SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue4Cytogenetics of Triatominae: III - A study on male sterility induced through hybridization of Triatoma sórdida and Triatoma pseudomaculataEstudo comparativo entre os métodos de Stoll e Kato quantitativo author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Rev. Soc. Bras. Med. Trop. vol.9 no.4 Uberaba July/Aug. 1975

http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86821975000400006 

Contribuição ao estudo da distribuição geográfica de triatomíneos no estado do Piauí

 

 

Paulo Zábulon de FigueirêdoI; Fernando Gomes Correia LimaII; José Nathan Portella NunesII

IProfessor de Parasitologia Médica do CCS da UFPiauí
IIProfessores da Disciplina de Doenças Infectocontagiosas e Parasitárias do CCS da UFPiauí

 

 


RESUMO

Os autores apresentam a atual distribuição geográfica dos triatomineos no Estado do Piauí. Dos 28 municípios trabalhados em três diferentes regiões naturais, 18 apresentaram capturas positivas, com as seguintes espécies: Triatoma brasiliensis, T. maculata, T. sórdida, Rhodnius pictepes, R. neglectus e Panstrongylus geniculatus. Das espécies citadas, o T. brasiliensis foi a mais freqüente e de maior distribuição. Os autores admitem ser essa espécie a mais importante transmissora da Doença de Chagas, no Estado. Chamam a atenção, ainda, para o papel que as espécies de R. pictepes e R. neglectus possam desempenhar na manutenção do ciclo silvestre do Trypanosoma cruzi, ao lado do P. geniculatus.


ABSTRACT

for the following species: Triatoma brasiliensis, T. maculata, T. sórdida, Rhodnius pictepes, R. neglectus and Panstrongylus geniculatus. Of these species, T. brasiliensis was the most common and widely distributed.
The authors refer that this specie is the most important vector of Chagas' disease. Attention is drawn to the role that R. pictepes, R. neglectus and P. geniculatus can play in maintaining the wild cycle of Trypanosoma cruzi.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. BUSTAMANTE, F. M. - Distribuição geográfica dos transmissores da Doença de Chagas no Brasil e sua relação eom certos fatores climáticos. Epidemiologia e profilaxia da enfermidade. Rev. Bras. Mal. Doen. Trop., 9: 191-211, 1957.         [ Links ]

2. CORREA, R. R. & FERREIRA, O. A. - Distribuição geográfica, habitats e infecção de Trriatoma sórdida (Hemíptera, Reduviidae) no Estado de São Paulo. Rev. lnst. Med. trop. São Paulo, 1: 207-213, 1959.         [ Links ]

3. FIGUEIREDO, P. Z., CORREIRA LIMA, F. G. & PORTELLA NUNES, J. N. - Doença de Chagas: Primeiros casos autóctones no Estado do Piauí. Trabalho apresentado no XI Cong. Soc. Bras. Med. Trop., 22 a 28/02/75, Rio de Janeiro, GB.         [ Links ]

4. FREITAS, J. L. P., SIQUEIRA, A. F. & FERREIRA, O. A. - Investigações epidemiológicas sobre triatomíneos de hábitos domésticos e silvestres com auxílio da reação de precipitina. Rev. Inst. Med. trop. São Paulo, 2: 90-99, 1960.         [ Links ]

5. LUCENA, D. T. & COSTA, L. - Inquérito sorológico sobre a Doença de Chagas na Paraíba. Rev. Bras. Med., 14: 323-327, 1957.         [ Links ]

6. PESSOA, S. B. & MARTINS, A. V. - Parasitologia MJédica. 9.a ed. Ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro GB., 1974.         [ Links ]

7. ROMANA, C. - Epidemiologia de la enfermedad de Chagas. Rev. Goiana Med., 5: 315-322, 1959.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 9.5.1975.

 

 

Trabalho realizado no Departamento de Medicina Comunitária do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Píauí.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License