SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número2O papel da consangüinidade na esquistossomose hepatosplênica em certas áreas endêmicasInfrequency of asymptomatic malaria in an endemic area in Amazonas, Brazil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

versão impressa ISSN 0037-8682

Rev. Soc. Bras. Med. Trop. vol.21 no.2 Uberaba abr./jun. 1988

http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86821988000200002 

ARTIGOS

 

A tomografia computadorizada na avaliação do comprometimento abdominal na paracoccidioidomicose

 

 

Roberto Martinez; Angela Delete Bellucci; Adhemar Mario Fiorillo

 

 


RESUMO

A tomografia computadorizada foi utilizada para avaliar o comprometimento abdominal em 25 doentes deparacoccidioidomicose. Existiam lesões intra-abdominais em, respectivamente, 75%e23% dos doentes com asformas aguda ("juvenil") e crônica ( do adulto '). A alteração mais freqüente foi o aumento dos gânglios linfáticos abdominais (12/25 casos); outras lesões foram: calcificação de gânglios linfáticos em 4 casos; obstrução das vias biliares em 5 doentes ictéricos; abscessos ou calcificação esplénica em 3 casos; 2 doentes mostraram lesões incomuns: aumento e irrgularidade do pâncreas em um e múltiplos abscessos nos músculos psoas em outro. Conclui-se que a tomografia computadorizada é procedimento útil na avaliação da disseminação da paracoccidioidomicose ao abdome e no diagnóstico de suas complicações abdominais.

Palavras-chave: Paracoccidioidomicose. Tomografia computadorizada. Linfadenopatia. Vias biliares. Patologia esplénica.


ABSTRACT

Computerised tomography was utilized in 25 paracoccidioidomycosis patients to evaluate abdominal involvement. This was observed in patients, 75% of acute (juvenile type) and 23% of chronic (adult type) patients. The most frequent alteration was abdominal lymphnode enlargement (12/25 cases). Other lesions consisted of lymphnode calcification in 4 cases, biliary tract obstruction in 5 icteric patients, splenic abscess or calcification in 3 cases. Two patients had unusual lesions: one with pancreatic enlargement and irregularity and other with multiple abscesses in both psoas muscles. It was concluded that computerised tomography is a useful procedure for evaluating paracoccidioidomycosis dissemination to the abdomen and for the diagnosis of its abdominal complications.

Keywords: Paracoccidiodomycosis. X-ray computerised tomography. Limphatic disease. Biliary tract and spleen pathology.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. Andrade DR, Hutzler RV, Carvalho SA, Rosenthal C, Carvalho MAB, Ferreira JM. Hipoproteinemia em pacientes com paracoccidioidomicose do tubo digestivo e sistema linfático abdominal: revisão de casos de necropsia e apresentação de um caso com perda proteica digestiva. Revista do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo 31:174-179, 1976.         [ Links ]

2. Barbosa W, Daher R, Oliveira AR. Forma linfático- abdominal da blastomicose sul-americana. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo 10:16-27, 1968.         [ Links ]

3. Boccalandro I, Mello e Albuquerque FJ. Icterícia e comprometimento hepático na blastomicose sul-americana. A propósito de 10 casos. Revista Paulista de Medicina 56:350-366, 1960.         [ Links ]

4. Castro RM, Del Negro G, Bassoi ON, Faria CV. Dificuldades diagnosticas na blastomicose sul-ame- ricana. A propósito de oito casos. Revista Paulista de Medicina 53:479-496, 1958.         [ Links ]

5. Cerri GG, Del Negro G, Magalhães AJR, Amato Neto V, Magalhães A. Utilização da ultrassonografia e da linfografía na forma linfática da paracoccidioidomicose. Revista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo 38:160-163, 1983.         [ Links ]

6. Del Negro G. Paracoccidioidomicose (blastomicose sul- americana). Aspectos clínicos. Ars Curandi 7:30-36, 1975.         [ Links ]

7. Fiorillo AM, Martinez R, Moraes CR. Lesões do aparelho digestivo. In: Del Negro G, Lacaz CS, Fiorillo AM. (ed) Paracoccidioidomicose (blastomicose sul- americana). Sarvier-Edusp, São Paulo, p. 179-193, 1982.         [ Links ]

8. Forattini OP. Blastomicose da região pancreática. Revista Paulista de Medicina 31:165-172, 1947.         [ Links ]

9. Franco MF, Montenegro MRG. Anatomia patológica. In: Del Negro G, Lacaz CS, Fiorillo AM. (ed) Paracoccidioidomicose (blastomicose sul-americana). Sarvier-Edusp, São Paulo, p. 97-117, 1982.         [ Links ]

10. Franco M, Montenegro MR, Mendes RP, Marques SA, Dillon NL, Mota NGS. Paracoccidioidomycosis: a recently proposed classification of its clinical forms. Re vista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical 20:129-132, 1987.         [ Links ]

11. Goffl FS, Ferrarini E, São Thiago JB, Silva LC. Icterícia obstrutiva por granuloma blastomicótico do colédoco. Revista Paulista de Medicina 57:12-21, 1960.         [ Links ]

12. Martinez R, MeneghelliUG, Dantas RO, Fiorillo AM. O comprometimento gastrintestinal na blastomicose sul-americana (paracoccidiodomicose). I. Estudo clínico, radiológico e histopatológico. Revista da Associação Médica Brasileira 25:31-34, 1979.         [ Links ]

13. Martinez R, Módena JLP, Barbieri-Neto J, Fiorillo AM. Avaliação endoscópica do comprometimento de esôfago, estômago e duodeno na paracoccidioidomicose humana. Arquivos de Gastroenterologia de São Paulo 23:21-25, 1986.         [ Links ]

14. Minguetti G. Tomografia computadorizada dos granulomas blastomicóticos encefálicos. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo 25:99-107, 1983.         [ Links ]

15. Padilha Gonçalves A. Localizações ganglionares da micose de Lutz (Blastomicose brasileira). Boletim da Academia Nacional de Medicina 134:5-17, 1962.         [ Links ]

16. Teixeira F, Gayotto LC, Britto T. Morphological patterns of the liver in South American blastomycosis. Histo- pathology 2:231-237, 1978.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 12/5/88.

 

 

Trabalho realizado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP - Departamento de Clínica Médica - 14049 - Ribeirão Preto - SP.

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons