suscetível à pinta-preta, moderadamente resistente à verrugose e resistente à mancha-barrenta e à ferrugem. Pela produtividade e nível de resistência à doença, ambas estão sendo incluídas em cruzamentos com linhagens de bom padrão comercial e qualidade de vagens, por suas limitações para essas características. Resistente à verrugose e resistente à mancha-barrenta e à ferrugem. Pela produtividade e nível de resistência à doença, ambas estão sendo incluídas em cruzamentos com linhagens de bom padrão comercial e qualidade de vagens, por suas limitações para essas características.

Termos de Indexação: amendoim, germoplasma, potencial agronômico.


ABSTRACT

In order to select parental lines for the peanut (Arachis hypogaea L.) breeding program, twenty three lines of the Instituto Agronômico peanut collection, as well as cultivars Tatuí and Tatu, were evaluated for pod yield, reactions to foliar diseases, seed oil content and other plant characters. The evaluations were carried out during the spring-summer growing seasons of 1985 and 1986 at the Centro Experimental de Campinas and Pindorama Experimental farm and, 1985, at the Ribeirão Preto, Experimental farm. State of São Paulo, Brazil. Lines 5475, 5207, 5249 and H-69, and the cultivar Tatuí significantly higher than the control (cv. Tatu). The best yields were observed in lines 5475 (an erect, short-cycle line of the Valência group) and 5207 (a "bunch" type, long-cycle line of the Virginia group) which showed average yields 30% higher than the cultivar Tatu. Lines 269 and 70 were the only ones to present seed oil contents superior to the control, in 3%. The good yielders, 5207 and 5249, presented oil contents significantly lower than the control. Some of the lines showed to bear, in their genotypes, along with the yield potential, some level of resistance to the main foliar diseases. That was the case of line 5207, rated as moderately suscetible to late leafspot and scab, and moderately resistant to web blotch, and line 5475, as moderately suscetible to late leafspot, moderately resistant to scab and resistant to web blotch and rust. For their yielding ability and levels of disease resistance, these lines have already been included in crosses with lines that have trait for good pod type and quality, as both present limitations on these characteristics.

Index terms: peanut, germplasm, agronomic potential.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

GODOY, I.J. & MORAES, S.A. Herança da resistência a Cercosporidium personatum e correlação com caracteres agronômicos em cruzamentos intra-específicos de amendoim. Fitopatobgia Brasileira, Brasília, 12(3):245-250, 1987.        [ Links ]

__________ ; PEREIRA, J.C.V.N A & MARTINS, A.L.M. Capacidade de produção de grãos e de óleo em linhagens e cultivares de amendoim. Bragantia, Campinas, 48(1):27-38, 1989.        [ Links ]

HAMMONS, R.O. Research and extension inputs resulting in high yields of groundnuts in the USA. In: INTERNATIONAL WORKSHOP ON GROUNDNUTS, Patancheru, 1980. Proceedings, Patancheru, ICRISAT, 1980. p.33-39.        [ Links ]

INFORMAÇÃO SEMANAL CACEX. Rio de Janeiro, Banco do Brasil S.A., n.960, 1985.        [ Links ]

LASCA, D.H.C. Amendoim: produção em São Paulo, A Granja, Porto Alegre, 40(443):74-78, 1984.        [ Links ]

MORAES, S.A. & GODOY, I J, Avaliação da resistência a Cercosporidium personatum em genótipos de Arachis hypogaea. Summa Phytopathotogica, Jaboticabal, 11(3/4):140-151, 1985a.        [ Links ]

__________ & __________. Diferentes níveis de resistência a Cercosporidium personatum em genótipos de Arachis hypogaea. Summa Phytopathotogica, Jaboticabal, 11:(1/2):74-86, 1985b.        [ Links ]

__________ ; __________ & GERIN, M.A.N. Avaliação da resistência de Arachis hypogaea a Pucciaia arachidis, Sphacetoma arachidís e Phoma arachidicola. Fitopatotogia Brasileira, Brasilia, 8(3):499-506, 1983.        [ Links ]

__________ ; __________ ; __________ ; PEDRO JÚNIOR, M.J. & PEREIRA, J.C.V.NA Epidemiologia de Cercosporidium personatum em genótipos de amendoim. Fitopatotogia Brasileira, Brasilia, 13(3):255-260, 1988.        [ Links ]

NORDEN, A.J.; SMITH, O.D. & GORBET, D.W. Breeding of the cultivated peanut. In: PATTEE, H.E. & YOUNG, C.T., eds. Peanut science . and technology. Yoakum, Texas, American Peanut Research and Education Society, 1982. p.95-122.        [ Links ]

POMPEU, A.S.; GERIN, MAN.; PEREIRA, J.C.V.N.A.; BORTOLETTO, N.; YOKOYAMA, T.; HOJO, S. & NAGAI, G.M. Estimativa da capacidade produtiva de novas linhagens de amendoim (Arachis hypogaea L.) no Estado de São Paulo. Ciência e Cultura, São Paulo, 38(6):1075-1080, 1986.        [ Links ]

SÃO PAULO. Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Coordenadoria da Pesquisa Agropecuária. Programa Integrado de Pesquisa: oleaginosas, por I.J. de Godoy, A. Savy Filho, J.S. Tango, R.M.G. Úngaro & P.R. Mariotto. SãoPaulo, 1985. 33p.        [ Links ]

STEEL, R.G.D. & TORRIE, J.H. Analysis of variance. I: the one-way classification. In: __________ & __________ . Principles and procedures of statistics. New York, McGraw-Hill, 1960. p.99-131.        [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 17 de janeiro e aceito em 6 de abril de 1990.

 

 

Parcialmente financiado por recursos de convênio com a EMBRAPA.
1 Com bolsa de pesquisa do CNPq.