SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 issue2Tensões entre econômico e social: uma proposta de análise à luz da teoria da estruturaçãoConfiança como fator de redução da vulnerabilidade humana no ambiente de trabalho author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Administração de Empresas

Print version ISSN 0034-7590

Rev. adm. empres. vol.48 no.2 São Paulo Apr./June 2008

https://doi.org/10.1590/S0034-75902008000200005 

ARTIGOS

 

Atributos corporativos e concentração acionária no Brasil

 

 

Alexandre Di Miceli da SilveiraI; Lucas Ayres B. de C. BarrosII; Rubens FamáIII

IFEA-USP
IIMackenzie
IIIPUC-SP

 

 


RESUMO

Este artigo enfoca os possíveis determinantes da concentração do direito de voto e do direito sobre o fluxo de caixa por parte dos acionistas controladores das companhias abertas brasileiras. A análise investiga se variáveis endógenas das firmas e setoriais fazem com que algumas empresas tenham estrutura de propriedade mais concentrada do que outras submetidas ao mesmo ambiente contratual. Ao se aplicarem testes empíricos a um painel com 161 empresas entre os anos de 1998 e 2002, as variáveis testadas como possíveis determinantes não parecem infl uenciar a concentração acionária dos controladores das empresas analisadas. Os resultados oferecem evidência em favor da hipótese de influência da exogeneidade da estrutura de propriedade sobre o desempenho corporativo, adotada em trabalhos recentes.

Palavras-chave: Estrutura de propriedade, governança corporativa, proteção ao investidor, direito de voto, direito sobre o fluxo de caixa.


ABSTRACT

This article focuses on the possible determinants of the concentration of the right to vote and the rights over cash-flow of the controlling shareholders of publicly-quoted Brazilian companies. The analysis investigates if endogenous variables of firms and sectors mean that some companies have a more concentrated corporate structure than others that undergo the same contractual environment. When empirical tests were applied to a panel of 161 companies between 1998 and 2002, the variables that were tested as possible determinants seem not to have an influence on the shareholder concentration of the owners of the companies that were analyzed. The results offer evidence in favor of the hypothesis of the influence of the exogeneity of the ownership structure on corporate performance, which has been used in recent work.

Keywords: Ownership structure, corporate governance, investor protection, voting rights, rights over cash-flow.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

REFERÊNCIAS

ARAÚJO FILHO, L. F. C.; RAMOS DE SOUZA, H.; CARMONA, C. M. U. A estrutura de propriedade das empresas de capital aberto no Brasil e os fatores determinantes da concentração acionária. In: Encontro Brasileiro de Finanças, 3º, 2003, São Paulo. Anais [...] Disponível em: <http://www.sbfin.org.br/>. Acesso em 10 jul. 2004.         [ Links ]

BALTAGI, B.H.; LI, Q. A Lagrange multiplier test for the error components model with incomplete panels. Econometrics Review, v. 9, n. 1, p. 103-107, 1990.         [ Links ]

BREUSCH, T.; PAGAN, A. A simple test for heteroscedasticity and random coefficients variation. Econometrica, v. 47, p. 1287-1294, 1979.         [ Links ]

CAMERON, A.C.; TRIVEDI, P.K. The information matrix test and its applied alternative hypothesis. Working Paper, 1990.         [ Links ]

CHUNG, K.; PRUITT, S. A simple approximation of Tobin's Q. Financial Management, v. 23, n. 3, p. 70-74, Autumn 1994.         [ Links ]

CLAESSENS, S.; DJANKOV, Simeon; FAN, J. P.H.; LANG, Larry H.P. Disentangling the incentive and entrenchment effect of large shareholdings. The Journal of Finance, v. 57, n. 6, p. 2741-2771, Dec. 2002.         [ Links ]

DEMSETZ, H.; LEHN, K. The structure of corporate ownership: causes and consequences. Journal of Political Economy, v. 93, n. 6, p. 1155-1177. Dec. 1985.         [ Links ]

HERMALIN, B.; WEISBACH, M. The effect of board composition and direct incentives on firm performance. Financial Management, v. 21, n. 4, p. 101-112, 1991.         [ Links ]

HIMMELBERG, C; HUBBARD, G.; PALIA, D. Understanding the determinants of managerial ownership and the link between ownership and performance. Journal of Financial Economics, v. 53, p. 353-384, 1999.         [ Links ]

JENSEN, M. Agency costs of free cash flow, corporate finance and takeovers. American Economic Review, v. 76, p. 323-329, May 1986.         [ Links ]

LA PORTA, R.; SHLEIFER, A.; LOPEZ-DE-SILANES, F. Corporate ownership around the world. Journal of Finance, v. 54, p. 471-517, 1999.         [ Links ]

LA PORTA, R.; SHLEIFER, A.; LOPEZ-DE-SILANES, F.; VISHNY, Robert. Law and finance. Journal of Political Economy, v. 106, p. 1113-1155, 1998.         [ Links ]

LA PORTA, R.; SHLEIFER, A.; LOPEZ-DE-SILANES, F.; VISHNY, Robert.. Investor protection and corporate governance. Journal of Financial Economics, v. 58, p. 3-27, Oct. 2000.         [ Links ]

LEAL, R.; VALADARES, S. Ownership and control structure of Brazilian companies. Unpublished working paper. Disponível em: <http://www.coppead.ufrj.br/ricardoleal/publications.html>. Acesso em 18 jul. 2002.         [ Links ]

McCONNEL, J.; SERVAES, H. Additional evidence on equity ownership and corporate value. Journal of Financial Economics, v. 27, p. 595-612, 1990.         [ Links ]

MORCK, R.; SHLEIFER, A.; VISHNY, R. W. Management ownership and market valuation: an empirical analysis. Journal of Financial Economics, 20, p. 293-315. 1988.         [ Links ]

OKIMURA, R. T. Estrutura de propriedade, governança corporativa, valor e desempenho das empresas no Brasil. 2003. 120p. Dissertação de Mestrado, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.         [ Links ]

 

 

Artigo recebido em 22.05.2005.
Aprovado em 31.01.2008.

 

 

Alexandre Di Miceli da Silveira
Professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo Doutor e Mestre em Administração de Empresas (Finanças) pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo Interesses de pesquisa nas áreas de governança corporativa e estrutura de propriedade E-mail: alexfea@usp.br Endereço: Av. Luciano Gualberto, 908, FEA/USP, Prédio 3, Sala 239, São Paulo-SP, 05508-900

Lucas Ayres B. de C. Barros
Professor da Faculdade de Ciências Econômicas, Contábeis e Administrativas, Universidade Presbiteriana Mackenzie Doutor em Administração de Empresas pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo Interesses de pesquisa nas áreas de finanças, valor da empresa, estrutura de capital, modelagem econômica, finanças comportamentais e fi nanças estocásticas E-mail: lucasayres2002@yahoo.com.br Endereço: Rua Florália, 103, Jardim Atibaia, São Paulo – SP, 05451-130

Rubens Famá
Professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo Doutor em Administração de Empresas pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo Interesses de pesquisa nas áreas de finanças corporativas, incluindo avaliação de investimentos, custo de capital e estrutura de capital E-mail: rfama@usp.br Endereço: R. Morás, 656, Ap. 5, Vila Madalena, São Paulo – SP, 05434-020

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License