SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número4Subpopulações linfocitárias e função neutrofílica na doença de Chagas humanaTrombocitopenia e leptospirose índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão On-line ISSN 1678-9946

Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo v.32 n.4 São Paulo jul./ago. 1990

https://doi.org/10.1590/S0036-46651990000400003 

ARTIGOS ORIGINAIS

 

Alterações renais por hipersensibilidade ao uso de antimonial pentavalente (Glucantime®) na leishmaniose tegumentar americana. Relato de um caso

 

Nephrotoxicity to Glucantime® in the treatment of Leishmaniasis

 

 

Luis Carlos CucéI; Walter Belda JúniorII; Mabel Cristina DiasIII

IProfessor Associado do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da USP, São Paulo, SP, Brasil
IIAuxiliar de Ensino do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da USP, São Paulo, SP, Brasil
IIIResidente de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, São Paulo, SP, Brasil

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

Os autores apresentam caso de Leishmaniose Tegumentar Americana em paciente de 60 anos, que desenvolveu quadro de insuficiência renal aguda não oligúrica e reversível associada a erupção urticariforme na pele após início de tratamento com Glucantime®. A diagnose do quadro renal foi estabelecida por biópsia renal que revelou nefrite intersticial aguda e necrose tubular aguda. Após a suspensão da droga houve restabelecimento da função renal, sendo a mesma tratada com Anfotericina B, evoluindo com cicatrização completa das lesões, não tendo apresentado alterações significantes da função renal, controlada semanalmente pela dosagem sérica de uréia, creatinina, sódio e potássio.

Unitermos: Leishmaniose Tegumentar Americana; N-Metil-Glucamina; Nefrite intersticial aguda.


SUMMARY

The authors report one case of leishmaniasis in a 60 years old patient who developed renal failure after treatment with Glucantime®. With the interruption of these drug the patient recovered her normal renal function, and a new treatment with Amphotericin B was tried with complete cicatrization of the lesions.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. HARVEY, S.G. — Heavy metals. In: GOODMAN, L.S. & GILMAN, A. ed. The pharmacological basis of therapeutics. 5th ed. New York, MacMillan, 1975. p. 924-945.         [ Links ]

2. JOLLIFFE, D.S. — Nephrotoxicity of pentavalent antimonials (letter). Lancet, 1: 584, 1985.         [ Links ]

3. MARSDEN, P.D. — New light on pentavalent antimonials in the treatment of leishmaniasis. Rev. Soc. bras. Med. trop., 16: 172-174, 1983.         [ Links ]

4. REES, P.H.; KEATING, M.I.; KAGER, P.A. & HOCKMEYER, W.T. — Renal clearence of pentavalent antimony (Sodium stibogluconate). Lancet, 2: 226-229, 1980.         [ Links ]

5. SAMPAIO, R.N.O.; ROCHA, R.A.A.; MARSDEN, P.D.; CUBA, C.C. & BARRETO, A.C. — LeishmanioseTegumentar Americana. Casuística do Hospital Escola da Un.B. An. bras. Derm., 55: 69-76, 1980.         [ Links ]

6. VEIGA, J.P.R.; WOLFF, F.R.; SAMPAIO, R.N. & MARSDEN, P.D. — Renal tubular dysfunction in patients with mucocutaneous leishmaniasis treated with pentavalent antimonials (letter). Lancet, 2: 569, 1983.         [ Links ]

7. VEIGA, J.P.R.; ROSA, T.T.; KIMACHI, T.; WOLFF, E.R.; SAMPAIO, R.N.; GAGLIARDI, A.R.T.; JUNQUEIRA Jr., L.F.; COSTA, J.M.L. & MARSDEN, P.D. — Função renal em pacientes com leishmaniose muco-cutánea tratados com antimoniais pentavalentes. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo, 27: 298-302, 1985.         [ Links ]

 

 

Endereço para correspondência:
Dr. Luiz Carlos Cucé
Departamento de Dermatologia, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Caixa Postal 8091
CEP 05403 São Paulo, SP, Brasil

Recebido para publicação em 02/10/1989.

 

 

Trabalho realizado na Divisão de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Serviço do Prof. Evandro A. Rivitti).

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons