SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 issue4Intraoperative Pulmonary Barotrauma During Ophthalmologic Surgery: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Rev. Bras. Anestesiol. vol.58 no.4 Campinas July/Aug. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942008000400017 

CARTAS AO EDITOR

 

Réplica

 

 

Sra. Editora,

Em resposta a réplica pela HB Hospitalar Indústria e Comércio Ltda., através de sua Gerência Administrativa, ao artigo "Barotrauma Pulmonar no Intra-Operatório de Procedimento Cirúrgico Oftalmológico. Relato de Caso", publicado na Rev Bras Anestesiol, 2008;58(1):63-68, vimos esclarecer:

O aparelho em questão, em período de garantia, fez parte de um lote de quatro unidades, adquirido em caráter emergencial pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. De acordo com a chefia do Serviço à época, os mesmos teriam sido montados, como de praxe, pelo fabricante. Todos obedecendo à mesma configuração, não tendo partido da mesma qualquer solicitação para alterações nas condições originais dos referidos equipamentos. Em nosso entender, ainda que o usuário houvesse solicitado alterações que viessem a oferecer riscos operacionais, estas deveriam ser previamente ponderadas pelo fabricante com o solicitante, dissuadindo-o das mesmas.

Decorrido tempo suficiente para a análise do problema, em nenhum momento nos foi comunicado que providências teriam sido tomadas para que o fato não se repetisse com outros usuários. Ao contrário, segundo o fabricante, o ocorrido aconteceu em decorrência de mau uso do equipamento, que teria sido exposto a improvisações, o que, efetivamente, não houve. Entretanto, o mesmo efetuou a troca do tubo liso, passível de acotovelamento, por outro adequado para a função. Ainda, segundo a replicante, medidas foram tomadas junto ao departamento de engenharia para que se evitasse a repetição do problema, o que revela um reconhecimento oportuno da condição de risco.

Não foi nossa intenção denegrir a imagem da empresa. O objetivo da publicação foi tão-somente alertar aos colegas sobre potenciais complicações com o detalhe técnico apontado, chamando atenção, em caráter didático, para a importância da observação de pormenores pelo anestesiologista.

Atenciosamente,

Affonso H. Zugliani, TSA
Rua Ipiranga, 32/801
22231-120 Rio de Janeiro, RJ