SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue4Efeitos da intoxicação crônica com o etanol na evolução da Tripanosomíase cruzi experimental no camundongoPrevalência de megas em necrópsias realizadas no triângulo mineiro no período de 1954 a 1988 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

Print version ISSN 0037-8682

Rev. Soc. Bras. Med. Trop. vol.22 no.4 Uberaba Oct./Dec. 1989

http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86821989000400007 

ARTIGOS

 

Schistosoma mansoni: evolução de vermes oriundos de cercárias irradiadas a nível de sistema porta, no camundongo

 

 

Gileno de Sá CardosoI; Paulo Marcos Zech CoelhoII

IDepartamento de Parasitologia, Universidade Federal de Sergipe
IIDepartamento de Parasitologia, Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Universidade Federa! de Minas Gerais (UFMG)

 

 


RESUMO

Oito grupos de camundongos albinos (Mus musculus), não isogênicos, foram infectados transcutaneamente com cerca de 450 cercárias (das cepas LE e SJ do S. mansoni), irradiadas com 3 Krad, 20 Krad e 40 Krad de radiação gama proveniente de cobalto-60, e não irradiados (grupos-controle). Os vermes provenientes de cercárias irradiadas com 20 e 40 Krad só foram encontrados em quantidades insignificantes no sistema porta. Verificou-se que os vermes irradiados com 3 Krad, que alcançom o sistema porta, mostram nítido retardo no desenvolvimento evolutivo quando comparados com os grupos-controles não irradiados. Os vermes da cepa SJ (irradiados ou não) têm evolução mais lenta do que os da cepa LE.

Palavras-chave: Schistosoma mansoni. Cercárias irradiadas. Radiação gama. Schistograma.


ABSTRACT

Eight groups of outbred albino mice were infected transcutaneously with cercariae of S. mansoni (strains LE and SJ) irradiated with either 3, 20 or 40Krad, of gamma radiation from a cobalt-60 bomb and a control non irradiated group. Cercariae irradiated with 20 or 40 Kradfailed to develop in the portal system and3 Krad retarded development. Worms of the SJ strain developed more slowlt than the LE strain.

Keywords: Schistosoma mansoni. Irradiated cercariae. Gamma irradiation. Schistogram.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. Barbosa MA, Pellegrino J, Coelho PMZ, Sampaio IBM. Quantitative aspects of the asynchronism Schistosoma mansoni migration and evolutive in mice. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, 20:121- 132, 1978.         [ Links ]

2. Dean DA. Schistosoma and related genera: acquired resistance in mice. Experimental Parasitology 5 5:1 -104, 1983.         [ Links ]

3. Freitas JR. Ritmo de crescimento da Biomphalaria glabrata (Say, 1818). Padronização da técnica de criação. Tese de Doutorado, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1973.         [ Links ]

4. Pellegrino J, Katz N. Infection of baby mice with Schistosoma mansoni: some biological aspects in connection with experimental chemotherapy. Transactions of the Royal Society of Tropical Medicine and Hygiene 63:568-575, 1969.         [ Links ]

5. Pellegrino J, Siqueira AF. Técnica de perfusão para colheita de Schistosoma mansoni em cobaias experimentalmente infestadas. Revista Brasileifa de Malariologia e Doenças Tropicais 8:589-597, 1956.         [ Links ]

6. Snedecor GW, Cochran WG. Two Way Classification. In: Snedecor GW, Cochran WG (ed). Statistical Methods. End edition, The Iowa State University Press, p. 327-329, 1971.         [ Links ]

 

 

Recebido para publicação em 26/05/89.

 

 

Trabalho realizado pelo Grupo Interdepartamental de Estudos sobre Esquistossomose (GIDE) em colaboração com o Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN) e com as Empresas Nucleares Brasileiras S.A. (Nuclebrás). Apoio financeiro do CNPq., FINEP e CPq - UFMG.

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License