SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue6Air transport of patients: analysis of scientific knowledgeData standards, terminology and classification systems for caring in health and nursing author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista Brasileira de Enfermagem

Print version ISSN 0034-7167

Rev. bras. enferm. vol.64 no.6 Brasília Nov./Dec. 2011

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672011000600022 

REVISÃO

 

Filosofia buberiana e a produção da pós-graduação Stricto Sensu brasileira: revisão integrativa

 

Buberian philosophy and the Brazilian Stricto Sensu postgraduate production: integrative review

 

Filosofía buberiana y la producción en el posgrado Stricto Sensu brasileño: revisión integrativa

 

 

Diego SchaurichI; Maria da Graça Oliveira CrossettiII; Stela Maris de Mello PadoinIII

ICentro Universitário Franciscano, Departamento de Enfermagem. Santa Maria-RS, Brasil. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (Doutorando). Porto Alegre-RS, Brasil
IIUniversidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Enfermagem, Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Porto Alegre-RS, Brasil
IIIUniversidade Federal de Santa Maria, Departamento de Enfermagem Grupo de Pesquisa Cuidado às Pessoas, Famílias e Sociedade. Santa Maria-RS, Brasil

Autor correspondente

 

 


RESUMO

Revisão integrativa que objetivou caracterizar a produção do conhecimento da Pós-Graduação Stricto Sensu brasileira que se desenvolveu à luz da filosofia de Martin Buber. A coleta de dados ocorreu no Banco de Teses da CAPES e 66 produções compuseram a amostra. O período de 2003 a 2007 agrupou a maioria dos estudos que foram defendidos em programas de Educação e Psicologia. A maior parte foi produzida na região Sudeste e focada nas temáticas processo ensino-aprendizagem e sexualidade humana. Conclui-se que a utilização deste referencial, por sua abrangência e complexidade, tem servido a diferentes disciplinas do conhecimento no subsídio a distintos objetos de investigação. Ainda, configura uma alternativa à saúde e à Enfermagem para o desenvolvimento do cuidado relacional-dialógico e humanístico.

Descritores: filosofia em enfermagem; pesquisa em enfermagem; saúde; educação.


ABSTRACT

This integrative review aimed to characterize the knowledge production of the Brazilian Stricto Sensu postgraduate programs, developed in the light of Martin Buber's philosophy. Data were collected from CAPES (Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel) Data Bank and the sample consisted of 66 productions. Most of the studies were developed in Education and Psychology Programs, and carried out between 2003 and 2007. Most of them were produced in the Southeastern region. The main focus was on the teaching-learning process and human sexuality. One concludes that, due to its broadness and complexity, this referential has assisted different areas of knowledge, and subsidizing distinct objects of investigation. In addition, it represents an alternative to health and to nursing for the development of relational-dialogical and humanistic care.

Key words: philosophy in nursing; nursing research; health; education.


RESUMEN

Revisión integrativa que tuvo como objetivo caracterizar la producción del conocimiento del Postgrado Stricto Sensu brasileño que se desarrolló a la luz de la filosofia de Martín Buber. La recolección de datos se realizó en el Banco de Tesis de la CAPES y 66 producciones compusieron el muestreo. El período de 2003 a 2007 agrupó la mayoría de los estudios que fueron defendidos en los programas de Educación y de Psicología. La mayor parte de los estudios fueron producidos en la región Sudeste y enfocados en las temáticas proceso enseñanza-aprendizaje y sexualidad humana. Se concluye que la utilización de este referencial, por su amplitud y complejidad, ha servido a distintas disciplinas del conocimiento, configurándose en una alternativa para la salud y la enfermería, en el desarrollo del cuidado relacional, dialógico y humanístico.

Palabras clave: filosofía en enfermería; investigación en enfermería; salud; educación.


 

 

INTRODUÇÃO

O ato de investigar tem recebido, atualmente, especial destaque por parte das comunidades acadêmica e científica em virtude de sua capacidade e potencialidade de questionar as situações cotidianas, bem como instigar novas reflexões e buscar soluções aos problemas individuais e/ou coletivos da humanidade. O aumento em quantidade e qualidade das pesquisas brasileiras é resultado de uma série de movimentos engendrados à teia social, como a criação e expansão dos cursos de mestrado e doutorado, principalmente a partir da segunda metade do século XX.

A pesquisa, então, tem sido uma das mais importantes estratégias utilizadas por diferentes áreas e disciplinas científicas com a finalidade de produzir (novos) conhecimentos e, assim, dar conta das necessidades e demandas sociais e profissionais. Para que isso aconteça, faz-se necessário que elas sejam consumidas pela comunidade acadêmica e por profissionais da área com vistas a impactar a prática, seja no sentido de ratificar o que está sendo feito, seja no sentido de problematizar e (re)ordenar os contextos e ações/atividades de trabalho.

No Brasil, grande parte do conhecimento produzido é oriundo da pós-graduação Stricto Sensu que, em virtude de sua organização, desempenho e integração com outros órgãos (por exemplo, com a CAPES, com o CNPq), é "capaz de outorgar à Instituição de Ensino Superior, o caráter universitário que a caracteriza como centro criador de ciência e cultura"(1:666). Considera-se, ainda, que além do incremento e qualidade da produção científica que tem conferido ao país lugar de destaque no cenário internacional, a pós-graduação tem contribuído com a formação de docentes e pesquisadores comprometidos com o desenvolvimento acadêmico e social.

Em virtude disso, elegeu-se como objeto desta investigação a produção da Pós-Graduação Stricto Sensu brasileira referente à filosofia de Martin Buber. Justifica-se a realização deste estudo por ser o pensamento buberiano foco de interesse dos autores(2-4), uma vez que acreditam ser este um referencial filosófico que se estrutura em conceitos que podem ser apropriados para o estudo de diferentes fenômenos das práticas de saúde e enfermagem.

