SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.75 número2Detecção de HPV na mucosa oral e genital pela técnica PCR em mulheres com diagnóstico histopatológico positivo para HPV genital índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Otorrinolaringologia

versão impressa ISSN 0034-7299

Rev. Bras. Otorrinolaringol. vol.75 no.2 São Paulo mar./abr. 2009

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992009000200001 

EDITORIAL

 

Dedicação e carinho com a Voz completam dez anos! Comemore junto com a ABLV!

 

 

Em 1999, há exatos dez anos, alguns médicos se reuniram com uma preocupação em comum: o câncer de laringe, que vitimava 15 mil brasileiros por ano, sendo 8 mil casos fatais. Enquanto isso, os alertas do nosso corpo para o agravamento de doenças vocais eram ignorados pela maioria das pessoas. Observando este quadro, os médicos da SBLV (Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz) que, a partir de 2004, passou a se chamar ABLV (Academia Brasileira de Laringologia e Voz), lançaram a "Campanha Nacional da Voz", um programa de orientação, informação e, principalmente, carinho pela voz, instrumento de trabalho de 70% dos brasileiros. Durante os dez anos de trabalho da campanha, médicos se conheceram, firmaram contatos, realizaram ações e mudaram a vida de muitas pessoas. "O principal desafio sempre foi e sempre será tornar a Campanha permanente e sempre viva em nosso meio e no mundo", afirma o Dr. Jeferson Sampaio D'Ávila, atual presidente da ABLV.

No ano de lançamento da Campanha, a então SBLV era presidida pelo Dr. Nédio Steffen. O médico, com vasta experiência na Otorrinolaringologia, encabeçou as primeiras ações da Campanha da Voz que, naquele ano, atendeu mais de 40 mil pessoas em todos os estados brasileiros. "Considero a Campanha da Voz um empreendimento social extremamente relevante, pois cumpre com a razão essencial de ser da profissão médica: a busca contínua e incansável da saúde e bem-estar da população. Neste sentido, sinto-me gratificado por ter tido a oportunidade de idealizá-la e conduzi-la quando do seu lançamento, na qualidade de presidente da ABLV", declara Steffen.

Quem assumiu a presidência da ABLV no ano seguinte foi o Dr. Agrício Crespo e logo em seguida Dr. José Antônio Pinto. Emocionado, Dr. José Antonio relembra a atenção da população para com a campanha. "Em todas as campanhas que participamos sempre nos surpreenderam o interesse da população pelos problemas da voz, com uma grande afluência aos eventos, palestras, aulas e shows da mesma maneira que nas semanas em que realizamos exames. Numa análise de um grupo de quase seis mil indivíduos, foram encontradas alterações vocais em 39% deles, inclusive casos de câncer de corda vocal". Para ele, os desafios futuros são os mais preocupantes. "Nestes 10 anos, a ABLV mostrou a efetividade da campanha, que além de ter um caráter profilático, tem mostrado à população aspectos importantes, como a voz profissional, a voz como ferramenta de trabalho, o diagnóstico precoce do câncer da laringe e de outras doenças, além dos cuidados fundamentais com a voz como um grande fator de comunicação humana. Os desafios econômicos de uma campanha que tem os custos elevados, com a falta de patrocinadores, trazem à nossa Academia uma responsabilidade ainda maior de manter esta campanha que tantos benefícios traz a nossa população", diz José Antonio.

Dentre os momentos mais importantes da história da Campanha da Voz, um dos mais marcantes foi a vitória da ABLV enquanto entidade médica. A ABLV lutou e em 2003 conseguiu, graças à parceria com diversas entidades internacionais, a promulgação do "Dia Mundial da Voz" comemorado oficialmente em todo o mundo no dia 16 de abril. "Eu presidi a ABLV na época em que a Campanha Nacional da Voz atingiu nível mundial. Foi surpreendente ver como ela cresceu em apenas 4 anos, graças ao esforço de outros Presidentes que me antecederam, dos profissionais engajados e ao apoio da população. Tenho muito orgulho de ter participado de uma campanha que ajuda tantas vidas todos os anos", afirma Dr. Domingos Tsuji, ex-presidente da ABLV.

Declarações dos Presidentes da ABLV

De 1997 a 1998 - Dr. Paulo Pontes (SBLV)

"A Campanha da Voz nasceu como um movimento de esclarecimento do seu valor na comunicação social e o seu envolvimento em doenças que possam precocemente se manifestar por meio de suas alterações. Os resultados obtidos nas suas realizações mostraram a sua importância, o que ocasionou sua transformação num movimento de caráter mundial".

De 1998 a 1999 - Dr. Marcos Sarvatt (SBLV)

"Meu maior sonho é chegarmos a um ponto em que a Campanha deixe de ser necessária e que o óbvio prevaleça: a população saiba prevenir os problemas de voz e da garganta, consiga reconhecer seus sinais e sintomas iniciais e encontre serviços públicos e privados capacitados para atender com presteza, gentileza e competência".

De 1999 a 2000 - Dr. Nédio Steffen (SBLV)

"Considero a Campanha da Voz um empreendimento social extremamente relevante, pois cumpre com a razão essencial de ser da profissão médica: a busca contínua e incansável da saúde e bem-estar da população".

De 2000 a 2001 Dr. Agrício Crespo (SBLV)

"Nestes 10 anos, a Campanha Nacional da Voz consolidouse como instrumento original e criativo de divulgação da relevância da voz nas relações humanas, na sinalização da saúde e da doença. Ultrapassou fronteiras e fez história na Otorrinolaringologia brasileira. É com grande e renovado prazer que comemoro com a ABLV os 10 anos deste sucesso".

De 2001 a 2002 Dr. José Antônio Pinto (SBLV)

"Nestes 10 anos, a ABLV mostrou a efetividade da campanha, que além de ter um caráter profilático tem mostrado a população aspectos importantes, como a voz profissional, a voz como ferramenta de trabalho, o diagnóstico precoce do câncer da laringe e de outras doenças, além dos cuidados fundamentais com a voz como um grande fator de comunicação humana".

De 2003 a 2004 Dr. Domingos Tsuji (ABLV)

"Tenho muito orgulho de ter participado de uma campanha que ajuda tantas vidas todos os anos".

De 2005 a 2006 Dr. Geraldo Druck Sant'Anna (ABLV)

"A maior importância está em divulgar à população a importância da preservação da voz, assim como medidas de prevenção às doenças. Também alertar os sinais e sintomas que alertam para doenças potencialmente graves. Foi, para mim, emocionante ver onde chegamos, como a abnegação de muitos".

De 2007 a 2008 Dr. Jeferson Sampaio D'Ávila (ABLV)

"Todos estes anos foram marcantes para nós, principalmente pelo fato de que cada vez tivemos mais colegas interessados na mesma. A participação ativa da população como um todo, apoio de diversas entidades públicas e privadas e o avanço da Campanha ganhando o mundo com o Dia Mundial da Voz é a comprovação notória da receptividade do povo brasileiro".

 

Jeferson Sampaio D'Avila
Presidente da Academia Brasileira de Laringologia e Voz Chefe da Disciplina Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina - Universidade Federal de Sergipe