SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 issue3Um foco de doença de Chagas transmitida pelo Triatoma infestans na Baixada Fluminense, Município de Caxias, Estado do Rio de Janeiro, Brasil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Rev. Soc. Bras. Med. Trop. vol.5 no.3 Uberaba May/June 1971

https://doi.org/10.1590/S0037-86821971000300001 

Triatoma infestans colonizando em domicílios da Baixada Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, Brasil

 

 

Mário B. Aragão; Sebastião A. Souza

Instituto de Endemias Rurais, Rio de Janeiro, Brasil

 

 


RESUMO

Nos municípios de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, que fazem parte do Grande Rio de Janeiro, foram encontrados domicílios infestados pelo T. infestans.
Em duas locdades do Município de Duque de Caxias (Amapá e Piranema) foram encontrados T. infestans infectados por flagelados morfològicamente indistinguíveis do Trypanosoma cruzi, sendo de notar que alguns dêsses insetos foram coletados em uma casa em que os moradores nunca tinham estado em zona afetada pela doença de Chagas.
Os autores concluam que a infestação deve ser recente e discutem o problema dêsse triatomíneo estar proliferando num clima opôsto ao de sua área de dispersão e numa região onde os triatomíneos silvestres, que penetram nos domicílios, não conseguem formar colônias.


ABSTRACT

In the municipalites of Duque de Caxias and Nova Iguaçú, which are a part of the Greater Rio de Janeiro, dwellings were found infested by T. infestans.
T. infestans infected by flagellates morphologically indistinguishable from Trypanosoma (S) cruzi were found in two localities in the municipality of Duque de Caxias (Amapá and Piranema).
It was noted that some of these insects were collected in a house in which the dwellers have never been in a zone affected by Chagas' disease.
The authors conclude that the infestation is probably recent and discuss the problem of this Triatoma prolifering in a climate opposite to its area of disrpersion and in a region where sylvan triatoma, which penetrates into the dwellings, is not able to form colonies.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

BIBLIOGRAFIA

1 ARAGÃO, M. B. & DIAS, E. — Aspectos climáticos da doença de Chagas. I — Considerações sôbre a distribuição geográfica do Triatoma infestans. Rev. Bras. Malar. D. Trop., 8: 633-641, 1956.         [ Links ]

2. CORRÊA, R. R. — Informe sôbre a doença de Chagas no Brasil e em especial no Estado de São Paulo. Rev. Bras. Malar. e D. Trop., 20: 39-81, 1968.         [ Links ]

3. FREITAS, J. L. P. — Profilaxia da moléstia de Chagas, in Doença de Chagas, pp. 541-559, editado por J. Romeu Cançado, Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, Belo Hori-zonte, 1968.         [ Links ]

4. LUCENA, D. T. — Estudos sôbre a doença de Chagas no nordeste do Brasil. Rev. Bras. de Malar. D. Trop., 22: 3-173, 1970.         [ Links ]

5. OSIMANI, J. J. — Enfermedad de Chagas: importante flagelo de las zonas rurales dei Uruguay. Rev. Goiana Med., 5: 339-356, 1959.         [ Links ]

6. PERLOWAGORA - SZUMILEWICZ, A. — Ciclo evolutivo do Triatoma infestam em condições de laboratório. Rev. Bras. Malar. D. Trop., 5: 35-47, 1953.         [ Links ]

7. PERLOW AGORA - SZUMLEWICZ, A. — A eficácia do expurgo domiciliar com hexaclorociclohexana no controle do vetor da doença de Chagas (importância de alguns característicos biológicos dos triatomíneos no planejamento do ciclo de aplicação do inseticida) . Rev. Bras. Malar. D. Trop., 6: 63-100, 1954.         [ Links ]

8. PERLOWAGORA - SZUMLEWICZ, A. — A eficácia do expurgo domiciliário com dieldrin no controle do vetor da doença de Chagas. Rev. Bras. Malar. D. Trop., 8: 289-304, 1956.         [ Links ]

9. REIS, U. L., FRANÇA, J. B. M. & SILVA, E. O. R. — Um critério de menor custo como subsídio para a escolha do método de combate a triatomíneos vetores da doença de Chagas. Rev. Saúde públ., 3: 31-39, 1969.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 20-12-1970.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License