SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue6Serological, electrophoretic and biological properties of Fasciola hepatica antigensFrequency of hepatitis B serological markers in first consultation pregnant women at health centers in a metropolitan area, S. Paulo city, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo

On-line version ISSN 1678-9946

Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo vol.34 no.6 São Paulo Nov./Dec. 1992

https://doi.org/10.1590/S0036-46651992000600006 

EPIDEMIOLOGIA

 

Levantamento planorbídico do Estado de São Paulo: 8ª Região Administrativa (grande área de São José do Rio Preto)(1)

 

Planorbidic survey of the State of São Paulo, Brazil: 8th Administrative Region (great area of São José do Rio Preto)

 

 

Jorge Faria Vaz; Maísa Rose Domenico Elmor; Léa Maria Cappelletti Gonçalves

Laboratório de Malacologia da Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN); São Paulo, SP, Brasil

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

Para reconhecer a distribuição dos planorbídeos na 8ª Região Administrativa do Estado de São Paulo, 286 lotes de caramujos procedentes dos 85 municípios que a constituem foram examinados e identificados no Laboratório de Malacologia da SUCEN. Biomphalaria straminea, que ocorre em quatro criadouros - um em Altair e três em S. José do Rio Preto, foi a única espécie identificada capaz de vir a comportar-se naturalmente como hospedeira intermediária de S.mansoni. Isto demonstra que são mínimas as probabilidades da esquistossomose vir a instalar-se na área estudada.

Unitermos: Planorbídeos (Distribuição); Esquistossomose; Epidemiologia.


SUMMARY

In order to know the distributional patterns of Basommatophoran snails in the State of São Paulo (Brazil), 85 "counties" in the area of S. José do Rio Preto were worked out during seven months (1982). Snails from 286 breeding places were collected and identified. Biomphalaria straminea, an intermediate host of S. mansoni, was found in four little ponds, in the neighbourhood of Altair and S. José do Rio Preto. It was concluded that schistosomiasis has little chance to spread out in the studied area.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. ANSARI, N. - Epidemiology and control of Schistosomiasis (Bilharziasis). Basel, S. Karger, 1973.         [ Links ]

2. CETESB - Qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo. Governo do Estado de São Paulo - Secretaria de Obras e do Meio Ambiente. Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental, 1978.         [ Links ]

3. CETESB - Qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo. Governo do Estado de São Paulo - Secretaria de Obras e do Meio Ambiente. Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental, 1980.         [ Links ]

4. CODA, D.; FALCI, N. & MENDES, F.A.T. -Contribuição para o estudo e a profilaxia da esquistossomose mansônica no Estado de São Paulo. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 19: 25-68, 1959.         [ Links ]

5. CORRÊA, L. L.; CORRÊA, M.O.A.; VAZ, J.F.; SILVA, M.I.P.G.; SILVA, R.M. & YAMANAKA, M.T. -Importância das plantas ornamentais de aquários como veículos de propagação de vetores de Schistosoma tnansoni. Rev. Inst. Adolfo Lutz, 40: 89-96,1980.         [ Links ]

6. CORRÊA, R.R.; PIZA, J.T.; RAMOS, A.S. & CAMARGO, L.V. - Planorbídeos do Estado de São Paulo - Sua relação com a esquistossomose (Pulmonata-Planorbidae). Arq. Hig. Saúde públ., 27 (92): 139-159, 1962.         [ Links ]

7. CORRÊA, R.R.; MURGEL, J.M.T.; PIZA, J.T.; DIAS, L.C.S.; MORAES, L.V.C. & ROSÁRIO, F.F. - Dispersão de Biomphalaria straminea, hospedeira intermediária de Schistosoma mansoni através da distribuição de peixes. Rev. Saúde públ. (S.Paulo), 4: 117-127,1970.         [ Links ]

8. I.B.G.E. Censo Industrial - 2º - São Paulo. Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1975.         [ Links ]

9. KELLER, E.C.S. - População. In: Geografia do Brasil -Região Sudeste. Rio de Janeiro, Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, SERGRAF, 1977.V.3.         [ Links ]

10. PARAENSE, W.L. - Biomphalaria oligoza n.n. for Tropicorbis philippianus (Dunker) sensu Lucena. Rev. bras. Biol., 34: 379-386,1974.         [ Links ]

11. PARAENSE, W.L. - Biomphalaria orbigny sp. n. from Argentina. Rev. bras. Biol., 35: 211-222,1975.         [ Links ]

12. PARAENSE, W.L. - A natural population of Helisoma duryi in Brasil. Malacologia,15: 369-379,1976.         [ Links ]

13. PARAENSE, W.L. - Biomphalaria occidentalis sp. n. from South America (Mollusca Basommatophora Pulmonata). Mem. Inst. Oswal do Cruz, 76: 119-211, 1981.         [ Links ]

14. PIZA, J.T.; RAMOS, A.S.; MORAES, L.V.C.; CORRÊA, R.R.; TAKAKU, L.L. & PINTO, A.C.M. - Carta planorbídica do Estado de São Paulo - Governo do Estado de São Paulo - Secretaria de Estado da Saúde. Campanha de Combate à Esquistossomose, 1972.         [ Links ]

15. SECRETARIA DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO-Diagnóstico - 8ª. Região Administrativa. Governo do Estado de São Paulo, 1972.         [ Links ]

16. VAZ, J. F.; ELMOR, M.R.D.; GONÇALVES, L.M.C. & ISHIHATA, G.K. - Resultados do levantamento planorbídico da área de Presidente Prudente - Estado de São Paulo. Rev. Inst. Med. trop. S.Paulo, 25: 120-126, 1983.        [ Links ]

 

 

Endereço para correspondência:
Alameda Lorena 1919
01424-002 São Paulo, S.P., Brasil

Recebido para publicação em 01/11/1991
Aceito para publicação em 15/10/1992

 

 

(1) Trabalho enviado em 1983, a uma revista que, por motivos econômicos financeiros, não chegou a ser editada. Como o texto conserva plena atualidade é agora submetido à apreciação dos interessados.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License