Salienta-se que, na Enfermagem, o pensamento buberiano foi inicialmente aproximado quando da elaboração da Teoria de Enfermagem Humanística de Paterson e Zderad(5), a qual considera o cuidado um encontro relacional-dialógico entre um ser que necessita de ajuda e outro que a oferece. Este referencial tem contribuído para a possibilidade de se (re)pensar os diferentes encontros entre os seres humanos e os modos com que a palavra e o diálogo se estabelecem no mundo do cuidar em enfermagem.

Neste sentido, tem-se como objetivo caracterizar a produção do conhecimento da Pós-Graduação Stricto Sensu brasileira que se desenvolveu à luz do referencial teórico-filosófico de Martin Buber.

 

METODOLOGIA

Estudo do tipo revisão sistemática em que se optou pela modalidade revisão integrativa, a qual é definida como um método de avaliação crítica que agrupa os resultados de estudos e pesquisas que versaram acerca de um mesmo tema ou objeto, com o intuito de analisar e sintetizar esses dados para desenvolver uma explicação mais abrangente de um fenômeno em específico(6).

A revisão integrativa desenvolve-se em cinco etapas(6), quais sejam: formulação do problema, coleta dos dados, avaliação dos dados coletados, análise e interpretação dos dados e apresentação dos resultados. Desta forma, na etapa da formulação do problema partiu-se da seguinte questão norteadora: quais são as características da produção do conhecimento de cursos de mestrado e doutorado do país que utilizaram o pensamento de Martin Buber?

Na segunda etapa definiu-se o banco de dados que foi utilizado, as estratégias de busca dos estudos e os critérios de inclusão e exclusão. Elegeu-se, então, o Banco de Teses da CAPES para a coleta dos dados, o qual concentra 455.873 dissertações e teses defendidas entre os anos de 1987 e 2008. A metodologia da revisão integrativa recomenda o uso de descritores a fim de minimizar vieses de seleção e possibilitar a replicação da pesquisa. Porém, percebeu-se, neste caso, a inviabilidade de se encontrar um descritor que abrangesse a totalidade dos estudos, bem como a diversidade de produções que utilizaram o referencial buberiano.

Como estratégia de busca utilizou-se, em um primeiro momento, a expressão "Martin Buber" para se ter acesso à relação dos estudos, localizando-se um total de 59 dissertações/teses. Contudo, constatou-se que alguns trabalhos que se conhecia não haviam figurado nesta relação. Optou-se, assim, pela segunda estratégia de busca: usar apenas a palavra "Buber" no campo assunto do Banco de Teses, o que possibilitou encontrar 94 produções. Como critérios de inclusão estabeleceu-se que as dissertações/teses deveriam utilizar o referencial filosófico de Martin Buber como fundamentação teórica e serem de qualquer área do conhecimento, e como critério de exclusão eliminou-se aqueles trabalhos que apenas citaram o nome do filósofo em seus resumos.

Estas 94 produções passaram por uma leitura cuidadosa e criteriosa de seus resumos quando, então, 66 estudos foram incluídos e compuseram material para esta revisão. Na terceira etapa foi criado um instrumento para a avaliação dos trabalhos, bem como a seleção das variáveis que permitiram o alcance do objetivo proposto. O instrumento foi elaborado na forma de quadros analíticos que agruparam dados de identificação do autor, título da dissertação/tese, ano de defesa, Programa de Pós-Graduação, região geográfica, objetivo e resultado das produções.

Na quarta etapa, que se caracteriza pela síntese, comparação e discussão das variáveis extraídas das produções, foram construídas tabelas e os resultados foram analisados de forma descritiva e aproximados da literatura existente. A quinta etapa, que consiste na apresentação dos resultados (seja em forma descritiva, de tabelas e/ou gráficos), está contemplada na configuração deste artigo e foi organizada de modo a auxiliar na compreensão das contribuições que o referencial teórico-filosófico de Martin Buber tem oferecido a diferentes áreas do conhecimento.

 

RESULTADOS

O corpus de investigação incluiu 66 trabalhos que se desenvolveram à luz do referencial buberiano, sendo 52 dissertações e 14 teses. A tabela 1 apresenta a distribuição destas produções por ano em que foram defendidas.

 

 

Em relação aos Programas de Pós-Graduação nos quais as dissertações/teses foram desenvolvidas, optou-se por agrupá-los levando em consideração as áreas de conhecimento(7) a que estão vinculados. A maioria dos estudos (n=43) pertence à área das Ciências Humanas em seus diferentes cursos Stricto Sensu, conforme tabela 2.

Ao se estratificar os dados por região geográfica, constata-se que o sudeste brasileiro produziu 45 estudos (36 dissertações e 9 teses). Em seguida veio a região centro-oeste, na qual foram defendidos 8 trabalhos (5 de mestrado e 3 de doutorado) e a região sul brasileira com 6 dissertações produzidas. O nordeste, por sua vez, contribuiu com 5 estudos, dos quais dois de doutorado, e na região norte encontrou-se 2 dissertações de mestrado.

A tabela 3 contém as temáticas mais abordadas e discutidas à luz da filosofia de Martin Buber, de acordo com a freqüência que apareceram em cada uma das grandes áreas do conhecimento(7), destacando-se o processo ensino-aprendizagem e a sexualidade humana.

 

DISCUSSÃO

O referencial de Martin Buber pode ser considerado pertencente à vertente existencial-fenomenológica, embora o filósofo tenha resistido à vinculação a uma corrente específica a fim de não limitar seu pensamento(8). Sua obra contém um movimento dinâmico, pois ao mesmo tempo em que apresenta questionamentos e reflexões acerca da existência e vivências do ser humano, preocupa-se com suas situações cotidianas e práticas experienciadas, no mundo. E, para tanto, utiliza-se de conceitos como encontro, reciprocidade, diálogo, comunidade, inter-humano e intersubjetividade para elaborar e conduzir seu pensamento.

Muito em virtude da abrangência e complexidade da filosofia buberiana é que ela vem sendo utilizada e desenvolvida em nível da pós-graduação Stricto Sensu brasileira, para além das possibilidades de contribuições que oferece. Então, quando se analisa a amostra desta revisão constata-se que o primeiro estudo (dissertação) fundamentado no referencial de Martin Buber data de 1987(9), mesmo ano em que o Banco de Teses da CAPES disponibiliza as produções.

A análise dos dados evidencia, ainda, que a partir de 1997 houve, em todos os anos, a defesa de estudos envolvendo a filosofia buberiana, com destaque para 2005 em que foi produzido o maior número de teses (4) e, também, o maior número de estudos defendidos no período (10). Identificou-se que o total por ano foi variável; porém ao se agrupar os dados observa-se que o 1º período (1987-1997) totalizou oito trabalhos, enquanto que o 2º período (1998-2002) contou com 20 estudos e, por fim, no 3º período (2003-2008) ocorreu a defesa de 38 dissertações/teses. Os dados revelam que este referencial vem sendo cada vez mais utilizado, refletindo em sua apropriação pela pós-graduação brasileira em virtude de ser objeto de estudo de pesquisadores.

Esta tendência de crescimento pode ser justificada por uma necessidade das diferentes disciplinas em (tentar) responder as dificuldades e carências profissionais, sociais e artístico-culturais, a partir de uma proposta filosófica que objetiva resgatar o que o ser humano tem de mais autêntico: sua humanidade(10). O pensamento de Buber pode ser considerado relacional-dialógico, pois foca-se nas relações que se instauram entre os seres e na palavra como sendo dialógica(3).

Constatou-se o expressivo destaque da área do conhecimento Ciências Humanas na produção de dissertações/teses fundamentadas em Buber, correspondendo a 65,2% do total, em especial dos programas de Educação e de Psicologia que desenvolveram, respectivamente, 14 e 10 trabalhos, principalmente em nível de mestrado. Isto porque tanto a educação quanto a psicologia apresentam correntes epistemológicas sustentadas por Martin Buber, o qual se constitui em relevante pensador das causas educacionais e é referenciado na vertente da gestalt-terapia psicanalítica(11). Pode-se considerar, ainda, que estas disciplinas, de um modo geral, estruturam-se a partir de relações humanas (professor-aluno, psicólogo-cliente) que são permeadas pela palavra dialógica (para educar/aprender, cuidar/curar), nas quais o encontro com o outro acontece. Encontro compreendido como fenômeno que é a essência das inter-relações dialógicas humanas(10,12).

Em relação à produção de doutorado, a primeira análise a ser feita recai sobre a área do conhecimento Ciências Humanas que foi responsável pelo desenvolvimento de 50% do total de teses, sustentando o interesse destes profissionais em utilizar a filosofia buberiana em suas pesquisas. A outra análise refere-se aos Programas de Pós-Graduação que mais produziram trabalhos de doutorado: Engenharia de Produção e o de Desenvolvimento Sustentável, com 4 e 3 estudos, respectivamente. Isso pode ser explicado pelo fato de que em ambos encontram-se linhas e núcleos de pesquisa que privilegiam a aplicação deste referencial nas produções Stricto Sensu.

Faz-se necessário destacar, ainda, outros dois importantes aspectos observados: o primeiro refere-se à diversidade de programas Stricto Sensu que vem utilizando a filosofia buberiana em suas produções, o que revela os múltiplos usos deste referencial e suas diferentes possibilidades de apropriação e aproximação com objetos específicos de cada área. O segundo aspecto diz respeito à reduzida produção de dissertações/teses fundamentadas no pensamento de Martin Buber pelos Programas de Pós-Graduação de Filosofia, uma vez que encontrou-se apenas três estudos(13-15).

Para o que tange à região geográfica brasileira em que estão localizados os programas de pós-graduação, encontrou-se que o Sudeste despontou como a principal produtora de dissertações e teses (68,2%), o que converge com a concentração de Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu, uma vez que apresenta 2.193 cursos do total de 4.111 existentes no país(16). Este achado se assemelha aos resultados de outras investigações que analisaram a produção de outros saberes específicos(17-19). Além disso, existe, também nesta região, diversas linhas e grupos de pesquisa que se dedicam ao estudo aprofundado do referencial teórico-filosófico de Martin Buber, como o Curso de Engenharia de Produção, na área de Gestão e Inovação, linha de pesquisa Gestão de Iniciativas Sociais que produziu 9 dissertações/teses(20-28) das 10 defendidas na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Outras análises referem-se a segunda colocação ocupada pela região centro-oeste que contribuiu com a elaboração de 8 estudos(29-36), mesmo estando atrás das regiões sul e nordeste no que tange ao número de cursos Stricto Sensu, pois apresenta um total de 272 ao passo que estas últimas regiões têm, respectivamente, 812 e 676 cursos(16), achado que indica um interesse por parte dos grupos de pesquisa desta região no desenvolvimento do referencial buberiano. E, ainda, as duas publicações(37-38) oriundas do norte brasileiro, mais especificamente do Curso de Ciências Sociais, área de Ciências Humanas e vinculadas à Universidade Federal do Pará, demonstrando a importância de expandir a pós-graduação para regiões ainda pouco privilegiadas e o potencial que apresentam. Estes resultados apontam o interesse de diferentes IES e de distintos grupos de pesquisa na apropriação do pensamento de Buber e sua aplicação a objetos de investigação diversos que têm repercussão, muitos deles, em âmbito local e regional, com vistas a possibilitar novas reflexões e a produzir outros conhecimentos importantes à vida humana em seus variados contextos.

Em relação às temáticas pesquisadas à luz da filosofia de Martin Buber pode-se observar, na Tabela 3, uma diversidade delas. No entanto, guardando coerência com os resultados de que a educação e a psicologia foram as principais disciplinas a aplicar este referencial, constata-se que as temáticas mais pesquisadas foram o processo ensino-aprendizagem e a sexualidade humana, com 8 e 7 estudos, respectivamente, e originadas destes cursos Stricto Sensu.

O processo ensino-aprendizagem(9,39-45) foi o principal tema estudado à luz do pensamento buberiano, tendo sido pesquisado nos Programas de Pós-Graduação de Educação e de Psicologia. As dissertações/teses partiram da concepção de educação como uma trajetória para a humanização tendo o encontro relacional educador-educando, o diálogo e a (co)responsabilidade como principais constructos de interpretação. De uma forma geral, os estudos sinalizaram a necessidade de superar métodos e técnicas destinados à transmissão de informações, que docentes e discentes vivenciam um movimento recíproco de aprendizagem e recorrem à formação disciplinar e às próprias vivências/experiências para construir os saberes. Ainda, apontaram que a relação dialógica favorece os encontros inter-humanos, a consolidação de uma comunidade(46) autêntica e a presentificação face-a-face como um meio de se chegar à liberdade e ao reconhecimento da alteridade do outro.

Tendo em vista este achado, há que se considerar que o encontro-com acontece em meio ao compartilhar de vivências e experiências como ser-no-mundo, instaurado pela reciprocidade. Isso porque se compreende a palavra como sendo dialógica(10,12), ou seja, é por meio dela que o homem se torna existente e estabelece suas relações. Não é o homem que conduz a palavra, mas é esta que o mantém no ser, pois ela permite o mundo da vida, das relações e dos relacionamentos. É ela que desvela a atitude existencial do homem, sendo o princípio básico para o diálogo.

Assim, a partir das várias possibilidades emanadas pela palavra entende-se que o mundo é múltiplo para o homem, o qual se atualiza como ser-no-mundo ao proferir as palavras-princípio EU-TU, EU-ISSO e EU-TU Eterno(10). "As palavras-princípio são duas intencionalidades dinâmicas que instauram uma direção entre dois pólos, entre duas consciências vividas"(8:87). Estas atitudes instauram modos de ser, de se relacionar, de ver o mundo e de estar no face-a-face com o outro. A relação EU-TU representa o encontro e a presentificação do EU, pessoa, com o TU, o qual pode ser qualquer ente (pessoa, animal, objeto) que entra em relação. Portanto, não há um EU ou um TU independentes, pois o EU somente passa a existir na relação com o TU, o que ocorre por meio do encontro, do inter-humano e do dialógico(10), elementos essenciais ao processo ensino-aprendizagem.

O tema da sexualidade humana compreendeu estudos desenvolvidos nos Programas de Pós-Graduação de Psicologia e de Ciências da Religião. Constituíram-se sujeitos destas pesquisas homens com lesão medular adquirida(47), mulheres(48), gays(49), transexuais(50), adolescentes(51-52) e educadores(53). O referencial filosófico de Buber foi utilizado essencialmente no que tange às categorias relativas à relação EU-TU e ao relacionamento EU-ISSO, indicando que a sexualidade, mesmo nos tempos atuais, ainda se configura um ISSO para o ser humano.

O relacionamento EU-ISSO pode ser traduzido pela experiência monológica e objetivante de uma pessoa sobre uma coisa. É o momento em que o EU usa e utiliza as coisas do mundo do ISSO com vistas a constituir o saber, a ciência. Contudo, longe de ser uma atitude negativa, o EU-ISSO é fundamental para que o homem possa produzir conhecimentos; afastando-se do TU e aproximando-se do mundo do ISSO pode, então, construir, crescer e transcender-se no tempo e espaço(10). O contexto da sexualidade, assim, foi concebido como algo estranho e distante das vivências cotidianas do homem, sendo necessário o estabelecimento de encontros dialógicos que resgatem a humanidade das relações e possibilitem ao EU ser, estar e reconhecer o outro como um TU.

A temática análise de obra/conceito agrupou estudos que tiveram por objetivo interpretar e refletir acerca do conjunto das obras que compõem a filosofia buberiana(54) - com especial destaque para Eu e Tu(20,55-56) - e, também, estudos que focaram elementos específicos, como os conceitos de relação e comunidade(13,37). O conceito de relação traz a necessidade da palavra e do diálogo inter-humano que permitem a um EU presentificar-se e tornar-se atual no face-a-face com seu TU e vice-versa. Na relação inter-humana o mais "importante é que, para cada um dos dois homens, o outro aconteça como este outro determinado; que cada um dos dois se torne consciente do outro de tal forma que precisamente por isso assuma para com ele um comportamento, que não o considere e não o trate como seu objeto mas como seu parceiro num acontecimento de vida"(12).

O tema referente à comparação entre autores reuniu dissertações/teses de diferentes programas de pós-graduação dentro da grande área do conhecimento Ciências Humanas. De uma maneira geral, objetivaram estabelecer um diálogo entre o referencial buberiano e o pensamento de outros pensadores como Carl Rogers(29), Max Weber(38), Sigmund Freud(57), Jacob Levy Moreno(58), Friedrich Hölderlin(59) e Paulo Freire(60), em seus diversos conceitos teórico-filosóficos elaborados.

A temática famílias reuniu estudos que investigaram as distintas relações firmadas no interior da comunidade familiar(61-62) nos mais variados contextos, como as vivências de parentalidade em famílias homossexuais(63), o significado de ser mãe para adolescentes profissionais do sexo(64) e as relações e vivências de famílias acometidas pelo HIV/aids(65-66). Isto considerando que o homem vive em comunidade com outros seres e coisas, representando a comunhão autêntica de um EU com um TU ou de vários EUs com vários TUs(46). O conceito de comunidade está relacionado às diversas relações inter-humanas estabelecidas, sendo essencial a percepção do outro em sua alteridade e a vivência de situações permeadas por sentimentos, intersubjetividades e encontros.

A temática da religiosidade também se destacou como preocupação entre pesquisadores da área das Ciências Humanas, tendo sido desenvolvida em 5 estudos. Eles versaram sobre os diálogos entre a experiência religiosa e a ética da reciprocidade(14), a abordagem centrada na pessoa(67), a relação terapêutica entre psicólogo e cliente(68), a esperança e o sentido da vida para pessoas com câncer(69) e os fundamentos do pensamento do Papa João Paulo II(70).

Com quatro dissertações/teses despontaram as temáticas cuidado e humanização e relação educador-educando. A primeira agrupa estudos acerca da formação profissional humanizada(71), da humanização do cuidado e do ambiente hospitalar(72-73) e do cuidado humanístico à mulher que vivencia a parturição(74). Dentre as relações educador-educando diferentes aspectos foram contemplados, como a intersubjetividade do encontro EU-TU(30), as potencialidades e limitações dialógicas que se estabelecem na comunidade escolar(31), o preconceito e a necessidade de inclusão escolar de pessoas com deficiência(32) e a comunicação de docentes durante o processo de tutoria(75).

A dialogicidade, que representa importante constructo que permeia toda a obra buberiana, apareceu enquanto categoria temática em 3 dissertações(23,27,76) que focaram os diálogos estabelecidos no mundo moderno. As tecnologias de informação e comunicação foram desenvolvidas em outros 3 trabalhos(77-79) da área das Ciências Humanas. Com 2 estudos apareceram as seguintes temáticas: turismo e hospitalidade(24,26); produção textual e de conhecimento científico(25,35); educação ambiental(33,36); e, violência e exclusão social(34,80). Com uma produção apareceram as seguintes temáticas desenvolvidas à luz da filosofia de Buber: biotecnologia e ética(21), projeto socioeconômico libertário(22), realização de documentários(81) e paixão e artes cênicas(82).

 

CONCLUSÕES

Esta revisão integrativa demonstrou as principais características da produção Stricto Sensu que compõe o Banco de Teses da CAPES e que se fundamenta no referencial teórico-filosófico de Martin Buber. O estudo revelou alguns indícios de como a pós-graduação vem se apropriando desta filosofia e possibilitou delinear um panorama geral da produção e, com isso, conhecer como ela se distribui - tanto nos aspectos de concentração, como nos de necessidade de maior desenvolvimento.

Constatou-se que o período de 2003 a 2007 concentrou a maior parte dos estudos, os quais foram produzidos pelos Programas de Pós-Graduação de Educação e de Psicologia, na grande maioria, produzidos na região Sudeste brasileira e focados nas temáticas do processo ensino-aprendizagem e sexualidade humana. Ficou clara, também, a necessidade de maior produção e investimento por parte de pesquisadores e programas Stricto Sensu em áreas como a enfermagem e a filosofia, a fim de elaborar conhecimentos subsidiados neste referencial. Ainda, é preciso expandir estes cursos para as regiões centro-oeste e norte brasileiras com vistas a investigar contextos específicos do conhecimento e realidade humana, além de considerar as potencialidades regionais.

Neste sentido, chegou-se à conclusão de que a filosofia de Martin Buber vem sendo cada vez mais apropriada pela pós-graduação brasileira, tendo em vista sua maior utilização nos últimos anos. Pela abrangência e complexidade de sua obra, a qual foi elaborada na interface de sub-áreas como filosofia, educação, teologia e antropologia, ela tem servido como fundamentação a diferentes disciplinas do conhecimento. A diversidade de temáticas presente nos estudos também atesta que, em virtude deste referencial ter sido estruturado a partir de distintas vertentes e campos do saber, ele tem possibilitado subsídio, interpretação e reflexão aos mais variados objetos de investigação, seja nas questões educacionais, religiosas, do cuidado humano, do turismo/hospitalidade e outras.

Destaca-se que a principal limitação do artigo refere-se ao fato de ter analisado um único banco de dados, sendo necessária uma investigação mais ampla em outras bases para conhecer como esta filosofia vem sendo desenvolvida a nível internacional. Como principal contribuição salienta-se o fato de ter integrado a produção do conhecimento da pós-graduação Stricto Sensu brasileira, delineando características que permitiram conhecer e compreender como este referencial está sendo utilizado pelos pesquisadores e, conseqüentemente, subsidiando os estudos.

Portanto, conclui-se acreditando que a filosofia de Martin Buber tem potencial para contribuir na produção de novos conhecimentos que auxiliem na consolidação de diferentes áreas, como tem acontecido, por exemplo, com a educação e a engenharia. Além disso, este referencial projeta-se como uma alternativa viável a outras áreas, como a enfermagem, na constituição de saberes que propiciem o desenvolvimento de um cuidado relacional-dialógico e humanístico voltado às necessidades e peculiaridades individuais, sociais e profissionais, com vistas a auxiliar na superação do paradigma biomédico cartesiano que orienta grande parte dos serviços e ações em saúde.

 

REFERÊNCIAS

1. Rodrigues RAP, Erdmann AL, Silva IA, Fernandes JD, Araújo TL, Vianna LAC et al. Educação do doutorado em enfermagem no Brasil. Rev Latino-am Enferm 2008;16(4):665-71.         [ Links ]

2. Schaurich D, Padoin SMM, Motta MGC. Experienciando um marco conceitual para o cuidado em enfermagem ao ser-familiar e/ou cuidador e ao ser-criança. Rev Cogitare Enferm 2003;8(2):34-43.         [ Links ]

3. Schaurich D, Crossetti MGO. O elemento dialógico no cuidado de enfermagem: um ensaio com base em Martin Buber. Esc Anna Nery Rev Enferm 2008;12(3):544-48.         [ Links ]

4. Schaurich D, Padoin SMM. Ser mulher cuidadora de criança com aids: compreensões existenciais à luz da filosofia de Buber. Texto Contexto Enferm 2008;17(3):569-77.         [ Links ]

5. Paterson JG, Zderad LT. Humanistic nursing. 2rd ed. New York (NY): National League for Nursing; 1988.         [ Links ]

6. Cooper HM. Integrative research: a guide for literature reviews. 2ª ed. London (NY): SAGE Publication; 1989.         [ Links ]

7. Brasil. Ministério da Ciência e Tecnologia. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Áreas do conhecimento. Brasília; 2009. [citado em: 5 jun de 2009]. Disponível em: http://www.cnpq.br/areasconhecimento/index.htm.         [ Links ]

8. Von Zuben NA. Martin Buber: cumplicidade e diálogo. Bauru (SP): EDUSC; 2003.         [ Links ]

9. Ida GM. Educação como processo de comunicação entre professor e aluno na perspectiva de Buber [dissertação]. Curitiba (PR): Programa de Pós-Graduação em Educação, UFPR; 1987.         [ Links ]

10. Buber M. Eu e Tu. 5ª ed. São Paulo: Moraes; 1977.         [ Links ]

11. Yaron K. Martin Buber. Prospects 1993; XXIII(1/2):135-46.         [ Links ]

12. Buber M. Do diálogo e do dialógico. São Paulo: Perspectiva; 1982.         [ Links ]

13. Carrara OV. Relação e comunidade no pensamento de Martim Buber [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Filosofia, PUC São Paulo; 2000.         [ Links ]

14. Veríssimo LJ. A experiência religiosa segundo uma ética da reciprocidade: diálogo com Martin Buber [tese]. Rio de Janeiro: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, UERJ; 2002.         [ Links ]

15. Rieg R. A relação dialógica: a descoberta do zwischen em Martin Buber [dissertação]. Porto Alegre (RS): Programa de Pós-Graduação em Filosofia, PUC Rio Grande do Sul; 2008.

16. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. GeoCapes. Brasília; 2008. [citado em: 3 jan 2010]. Disponível em: http://geocapes.capes.gov.br/geocapesds.         [ Links ]

17. Araújo KM, Brandão MAG, Letã J. Um perfil da produção científica de enfermagem em hematologia, hemoterapia e transplante de medula óssea. Acta Paul Enferm 2007;20(1):82-6.         [ Links ]

18. Erdmann AL, Silva IA, Rodrigues RAP, Fernandes JD, Vianna LAC, Lopes MJM et al. Teses produzidas nos programas de pós-graduação em enfermagem de 1983 a 2001. Rev Esc Enferm USP 2005; 39(esp.):497-505.         [ Links ]

19. Rocha EG, Machado ALG, Fialho AVM, Moreira TM. Análise da produção científica da enfermagem acerca do cuidado familiar no domicílio. Rev Bras Enferm 2008;61(3):361-5.         [ Links ]

20. Ayres AR. O inter-humano e o mundo do isso. Martin Buber e as possibilidades de padrões relacionais comunitários na sociedade industrial moderna [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 1999.         [ Links ]

21. Cortes BA. A vida da ética: conhecimento, poder e ética no contexto das modernas biotecnologias [tese]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 2001.         [ Links ]

22. Lima LBP. Ainda nos caminhos da utopia - o princípio dialógico no projeto sócio-econômico libertário [tese]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 2001.         [ Links ]

23. Gonçalves TL. A gestão do patrimônio e dos museus na modernidade contemporânea e as práticas turísticas [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 2002.         [ Links ]

24. Rocha SS. O turismo na prainha do Canto Verde (CE): comunidade e sustentabilidade [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 2003.         [ Links ]

25. Mattos SM. A dificuldade da produção textual pela maioria dos alunos das universidades brasileiras [tese]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 2005.         [ Links ]

26. Santos JHO. Turismo e hospitalidade: um estudo de caso da rede cama X café em Santa Teresa-RJ [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 2005.         [ Links ]

27. Afonso RCM. Esse trabalho liberta? Produção seriada e responsabilidade social empresarial [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 2006.         [ Links ]

28. Soares F. Diálogos para além da "idade produtiva" - Reflexões a partir de uma pesquisa no estado do Rio de Janeiro [tese]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia de Produção, UFRJ; 2008.         [ Links ]

29. Furtado HA. Martin Buber e Carl Rogers: abordagem centrada na pessoa e filosofia dialógica em questão [dissertação]. Brasília (DF): Instituto de Psicologia, UnB; 1993.         [ Links ]

30. Costa VESM. A relação professor-aluno a partir da gestaltpedagogia: a intersubjetividade como elemento significativo para a aprendizagem [dissertação]. Goiânia (GO): Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Católica de Goiás; 2002.         [ Links ]

31. Pereira MCL. Diálogo na escola: possibilidades e limites [dissertação]. Brasília (DF): Faculdade de Educação, UnB; 2003.         [ Links ]

32. Cavalcante AV. O preconceito da deficiência no processo de inclusão escolar [dissertação]. Brasília (DF): Faculdade de Educação, UnB; 2004.         [ Links ]

33. Guimarães EM. Pensando a educação ambiental com referência à teoria de Humberto Maturana: a vivência do espaço relacional na comunidade de Samambaia/DF [tese]. Brasília (DF): Centro de Desenvolvimento Sustentável, UnB; 2004.         [ Links ]

34. Chacon SS. O sertanejo e o caminho das águas: políticas públicas, modernidade e sustentabilidade no semi-árido [tese]. Brasília (DF): Centro de Desenvolvimento Sustentável, UnB; 2005.         [ Links ]

35. Silva GT. Sobre raízes e utopias: caminhos contemporâneos do desenvolvimento situado [tese]. Brasília (DF): Centro de Desenvolvimento Sustentável, UnB; 2005.         [ Links ]

36. Barbosa AIC. Tramando en-cantos do Forte: saberes e diálogos nos caminhos complexos da educação ambiental [dissertação]. Brasília (DF): Centro de Desenvolvimento Sustentável, UnB; 2007.         [ Links ]

37. Gomes JS. Comunidade e eticidade: uma contribuição à aventura sociológica no pensamento de Martin Buber [dissertação]. Belém (PA): Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, UFPa; 2006.         [ Links ]

38. Gouvêa MO. Buber e Weber em torno da política e da ética: o vértice da decisão valorativa como espaço para a dialogia [dissertação]. Belém (PA): Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, UFPa; 2007.         [ Links ]

39. Kato ML. Contribuições do enfoque dialógico de Buber para o ensino da psicologia [dissertação]. São Paulo: Instituto de Psicologia, USP; 1990.         [ Links ]

40. Foramiglio MCM. Experienciar o diálogo: uma ação pedagógica na educação de jovens e adultos [dissertação]. Sorocaba (SP): Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade de Sorocaba; 2004.         [ Links ]

41. Cordeiro TSC. A aula universitária, espaço de múltiplas relações, interações, influências e referências: um ninho tecido com muitos fios [tese]. Recife (PE): Centro de Educação, UFPe; 2006.         [ Links ]

42. Ferraz LSLA. Uma fundamentação para o ensino religioso na filosofia do encontro de Martin Buber [dissertação]. Petrópolis (RJ): Centro de Teologia e Humanidades, Universidade Católica de Petrópolis; 2006.         [ Links ]

43. Lomar TP. O diálogo na prática docente: a compreensão de professoras de uma escola pública do município de São Paulo [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação, PUC São Paulo; 2007.         [ Links ]

44. Pereira LP. O sentido do pertencimento nas relações pedagógicas: um olhar voltado à experiência de professores [dissertação]. São Paulo: Programa de Mestrado em Educação, Universidade Cidade de São Paulo; 2007.         [ Links ]

45. Santiago MBN. Diálogo e educação: o pensamento pedagógico em Martin Buber [tese]. Recife (PE): Centro de Educação, UFPe; 2008.         [ Links ]

46. Buber M. Sobre comunidade. São Paulo: Perspectiva; 1987.         [ Links ]

47. Barbosa VRC. A vivência da sexualidade de homens com lesão medular adquirida [dissertação]. Ribeirão Preto (SP): Pós-Graduação em Psicologia, USP Ribeirão Preto; 2003.         [ Links ]

48. Leite CRVS. Quando o oculto se desvela: a sexualidade da mulher de 30 a 40 anos [dissertação]. Ribeirão Preto (SP): Pós-Graduação em Psicologia, USP Ribeirão Preto; 1999.         [ Links ]

49. Caetano CAS. "Alegrai-vos no Senhor" A C.C.G. SP - Comunidade Cristã Gay de São Paulo: uma experiência religiosa cristã de alteridade na heteronomia [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências da Religião, PUC São Paulo; 2002.         [ Links ]

50. Pinto MJC. O corpo desvela seu drama: a vivência de transexuais masculinos [dissertação]. Ribeirão Preto (SP): Pós-Graduação em Psicologia, USP Ribeirão Preto; 2003.         [ Links ]

51. Botelho DA. Adolescentes: a vivência da sexualidade em tempos de aids [dissertação]. Ribeirão Preto (SP): Pós-Graduação em Psicologia, USP Ribeirão Preto; 2001.         [ Links ]

52. Leite CRVS. Adolescência: da percepção da sexualidade do mundo adulto à formação da sexualidade [tese]. Ribeirão Preto (SP): Pós-Graduação em Psicologia, USP Ribeirão Preto; 2003.         [ Links ]

53. Santos C. A orientação sexual pede espaço: compreensão fenomenológica da vivência de educadoras [dissertação]. Ribeirão Preto (SP): Pós-Graduação em Psicologia, USP Ribeirão Preto; 1999.         [ Links ]

54. Carvalho Neto GL. Haroldo de Campos e Martin Buber como tradutores do hebraico QOHÉLET: uma análise do produto de segmentos das traduções à luz da teoria da relevância [dissertação]. Belo Horizonte (MG): Programa de Pós-Graduação em Estudos Lingüísticos, UFMG; 2004.         [ Links ]

55. Henz AO. Educação e conhecimento: derivas da diferença, do nomadismo e da estrangeiridade em M. Buber e F. Nietzsche [dissertação]. Porto Alegre (RS): Faculdade de Educação, UFRGS; 1997.         [ Links ]

56. Cromberg MU. A crisálida da filosofia dialógica de Martin Buber. A obra Eu e Tu ilustrada por sua base hassídica [dissertação]. São Paulo: Curso de Pós-Graduação em Literatura Brasileira, USP; 2002.         [ Links ]

57. Moreno MDCCG. A transferência em Freud e o encontro em Buber [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica, PUC São Paulo; 1991.         [ Links ]

58. Gottliebe L. De comunicação: HQ - o universo educacional da Mafalda numa leitura correlata de Buber e Moreno [dissertação]. São Bernardo do Campo (SP): Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social, Universidade Metodista de São Paulo; 1993.         [ Links ]

59. Oyakawa E. Martin Buber e Friendrich Holderlin: o encontro entre o TU Eterno e a palavra poética [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências da Religião, PUC São Paulo; 2005.         [ Links ]

60. Silva SCM. Diálogo e educação: estudo comparativo sobre o conceito de diálogo no pensamento filosófico e pedagógico de Paulo Freire e Martin Buber [dissertação]. Recife: Centro de Educação, UFPe; 2007.         [ Links ]

61. Soares E. Fenomenologia do diálogo familiar como um caminho possível para a construção da cidadania [dissertação]. Franca (SP): Faculdade de História, Direito e Serviço Social, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho; 2002.         [ Links ]

62. Magalhães Filho JR. Matrimônio protestante: uma reflexão a partir da antropologia filosófica [dissertação]. Salvador (BA): Programa de Pós-Graduação em Família na Sociedade Contemporânea, Universidade Católica de Salvador; 2005.         [ Links ]

63. Santos C. A parentalidade em famílias homossexuais com filhos: um estudo fenomenológico da vivência de gays e lésbicas [tese]. Ribeirão Preto (SP): Pós-Graduação em Psicologia, USP Ribeirão Preto; 2005.         [ Links ]

64. Farinha MG. Adolescente profissional do sexo: encantos e desencantos da maternidade [dissertação]. Ribeirão Preto (SP): Pós-Graduação em Psicologia, USP Ribeirão Preto; 2001.         [ Links ]

65. Padoin SMM. Em busca do estar melhor do ser familiar e do ser com AIDS [dissertação]. Florianópolis (SC): Departamento de Enfermagem, UFSC; 1998.         [ Links ]

66. Schaurich D. Ser familiar cuidadora de uma criança com aids: compreensões à luz da filosofia de Martin Buber [dissertação]. Porto Alegre (RS): Escola de Enfermagem, UFRGS; 2007.         [ Links ]

67. Souza LQ. Abordagem centrada na pessoa e a experiência religiosa: uma discussão da relação EU-TU como fator de transcendência na psicoterapia [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica, PUC São Paulo; 2002.         [ Links ]

68. Luczinski GF. O psicólogo clínico e a religiosidade do cliente: impactos na relação terapêutica [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica, PUC São Paulo; 2005.         [ Links ]

69. Oliveira CR. Esperança e sentido de vida em pacientes com neoplasia maligna [tese]. Rio de Janeiro: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, UERJ; 2006.         [ Links ]

70. Carneiro MIM. Leitura filosófica da encíclica fides et ratio e seus ecos nos paradigmas familiares contemporâneos [dissertação]. Salvador (BA): Programa de Pós-Graduação em Família na Sociedade Contemporânea, Universidade Católica de Salvador; 2005.         [ Links ]

71. Silva MS. A construção emocional do terapeuta: uma história de caso [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica, PUC São Paulo; 1990.         [ Links ]

72. Goldenstein E. Um estudo preliminar sobre humanização hospitalar: dando voz a médicos de UTI pediátrica sobre suas vivências em um hospital humanizado [dissertação]. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica, PUC São Paulo; 2006.         [ Links ]

73. Espinha TG. Vivências de internação de adultos em hospital geral: repensando o cuidado [dissertação]. Campinas (SP): Programa de Pós-Graduação em Psicologia, PUC Campinas; 2007.         [ Links ]

74. Santos OMB. A enfermagem como diálogo vivo: uma proposta humanística no cuidado à mulher durante o processo do nascimento [dissertação]. Florianópolis (SC): Departamento de Enfermagem, UFSC; 1998.         [ Links ]

75. Barbosa E. A comunicação docente no sistema tutorial: curso de medicina da Universidade de Uberaba [dissertação]. Uberaba (MG): Programa de Mestrado em Educação, Universidade de Uberaba; 2004.         [ Links ]

76. Narateh ALC. Diálogo, informação e reprodutibilidade técnica - um estudo sobre processos comunicativos na modernidade industrial [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Engenharia (Pesq. Operac. e Gerenc. de Produção), UFRJ; 1997.         [ Links ]

77. Garfinkel M. O dialógico e o reflexivo mediando a formação dos educadores on-line [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estácio de Sá; 2004.         [ Links ]

78. Almeida KRS. A formação docente no contexto das TIC: reflexões sobre o fazer pedagógico [dissertação]. Rio de Janeiro: Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estácio de Sá; 2005.         [ Links ]

79. Silva CAF. Indagando o sentido de presença e o sentido da presença na educação [tese]. São Paulo: Programa de Pós-Graduação em Educação/Currículo, PUC São Paulo; 2006.         [ Links ]

80. Dellova JPBN. A crise sacrificial do direito [dissertação]. São Paulo: Faculdade de Direito, USP; 2001.         [ Links ]

81. Yakhni S. O eu e o outro no filme documentário: uma possibilidade de encontro [dissertação]. Campinas (SP): Programa de Pós-Graduação em Multimeios, Unicamp; 2001.         [ Links ]

82. Paes RPB. A paixão sábia em cena - o mosaico da paixão nas artes cênicas [dissertação]. Rio de Janeiro: Instituto de Artes e Comunicação Social, Universidade Federal Fluminense; 2001.         [ Links ]

 

 

Autor correspondente:
Diego Schaurich
E-mail: eu_diegosch@hotmail.com

Submissão: 16-01-2010
Aprovação: 20-11-2010