SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 issue1Action mechanism of inhalational anesthetics author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Rev. Bras. Anestesiol. vol.52 no.1 Campinas Jan./Feb. 2002

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942002000100014 

NECROLÓGIO

 

Carlos Arthur Cabral de Menezes (18.12.1919 * - 15.09.2001 )

 

 

Walter Silva Machado

 

 

Vida acadêmica:

Passou a se interessar pela Anestesiologia em 1943, ainda no quarto ano de Medicina, quando freqüentava como interno, as enfermarias trinta e trinta e um da Santa Casa de Misericórdia, sob a chefia do Dr. Paulo César de Andrade, seu grande incentivador.

Como auxiliar acadêmico na Equipe Chapot Prevost, no antigo Hospital do Pronto Socorro (atual Hospital Souza Aguiar), da Prefeitura do Distrito Federal (1944-1945), ali, logo ao chegar, passou a ser chamado para executar anestesias, pois ele já manejava o aparelho de Mc Kesson, bem como, alguns agentes anestésicos, inclusive com curarizantes, tendo como chefe o Dr. Herbert de Brito Lyra, após o regresso da Força Expedicionária Brasileira, na Itália.

Atividades profissionais:

Formou-se pela Faculdade Nacional de Medicina, na turma de 1945.

Em 1947 realizou sua primeira anestesia no Hospital da Real e Benemérita Sociedade Portuguesa de Beneficência, local onde permaneceu por toda a sua vida, somente se retirando dela ao final em função de sua saúde.

Na Prefeitura do Distrito Federal prestou concurso para o cargo de médico, em 1950. Foi designado para Hospital Geral Miguel Couto, onde passou a trabalhar no Serviço de Anestesia com o Dr. Hermann de Byron Soares de Araújo Filho e o acadêmico Walter Silva Machado.

Ao ser criado o SAMDU (Serviço Médico de Urgência), foi designado seu Chefe do Serviço de Anestesia (1955 – 1965), quando esta entidade foi absorvida pelo Instituto Nacional da Previdência.

Mediante concurso foi levado à Chefe do Serviço de Anestesiologia do Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, de 1960 a 1965.

Atividades associativas:

Ingressou na Sociedade Brasileira de Anestesiologia, como um dos sócios fundadores, em 1948.

Prestou prova para a obtenção do Título de Especialista em Anestesiologia (TEA), realizada durante o IV Congresso Brasileiro de Anestesiologia, em Porto Alegre (1957).

No âmbito da SBA atuou em diversas comissões, sendo que na do TEA fez parte de 1966 a 1968. Na Sociedade Regional a sua participação, foi bastante intensa e prestativa, em comissões diversas, sendo Presidente da Sociedade de Anestesiologia do Estado da Guanabara em 1950.

Foi membro de Comissões Examinadoras, alguns concursos públicos nas áreas da Previdência Social Nacional e em outras entidades.

De sua vivência proporcionou a iniciação dos colegas Antônio Pádua de Silva Reis, José Paulo de Figueiredo Drumonnd, Maurício Fernando Lossio e Seiblitz, Robert Charles Marinho e Fernando Cidade.

Trabalhos:

Dentre outros, destacamos por nos parecer como inédito até aquela época o “Indicação de anestesia e via de administração do agente anestésico na amputação de língua”. Revista Brasileira de Cirurgia, 1948;11.

Sempre foi cordial com os que o cercavam. Colaborador, quando solicitado, não media esforços para levar avante as tarefas que lhes eram passadas.

Deixou a sua esposa e companheira a Sra. Maria Yvone Cabral de Menezes, os filhos Ricardo Luiz e Ângela Cristina, um genro e quatro netos, para todos uma saudade.