SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número3Pesquisa epidemiologica da infecção por Trypanosoma cruzi no nordeste brasileiro utilizando-se diferentes métodos diagnósticosSusceptibilidade a droga, do Plasmodium falciparum, na Amazônia Ocidental, Estado do Acre, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

versão impressa ISSN 0036-4665

Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo v.33 n.3 São Paulo maio/jun. 1991

http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651991000300006 

ENSAIOS TERAPÊUTICOS

 

Da necessidade de se adotar e divulgar esquemas terapêuticos para tratamento de leishmaniose tegumentar no Paraná

 

It's necessary to adopt and disseminate therapeutic schemes for the treatment of cutaneous leishmaniasis in Paraná State

 

 

Ueslei TeodoroI; Roberto Palma SpinozaII; Vicente La Salvia FilhoI; Ana Lúcia Falavigna GuilhermeI; Airton Pereira LimaIII; Gabriel Marcelo Botelho JunqueiraIII; Norico Miyagui MisutaIII; Antonio Nerilo SobrinhoI; Edson Mauricio de LimaI

IFundação Universidade Estadual de Maringá, Paraná, Brasil
IISuperintendência de Campanhas de Saúde Pública (SUCAM), Londrina, Paraná, Brasil
IIISecretaria de Estado de Saúde, Maringá, Paraná, Brasil

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

A leishmaniose tegumentar tem mostrado caráter endêmico no Norte-Noroeste do Paraná, em áreas que vêm sendo ocupadas desde os anos 40, onde persistem matas residuais com modificações bastante acentuadas. A infecção tem atingido sobretudo adultos do sexo masculino, mas também vem sendo constatada em mulheres e crianças, e por vezes em diversos componentes de uma mesma família. Investigou-se 513 casos de leishmaniose tegumentar notificados pela SUC AM, com informações de terem tido apenas diagnóstico clínico, de janeiro de 1987 a agosto de 1989, os quais iniciaram o tratamento com Glucantime®, em Centros de Saúde do Estado ou na própria SUCAM. De 513 pacientes tratados 260 (50,67%) tiveram alta por cura clínica e os 253 (49,33%) restantes não retornaram para verificação da cura clínica ou abandonaram o tratamento. A quantidade de ampolas de Glucantime® fornecidas para os pacientes oscilou de 10 a mais de 200, com ou sem intervalo durante o tratamento, sendo que 217 (85,46%) dos 260 casos receberam de 10 a 75 ampolas. A ocorrência de leishmaniose em 163 (31,75%) mulheres e em 34 (6,62%) crianças, de ambos os sexos, até dez anos de idade, sugere a transmissão domiciliar. Não se sabe se os 253 (49,33%) indivíduos que não retornaram ou abandonaram o tratamento seguiram a prescrição terapêutica e se restabeleceram. O elevado número de indivíduos que não retornou ou abandonou o tratamento mostra a necessidade de maior conscientização das conseqüências que podem advir do tratamento incompleto. APOIO: Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva.

Unitermos: Leishmaniose tegumentar americana; Tratamento; Glucantime®


SUMMARY

American cutaneous leishmaniasis has shown an endemic character in areas of North-North-west Paraná State, which were populated in 40's, where residual forests persist with intense modifications. The infection has been found mainly in males, but was found also in females and children and in many individuals of a same family. 513 cases of cutaneous leishmaniasis notified to SUCAM by clinical diagnosis were investigated. Treatment was begun with Glucantime® at State Health Centers or at SUCAM. Of 513 treated patients 260 (50.67%) were considered clinically cured. The remaining 253 (49.33%) abandoned treatment. The quantity of Glucantime® supplied to the patients varied from 10 vials to more than 200, with or without intervals during the treatment. Two hundred and seventeen (85.46%) patients among 260 received from 10 to 75 vials. The ocurrence of leishmaniasis in 163 (31.75%) women and in 34 (6.62%) children, of both sexes, up to 10 years old, suggests domiciliary transmission. It's not known if the 253 (49.33%) individuals who abandoned the treatment recovered. This high number shows the necessity of better knowledge of the consequences that can occur due to incomplete treatment.


 


Texto completo disponible sólo en PDF.

Full text available only in PDF format.

