SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número2Emerging Latin AmericaOs inventores no Brasil: tipos e modalidades de incentivos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Administração de Empresas

versão impressa ISSN 0034-7590

Rev. adm. empres. vol.39 no.2 São Paulo abr./jun. 1999

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75901999000200006 

ADMINISTRAÇÃO CONTÁBIL E FINANCEIRA

 

Um modelo de reconciliação de dados para o custeio baseado-em-atividades (ABC)

 

 

Samuel Cogan

Professor Adjunto da UFRJ, Mestre e Doutor em Engenharia de Produção (Coppe) e autor dos livros Activity-Based Costing (ABC): a poderosa estratégia empresarial, Modelos de ABC/ABM e Gerenciando as percepções nas filas de espera. E-mail: scogan@uol.com.br

 

 


RESUMO

A mudança na estrutura dos custos, em função de novas tecnologias de produção, de uma maior diversificação imposta pela competitividade empresarial e da redução dos custos de medição, criou condições para o aparecimento de técnicas de gerenciamento de custos voltadas para a captação mais precisa das despesas indiretas que cada produto consome. Nesse mister destaca-se o Custeio Baseadoem- Atividades/Gerenciamento Baseado-em-Atividades (ABC/ABM) como uma das técnicas mais importantes surgidas nos últimos anos, que proporciona uma estimativa mais precisa das despesas indiretas reais que incidem em cada produto. Existem, contudo, certos custos cuja obtenção é difícil mesmo com a utilização de técnicas como o ABC. Isso se deve não só pela impossibilidade, em alguns casos, de serem determinados com adequada exatidão, como, em outros, pelo fato de o investimento na sua medição ultrapassar o benefício a ser obtido com ele. Nesse sentido, o presente trabalho desenvolve, para o fluxo de custos de uma empresa, inspirado na reconciliação de dados utilizada nos processos das plantas químicas, um modelo para a determinação de todos os custos indiretos, partindo do conhecimento preciso de alguns dos custos que compõem o citado fluxo de custos. O modelo desenvolvido utiliza programação matemática não-linear.

Palavras-chave: ABC/ABM, gerenciamento de custos, administração financeira, reconciliação de dados.


ABSTRACT

Cost structure changes, due to new production technologies, to major diversification needed because of business competitivity, and to cost reduction, have motivated the development programmes of new cost management techniques that allocate indirect costs to each product more precisely. In this context, Activity-Based Costing/Activity- Based Management (ABC/ABM) is considered as one of the most important techniques that have emerged in the last few years to provide accurate estimates for indirect expenses that each product consumes. Nevertheless, some difficulties to obtain some costs remain, even when using ABC. This happens not only due to the impossibility to measure costs with adequate accuracy, but also due to the fact that the investments made to measure some costs exceed the benefits to be obtained. In order to address this problem, the present work provides a business cost flow framework utilizing data reconciliation used in chemical process networks to determine indirect costs, incorporating accurate information concerning some of the costs. The model developed utilizes non-linear programming.

Key words: ABC/ABM, cost management, financial management, data reconciliation.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

COGAN, S. Activity-Based Costing (ABC): a poderosa estratégia empresarial. São Paulo: Pioneira, 1994.         [ Links ]

________. Um modelo de reconciliação de dados para o Custeio Baseado-em-Atividades (ABC). Rio de Janeiro, 1995. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coppe.         [ Links ]

COOPER, R., KAPLAN, R. S. The design of cost management systems: text, cases and readings. Englewood Cliffs: Prentice- Hall, 1991.         [ Links ]

GORCZYNSKI, E. W. Making the most of your plant data. Proc. Syst. Eng. PSE 85: The use of computers in chemical engineering. Instr. Chem. Engrs. Symposium Series, n.92, 1985.         [ Links ]

HLAVACECK, V. Analysis of a complex plant: steady state and transient behavior. Computers in Chemical Engineering, v.1, p.75-100, 1977.         [ Links ]

LIEBMAN, J. et al. Applications of modeling and optimization with GINO. USA: The Scientific Press, 1984.         [ Links ]

OSTRENGA, M. R. et al. Guia Ernst & Young para gestão total dos custos. Rio de Janeiro: Record, 1993.         [ Links ]

TAMHANO, A. C., MAH, R. S. H. Data reconciliation and gross error detection in chemical process' networks. Technometrics, v.27, n.4, Nov. 1985.         [ Links ]

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons