SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 issue1Estudo retrospectivo da peste humana no Nordeste oriental do BrasilTratamento da amebíase intestinal crônica: estudo comparativo entre diversos amebicidas author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Rev. Soc. Bras. Med. Trop. vol.4 no.1 Uberaba Jan./Feb. 1970

http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86821970000100003 

«Hanseníase e Doença de Chagas». Estudos realizados no Sanatório São Francisco de Assis, Bambuí, Minas Gerais

 

 

João Carlos Pinto DiasI; Dilermando Alves da CunhaII

IMédico da Secretária do Estado da Saúde de Minas Gerais. Colaborador voluntário da Divisão de Nosologia do Instituto Oswaldo Cruz
IIMédico da Secretária do Estado da Saúde de Minas Gerais. Diretor do Sanatório "São Franciso de Assis"

 

 


RESUMO

Em hansenianos internados num sanatório em Bambui, Minas Gerais, área endêmica de doença de Chagas, encotrou-se 38.63% de positividade da reação de Guerreiro & Machado, realizando-se exames clínicos, radiològicos e eletrocardiográficos em pacientes do grupo positivo e negativo. Os resultados são comparados a outros dados da região, sugerindo que o tratamento sulfônico. nestes casos, não interferiu na positividade daquela reação. Não parece ter havido influência do processo leprótico sobre a evolução da doença de Chagas e nem desta sóbre a lepra. Os estudos realizados sôbre o grupo não chagásico deixam entrever a possibilidade da existência de conseqüências cardiovasculares da hanseniase, aparentemente mal delimitadas e pouco estudadas na literatura.


ABSTRACT

In lepers hopitalised at a sanatory in Bairibui, State of Minas Gerais (Brazil), endemic area of Chagas' disease. 38.63% of positive serological tests for American Trypanosomiasis were found. Both groups of positive and negative patients were examined from a clinical, electrocardiographic and radiologic point of view. The data were compared to others of the region, suggesting that the sulphonamid treatment, in these cases, did not change the positivness of "Guerreiro & Machado" reaction. Apparently neither does the leprotic process interfere with the evolution of Chagas' disease, nor does the latter interfere with the former. Clinical findings of non chagasic group permit one to foresee the possibilities of cardiovascular consequences in leprosy, not yet well limited and with few searchs hi Medical Literature.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

BIBLIOGRAFIA

1. ALEIXO, J. - Informação pessoal. 1969.         [ Links ]

2. ALMEIDA, J.O. — Serological behaviour of lepromatous sera in relation to complement-fixation: tests for syphiilis. Chagas' disease and brucellosis. Rev. Bras. Leprol. 32: 15-22, 1964.         [ Links ]

3. ALMEIDA, J.O. — Reação de fixação pela técnica quantitativa para moléstia de Chagas - Técnica em tubo e técnica em placas, — Doença de Chagas, 1.a edição — Prof. J. Romeu Cançado, Belo Horizonte, Minas Gerais, 1968.         [ Links ]

4. ALMEIDA. J.O. — Informação pessoal, 1969.         [ Links ]

5. AMORIM, P.J. — Experimentação terapêutica na moléstia de Chagas. Hospital 64:497-502, 1963.         [ Links ]

6. ANDRADE. J.C, — (Diretor da Colônia de Aguas Claras, Salvador. Bahia). Informação pessoal, 1968.         [ Links ]

7. BATISTA, SEBASTIÃO M. & SAN-TOS, ULISSES, M. — Antígeno metílico da cultura de Schizotrypanum cruzi. O Hospital 56:1045-1051. 1959.         [ Links ]

8. BECHELLI, L. M. & ROTBER. A. — Compêndio de Leprologia. Ministério da Educação e Saúde, Rio de Janeiro, 1951.         [ Links ]

9. BONÉSIO, C.S. — (Chefe do Serviço de Epidemiologia do Departamento de Lepra de Minas Gerais). Informação pessoal, 1969.         [ Links ]

10. BRANT, T.C.; LARANJA, F.S.; BUSTAMANTE, F.M. de & MELO, A.L. — Dados sorológicos e eletrocardiográficos da doença de Chagas no Estado do Rio Grande do Sul. Rev. Brasil. Malar. 9:141-148, 1957,         [ Links ]

11. BRASIL, A. — Cardiopatia chagásica crônica — Doença de Chagas, 1.° edição — Prof. J, Romeu Cançado, Belo Horizonte, Minas Gerais, 1968.         [ Links ]

12. BRENER, Z. — Terapêutica experimental da doença de Chagas — Doença de Chagas, 1.a edição — Prof. J. Romeu Cançado, Belo Horizonte, Minas Gerais, 1968.         [ Links ]

13. DEL FÁVERO — A lepra no Brasil. Arquivo de Higiene (D.N.S.M.S) 23 (1) :61-83, 1967.         [ Links ]

14. Departamento de Dermatologia Sanitária São Paulo— Informação pessoal,1969.         [ Links ]

15. DIAS, E — Um ensaio de profilaxia da moléstia de Chagas. Imprensa Nacional. 116 páginas, 1945.         [ Links ]

16. DIAS. S.. LARANJA. F.: NÓBREGA. O. — Doença de Chagas. Imprensa Nacional. Reimpresso das Mem. Inst. Oswaldo Cruz. 43 ( 3 ) 1946.         [ Links ]

17. DIAS.J.C.P.& DIAS,E.-Informações acerca da forma sub-clínica da doença de Chagas crônica no Oeste de Minas Gerais. Comunicação ao III Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - Salvador, Bahia, fevereiro de 1967.         [ Links ]

18. DIAS, J.C.P. & DIAS, E. - Considerações gerais acérca de 67 casos humanos de doença de Chagas aguda observados pelo Pósto Dr. Emmanuel Dias (I.O.C.). Bambuí. M.G., entre 1955 e 1967. Hospital 73:1935- 1945, 1968.         [ Links ]

19. DIAS, J.C.P. & KLOETZEL, K. — The prognostic value of the electrocardiographic features of chronic Chagas' disease. Rev, Inst. Med. Trop. São Paulo, 10:158:162, 1968.         [ Links ]

20. DINIZ. O. — Lepra e doença de Chagas. Arq. Min. Leprol. 9:155-171. 1949.         [ Links ]

21. DINIZ, O, & PELLEGRINO, J. — A reação de fixação de complemento ccm antígeno de cultura S. cruzi em sòro de leprosos. Arq. Min. Leprol. 8:111-126, 1948.         [ Links ]

22. DUARTE, G.G.; HADDAD, M. & FÁVERO, M. — Análise do componente etiológico exclusivamente chagásieo no estudo da prevalência de cardiopatias. Rev. Inst. Med. Trop. São Paulo, 9:327-332, 1967.         [ Links ]

23. FREITAS, J.L.P. — Contribuição para o estudo do diagnóstico da moléstia de Chagas por processos de laboratório. Tese. (Universidade de São Paulo), 160 páginas, 1947.         [ Links ]

24. GARCIA CALDERÓN. D. de J. Las alteraciones cardiovasculares en enfermos con lepra, México, D.F., Facultad de Medicina, 1965.         [ Links ]

25. KLOETZEL, K. & DIAS. J.C.P. - Mortality in Chagas' disease life-table for the period 1949-1987 in unselected population. Rev. Inst. Mod. Trop. São Paulo, 19:5-8. 1968.         [ Links ]

26. LACORTE, J.G. — A reação de Machado na moléstia de Chaeas. Acta Médica, 1:264-274, 1938.         [ Links ]

27. LARANJA, F.S.: DIAS, E., NÕBREG, G. & MIRANDA. A. — Chagas' disease. A clinical, epidemiologic and pathologic study. Circulation. 14- 1035-1060. 1956.         [ Links ]

28. LARANJA, F.S.: DIAS. E.: DUARTE. E. és PELLEGRINO, J. — Observações clínicas e epídemiolégicas sôbre a moléstia de Chagas no Oeste de Minas Gerais. Hospital (Rio). 40: 945-938, 1951.         [ Links ]

29. LUCENA, D. & COSTA, L. — Inquérito sorológieo sôbre a doença de Chagas na Paraíba. Separata da Rev. Bras. Med. XIV(5) : 11 pág. 1957.         [ Links ]

30. MENEZES, H. & KOBERLE, F. — Do valor do exame macioscópico no diagnóstico da cardiopatia chagásica. Hospital 68:139-144, 1965.         [ Links ]

31. MIRANDA, J. — Informação pessoal, 1968.         [ Links ]

32. MUNIZ, J. & FREITAS, G. — Contribuição para o diagnóstico da doença de Chagas pelas reações de imunidade. 1 — Estudo comparativo entre as reações de aglutinação e de íixacão do complemento. Mem, Inst. Osw. Cruz, 41:303-333, 1944.         [ Links ]

33. PIERETTI, O.H. — El eletrocardiograma en la cardiopatia chagasica. Tesis doctoral. Serv. Divulg. Ediç. Presd. Republica, Caracas, 98 pág.. 1961.         [ Links ]

34. PIMENTA, W. — Informação pessoal, 1969,         [ Links ]

35. PÔRTO. C. — Assistência médico-social aos chagásicos filhos de pais enfermos de lepra recolhidos aos preventórics. Arq. Min. LeproL. 4:432- 440. 1956.         [ Links ]

36. PÔRTO, C, — Resultado de investigação sôbre moléstia de Chagas procedida no Educandário do Triângulo Mineiro "'Eunice Weaver" — Araguari — Arq. Min. LeproL, 16:50-58. 1956.         [ Links ]

37. PRATA. A.R. — Aula proferida no VII Curso de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia, 1967.         [ Links ]

38. PUFFER, R.R. & GRIFFTH. G.W. - Característica de la mortalldsd urbana — Publicacão Científica n.11 151 da O.S.P., 390 páginas. 1968.         [ Links ]

39. RODRIGUES, N.; FERREIRA, E.P. & DIAS, J.C.P. — O eletrocardiograrna na doença de Chagas crônica. (Estudo de 100 casos). Arq. Bras. Cardiol.. 19:225-234. 1966.         [ Links ]

40. ROGERS, L. & MUIR, E. — Lepra. (Tradução portuguesa de Amilton Palermo). Sec. Saúde Públ. Est. Minas Gerais, 1937.         [ Links ]

41. ROSENBAUM, M.B. & CERISOLA, J. A. — Epidemiologia de la enfermedad de Chagas en la República Argentina. Hospital, 60:55-100, 1961.         [ Links ]

42. SALGADO, A.A.; MAYRINK, W. & DIAS, J.C.P. — Em preparação.         [ Links ]

43. SANTINO FILHO, F.; SANTOS, V. M.; SALDANHA, L.F.; HENRIQUE. S. & BRASIL, M.H. — Amiloidose renal secundária à lepra lepromatosa. Hospital, 75:563-570, 1969.         [ Links ]

44. Serviço Nacional de Lepra — Manual de Leprologia, 171 páginas. 1960.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 14.10.69.

 

 

Trabalho do Posto "Dr. Emmanuel Dias" Instituto Oswaldo Cruz e do Sanatório "São Franciscode Assis", em Bambui, MG. Apresentado como informe preliminar no V Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, São Paulo, fevereiro de 1969.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License