 


REFERÊNCIAS BILBIOGRÁFICAS

1. BARROS, G.C; SESSA, P.A; MATTOS, E.A. de; CARIAS, V. R.D; MAYRINK, W.; AIRES DE, J.T.; AIRES de; FALQUETO, A. & JESUS, A.C. de - Foco de leishmaniose tegumentar americana nos municípios de Viana e Cariacica, Estado do Espírito Santo, Brasil. Rev. Saúde públ. (S.Paulo), 19: 146-153, 1985.        [ Links ]

2. CONSOLIM, J.; LUZ, E. & TORRES, P.B. - Aspectos biológicos dos flebotomíneos da área de Itaipu, no Estado do Paraná - Brasil - (Diptera Psychodidae). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOLOGIA, 15, Curitiba 1988.p.173.        [ Links ]

3. FORATTINI, O.P.; RABELLO, E.X.; SERRA, O.P.; COTRIM, M. das D.; GALATI, E.A.B. & BARATA, J.M.S. - Observações sobre transmissão da leishmaniose tegumentar no Estado de São Paulo, Brasil. Rev. Saúde públ. (S.Paulo), 10: 31-43, 1976.        [ Links ]

4. FURTADO, T. & VIEIRA, J.B.F. - Geografia da leishmaniose tegumentar americana no Brasil. An. bras. Derm., 57: 135-140, 1982.        [ Links ]

5. GOMES, A. de C. - Mecanismos e significados epidemiológicos da domiciliação. Rev. Saúde públ. (S.Paulo), 20: 385-390, 1986.        [ Links ]

6. GOMES, A de C.; RABELLO, E. X & GALATI, E.A.B. - Flebotomíneos encontrados em galinheiros nos Estados de São Paulo e Minas Gerais (Brasil) e algumas observações ecológicas. Rev. Saúde públ. (S. Paulo) 12: 403-407, 1978.        [ Links ]

7. GRIMALDI Jr., G.; DAVID, J.R. & MCMAHON-PRATT, D. - Identification and distribution of new world Leishmania species characterized by serodeme analysis using monoclonal antibodies. Amer. J. trop. Med. Hyg., 36: 270-287, 1987.        [ Links ]

8. LAINSON, R. - Our present knowledge of the ecology and control of leishmaniasis in the Amazon region of Brazil. Rev. Soc. bras. Med. trop., 18: 47-56, 1985.        [ Links ]

9. LIMA, L.C.R.; MARZOCHI, M.C. de A. & SABROZA, P.C. - Flebotomíneos em áreas de ocorrência de leishmaniose tegumentar no bairro de Campo Grande, Rio de Janeiro, Brasil. Rev. bras. Malar., 33: 64-74, 1981.        [ Links ]

10. MAGALHÃES, P.A. - Leishmaniose no Vale do Rio Doce. An. bras. Derm., 52: 319-324, 1977.        [ Links ]

11. MARSDEN, P.D. - Pentavalent antimonials: old drugs for new diseases. Rev. Soc. bras. Med., trop., 18: 187-198, 1985.        [ Links ]

12. MARSDEN, P.D. - Mucosal leishmaniasis ("espundia" Escomel, 1911). Trans. roy. Soc. trop. Med. Hyg, 80: 859-876, 1986.        [ Links ]

13. MINISTÉRIO DA SAÚDE - DN DS/SNPES DIENF/DECEN/SUCAM. Relatório da Reunião Técnico-operacional sobre o controle da leishmaniose tegumentar americana (LTA), no Brasil, Brasilia 04-06/04/88.        [ Links ]

14. RANGEL, E.F.; SOUZA, N.A. de; WERMELINGER, E.D. & BARBOSA, A.F. - Infecção natural de Lu. intermedia Lutz & Neiva, 1912, em área endêmica de leishmaniose tgumentar no Estado do Rio de Janeiro. Mem. Inst. Oswaldo Cruz, 79: 395-396, 1984.        [ Links ]

15. SALAZAR, H.C. & SALGUEIRO, P.F. - Leishmaniasis, epidemiological aspects in Brazil and in Rio de Janeiro. Rev. bras. Med., 36: 594-597, 1979.        [ Links ]

