SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número2Reengenharia de processos e controle interno: uma avaliação comparativaErrata índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Administração de Empresas

versão impressa ISSN 0034-7590

Rev. adm. empres. vol.39 no.2 São Paulo abr./jun. 1999

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75901999000200009 

ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR

 

Consultas médicas: oferta, demanda, mudança cultural e o fim das filas

 

 

Dulce Selma Bacheschi de C. Mori

Chefe do Serviço de Arquivo Médico e Estatística do Centro Técnico Aeroespacial. E-mail: rymori@mail.netvale.com.br

 

 


RESUMO

A abordagem convencional do problema da formação de filas para agendar consultas médicas assume, como pressuposto, que a causa primeira está em uma demanda impossível de ser atendida com os recursos disponíveis. Este artigo aponta outras causas, até então desconhecidas, que fundamentaram o desenvolvimento de uma sistemática que fez as filas desaparecerem sem que houvesse aumento no número de médicos ou de consultas/médicos. Essa sistemática é apresentada e analisada em seus aspectos significativos de desenvolvimento e implantação.

Palavras-chave: Marcação de consultas médicas, SAME, filas, hospitais públicos, inovação.


ABSTRACT

The conventional approach to the problem of queuing to arrange medical appointments assumes that the main reason for it is the impossibility to meet all the demand with the resources available. This article, however, shows other causes, not known before, which have based the development of a new system that has extinguished the queues without increasing the number of doctors or the number of appointments/doctors. This new system is presented and analysed in the light of its significant aspects of development and implementation.

Key words: Medical appointments, SAME (Medical and Statistics Filing Service), queues, public hospitals, innovation.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ARROYO, J. R. Simões. Qualidade Total: proposta de um método para escolha da estratégia de implantação. Campinas, 1995. Dissertação (Mestrado) - Imecc/Unicamp.         [ Links ]

BROSON, Richard. Pesquisa operacional. São Paulo: McGraw-Hill, 1985.         [ Links ]

DENTON, D. Keith. Qualidade em serviços. São Paulo: McGraw-Hill, 1990.         [ Links ]

JURAN, Joseph M. Controle de qualidade: componentes básicos da função qualidade. São Paulo: McGraw-Hill/ Makron, 1991.         [ Links ]

MACHLINE, Claude et al. O hospital e a visão administrativa contemporânea. São Paulo: Pioneira, 1983.         [ Links ]

MATTOS, Ruy de Alencar. Desenvolvimento de Recursos Humanos e mudança organizacional. Rio de Janeiro: LTC, 1985.         [ Links ]

PROAHSA. Manual de procedimentos hospitalares. São Paulo: FGV/EAESP/HC/FMUSP, 1987.         [ Links ]

RODRIGUES, Roberto Jaime et al. Informática e o administrador de saúde. São Paulo: Pioneira, 1987.         [ Links ]

 

NOTAS

1. Essas funções do SAME-CTA não incluem todas as atribuições previstas para um SAME. Para uma descrição completa, ver o texto de SABBATINI, Renato M. In: RODRIGUES, Roberto Jaime et al. Informática e o administrador de saúde. São Paulo: Pioneira, 1987

2. Trata-se de uma prática usual na aviação civil e consiste na reserva de assentos em número superior à capacidade do avião.

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons