SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número3Sendo enfermeira no centro de terapia intensivaO papel do enfermeiro de saúde publica: projeções no ensino índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Enfermagem

versão impressa ISSN 0034-7167

Rev. bras. enferm. vol.48 no.3 Brasília jul./set. 1995

https://doi.org/10.1590/S0034-71671995000300007 

ARTIGOS

 

Enfermagem: fatores de satisfação*

 

 

Sérgio Ribeiro dos Santos; José Rodrigues Filho

 

 


RESUMO

A proposta deste estudo é analisar os fatores de satisfação no trabalho dos enfermeiros de hospitais e centros de saúde da cidade de João Pessoa. Para coleta de dados utilizou-se um questionário com uma escala similar à de Likert. A análise fatorial foi utilizada para identificar alguns fatores, que foram denominados de autonomia com integração social, reconhecimento da importância do trabalho, pagamento, política organizacional, relação administração-enfermagem e trabalho em si. Em geral, concluise que há uma forte tendência a insatisfação no trabalho dos enfermeiros provocados pela ausência de fatores higiênicos e motivacionais identificados.

Unitermos: Satisfação - Enfermagem - Insatisfação


ABSTRACT

The purpose of this study is to analyse the factors related to nurse work satisfaction. A total of 164 nurses working in hospitals and health centers have been interviewd in Joáo Pessoa, Brazil. A questionnaire was designed for data collection using a like Likert scale. Factor analysis have been used to identify some factors that have been called autonomy and social interaction, recognition of work importance, payment, organizational policy, nursing administration relations and work itself. In general, it has been found that nurses had work dissatisfaction in João Pessoa.

Keywords: Satisfaction - Nursing - Unsatisfaction


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

01. ARMSTRONG, T. B.. Job content and context factors related to satisfaction for different occupactional levels. Journal of applied psycology, v. 25, n.1, p.57 - 65, 1971.         [ Links ]

02. BATISTA, W. A. A contribuição ao estudo da assistência de enfermagem. Análise de alguns fatores relacionados a administração em enfermagem que podem interferir na assistência ao paciente. Ribeirão Preto, São Paulo, 1979. Dissertação (mestrado). Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto-USP.         [ Links ]

03. CRONIN-STUBBS, D. Job satisfaction and dissatisfaction among new graduate staff nurse. Journal of nursing administration, v. 10, n. 7, p. 44-9, Dec, 1977.         [ Links ]

04. DAWES, R. M. Fundamentos y técnicas de medición de actitudes. México: Lisuma, 1975. 193 p.         [ Links ]

05. DISLACIO, C. M. D. S. Satisfação no desenpenho profissional de enfermagem: estudos sobre necessidades psicossocial. São Paulo, 1977. Dissertação (mestrado) USP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.         [ Links ]

06. EVERLY II, G. S., FACIONE, R.L. Perceived dimensions of satisfaction for state registered nurses. Nursing research, v. 25, n. 5, p. 346 - 7, setp./out., 1976.         [ Links ]

07. HERZBERG, F., MAUSNER, B., SNYDERMAN, B. B. The motivation to work. 2. Ed. New Work: Jonh Wiley & Sons, 1959. 157p.         [ Links ]

08. HULIN, C. L, SMITH, P. A. An empirical investigation of two implications of the two-factor theory of job satisfaction. Journal of applied psychology, v. 51, n. 5, p. 396-402, 1967.         [ Links ]

09. LOCKE, E. A., WHITING, R. J. Sources of satisfaction and dissatisfaction among solo waste management amployees. Journal of applied psychology, v. 59, n. 2, p. 145 - 56, 1974.         [ Links ]

10. MELO, C. Divisão social do trabalho em enfermagem. São Paulo: Cortez, 1986. 94p.         [ Links ]

11. MOORES, B., SINGH, B. B., TUM, A. Attitudes of 2325 active and inactive nurses to aspects of their work. Jounal of advanced nursing, v. 7, n. 5, p. 483-9, 1982.         [ Links ]

12. NIE, Norman, et al. Statistical package for the social sciences. 2. Ed. New York: McGraw-Hill, 1975.         [ Links ]

13. RICHARDSON, R. J., WANDERLEY, J. C. V. Medição de atitudes nas ciências sociais da conduta. João Pessoa: Universitária-UFPB, 1985.         [ Links ]

14. RUMMEL, R. J. Understanding factor analysis. Journal of conflict resolution, v. 11, n. 4, Apr., 1967.         [ Links ]

15. SLAVITT, D., et al. Nurses satisfaction with their work situation. Nursing research, v. 27, n. 2, p. 114-20, Mar./Apr., 1978.         [ Links ]

16. STAMPS, P. L, PIEDMONT, E. B. Nurses and work satisfaction an index for measurement. Michigam: Health administration press perspective, Ann Abor, 1986. 125 p.         [ Links ]

17. SUMMERS, G. F. Medición de actitudes. México: Trillas, 1976.         [ Links ]

18. WANDELT, M. A, PIERCE, P. M., WIDDOWSON, R. R. Why nurses leave nursing and what can be about it. American Journal of Nursing, v. 11, n. 1, p. 72 - 7, jan., 1981.         [ Links ]

19. WERNIMONT, P. F. Intrinsic and extrisinc factors in job satisfaction. Journal of applied psychology, v. 22, n. 1, p. 41 - 50, 1966.         [ Links ]

20. WRITE, C, MAGUIRE , M. Job satisfaction and dissatisfaction of Herzberg's theory. Nursing research, v. 22, n. 1, p. 25 -30, Jan. /Feb., 1973.         [ Links ]

 

 

* Trabalho presentado como Tema Livre no 45° Congresso Brasileiro de Enfermagem. Olinda - Recife, 28 de novembro a 3 de dezembro de 1993.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons