SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 issue5Intraoperative pulmonary barotrauma during ophthalmologic surgery: case reportJoão Lopes Vieira *22/07/1935 - †28/04/2008 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Anestesiologia

Print version ISSN 0034-7094

Rev. Bras. Anestesiol. vol.58 no.5 Campinas Sept./Oct. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942008000500017 

CARTAS AO EDITOR

 

Réplica

 

 

Caro Dr. Guilherme,

Quero inicialmente agradecer a atenção destinada ao nosso artigo e esclarecer alguns pontos comentados. O esquema, como bem assinalou, apresenta, por equívoco, uma inversão com relação à sinalização dos fluxos ins- e expiratórios do aparelho. No relato, foi omitido também que o acidente ocorreu após a interrupção da ventilação mecânica, mantendo-se o paciente conectado ao circuito, objetivando-se reassumir ventilação espontânea. Nessa condição, o ocorrido é facilmente comprovável, bastando que se oclua o tubo condutor dos gases inspiratórios, conforme ilustrado no artigo. Observa-se assim que o fluxo de gases frescos será dirigido diretamente ao paciente, sem que o manômetro do respirador acuse hiperpressão no sistema e sem que haja enchimento da bolsa reservatório; em conseqüência, sem extravasamento pela válvula pop-off. A troca por tubo tipo traquéia, realizada pelo fabricante, impediu a repetição do problema. É importante deixar claro que a configuração original do aparelho não foi alterada pelos colegas usuários e que os mesmos já estavam familiarizados com o seu uso por ocasião do ocorrido.

Dr. Affonso H. Zugliani, TSA