16. SAMPAIO, R.N.R.; SOARES, S.K.P.; ROSA, A. de C.; MARTINS NETTO, E.; MAGALHÃES, A.V. & MARSDEN, P.D. - Tratamento com pentamidina de seis casos da mucosa de leishmaniose tegumentar. An. bras. Derm., 63: 439-442, 1988.        [ Links ]

17. SILVEIRA, T.G.V.; TEODORO, U.; ARRAES, S.M.A.A.; LONARDONI, M.V.C.; DIAS, M.L.G.G.; SHAW, J.J.; ISHIKAWA, E.A.Y. & LAINSON, R. - An autochthonous case of cutaneous leishmaniasis caused by Leishmania (Leishmania) amazonensis Lainson e Shaw, 1972 from the North of Parana State, Brazil. Mem. Inst. Oswaldo Cruz, 85: 475-476, 1990.        [ Links ]

18. SUCAM - DISTRITO DE LONDRINA - MINISTÉRIO DA SAÚDE. Relatório das atividades deste distrito face à existência de foco de leishmaniose em localidade dos municípios de: Terra Boa e Jussara - PR. Londrina, 11/08/78.        [ Links ]

19. SUCAM - MINISTÉRIO DA SAÚDE. Leishmaniose tegumentar americana no Brasil: Sua problemática, seu controle, desafios e perspectivas. Inform. epidem. SUCAM, 5(50), 1987.        [ Links ]

20. TALHARI, S.; SARDINHA, J.C.G.; SCHETTINI, A.P.M.; ARIAS, J. & NAIFF, R.D. - Tratamento de leishmanioses tegumentar americana. Resultados preliminares com pentamidina. An. bras. Derm. 60: 361-364, 1985.        [ Links ]

21. TALHARI, S.; ARIAS, J.R.; CUNHA, M.G.S.; NAIFF, R.D.; NAIFF, M.F.; FREITAS, R.A. de & BARRETT, T. - Leishmaniose no Estado do Amazonas. Aspectos epidemiológicos, clínicos e terapêuticos. An. bras. Derm., 63: 433-438, 1988.        [ Links ]

22. TEODORO, U. - Aspectos epidemiológicos e do controle das leishmanioses americanas. São Paulo, 1987. (Dissertação de mestrado - Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo).        [ Links ]

23. TEODORO, U.; SPINOZA, R.P.; LA SALVIA FILHO, V.; GUILHERME, A.L.F.; LIMA, A.P. de; JUNQUEIRA, G.M.B.; NERILO SOBRINHO, A. & LIMA, E.M. de - Da necessidade de se adotar e divulgar esquema terapêutico para tratamento de leishmaniose tegumentar no Paraná. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL, 20., Florianópolis, 1989. Resumos. Florianópolis, Imprensa Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina, 1989. p. 57, re. nº 149. (Rev. Soc. bras. Med. trop, 22(Supl.): 57, 1990).        [ Links ]

24. VERZIGNASSI, T.G.; PEREIRA, D.S.; TEODORO, U.; MISUTA, N.M.; DIAS, M.L.G.G.; FERREIRA, M.E.M.C.; FRESSATTI, R. & ARISTIDES, S.M.A. - Leishmaniose tegumentar americana: aspectos epidemiológicos no Norte do Paraná - Brasil. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA, 40., São Paulo, 1988. Resumos. São Paulo, Artes Gráficas Guaru, 1988. p.884-885. res. nº 13-G.1.9. (Ciênc. e Cult., 40(Supl. 7): 884-885, 1988).        [ Links ]

25. WARD, R.D. - New world leishmaniasis: a review of the epidemiological changes in the last three decades. In: INTERNATIONAL CONGRESS OF ENTOMOLOGY. 15., Washington, 1977. Proceedings. Washington, DC, 1977. p. 505-522.        [ Links ]

 

 

Endereço para correspondência:
Dr. Ueslei Teodoro
Departamento de Análises Clínicas, Fundação Universidade Estadual de Maringá
Av. Colombo, 3690
Telefone 0442 26-2727 ramal 347
CEP 87020, Maringá, Paraná, Brasil

Recebido para publicação em 28/8/1990
Aceito para publicação em 2/2/1991