SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.79 issue6Childhood acute myeloid leukemia: how are we doing in Brazil? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

J. Pediatr. (Rio J.) vol.79 no.6 Porto Alegre Nov./Dec. 2003

http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572003000600001 

EDITORIAL

 

O Jornal de Pediatria para o mundo

 

 

Renato S. Procianoy

Editor-Chefe do Jornal de Pediatria

 

 

Há um contingente aproximado de 25000 revistas médicas no mundo e a grande maioria apresenta um alcance local. Para que uma revista tenha uma visibilidade ampla, é essencial que ela esteja inserida num banco de dados de acesso internacional, permitindo uma pesquisa sistematizada. O Index Medicus/MEDLINE (IM/MEDLINE) é, atualmente, o mais importante banco de dados da área biomédica. Nele estão catalogadas cerca de 4600 revistas que foram criteriosamente selecionadas. A inclusão do Jornal de Pediatria nesse seleto grupo permite que os seus artigos possam ser pesquisados e acessados através do PubMed.

Essa conquista que muito orgulha o Conselho Editorial do Jornal de Pediatria e a Sociedade Brasileira de Pediatria trouxe novos desafios.

A facilidade com que um grande número de leitores possa ler os artigos de uma revista também é fundamental para que ela alcance uma ampla divulgação. Atualmente, o Jornal de Pediatria publica seus artigos em português ou espanhol e disponibiliza, na revista eletrônica (www.jped.com.br), os textos na íntegra em português e em inglês de todos os artigos publicados.

O Conselho Editorial do Jornal de Pediatria sabe que a satisfação dos autores e dos leitores de uma revista científica é fundamental para que o seu sucesso seja alcançado. Ambos almejam uma revista de excelência, com critérios científicos e éticos rigorosos. Entretanto, embora possa parecer inacreditável, algumas vezes os interesses são conflitantes. Os autores têm, por objetivo, divulgar as suas pesquisas e os leitores têm o interesse de lê-las com facilidade.

Atualmente, os artigos são indexados no IM/MEDLINE no idioma em que está impresso, ou seja, em português ou espanhol. Apesar de existir uma versão eletrônica na íntegra em inglês desse mesmo texto, ao ser feita uma pesquisa bibliográfica no PubMed, se os pesquisadores colocarem o fator limitante idioma, optando por publicações em inglês, os artigos publicados no Jornal de Pediatria em português ou espanhol não serão mostrados. Esse processo é muito comum nas pesquisas bibliográficas feitas em diversos grandes centros internacionais de pesquisa, uma vez que a língua inglesa é tradicionalmente utilizada nas publicações médicas.

O Jornal de Pediatria tem o interesse de se tornar uma revista de grande abrangência. È importante que os artigos publicados no Jornal de Pediatria sejam lidos pela comunidade científica, assim como esperamos que investigadores não brasileiros publiquem no Jornal de Pediatria.

Esse é um dos dilemas decorrentes do crescimento e do desenvolvimento do Jornal de Pediatria nos últimos anos. É impossível amadurecer sem alguma dor e sofrimento. Após inúmeras consultas e ponderações que incluíram a opinião de autores, leitores, e da presidência da SBP, o Conselho Editorial estabeleceu algumas conclusões que serão implementadas a partir do próximo número do Jornal de Pediatria.

Os artigos serão publicados no idioma que os autores submeterem (português, espanhol ou inglês), e esses artigos estarão sempre disponíveis na versão eletrônica do Jornal de Pediatria na íntegra em português. Dessa forma, os autores terão a liberdade de publicar no idioma que acharem mais adequado. Os artigos de revisão e os suplementos têm o objetivo de atualizar os leitores do Jornal de Pediatria em assuntos de grande interesse pediátrico e são dirigidos, principalmente, ao pediatra brasileiro e, portanto, serão sempre, obrigatoriamente, publicados em português, constando as versões em português e inglês na revista eletrônica.

Com essas medidas, esperamos estar contentando os nossos dois mais importantes públicos alvos: autores e leitores.