SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue1Quelônios aquáticos da Amazônia: um recurso ameaçadoLevantamento da freqüência de baixo peso de nascimento em Manaus, 1976 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.9 no.1 Manaus Mar. 1979

http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921979091099 

GENÉTICA

Variantes eletroforéticos em três tribos ameríndias: Baníwa, Kanamari e Pano Central

Harvey Mohrenweiser1 

James V. Neel1 

M. A. Mestriner2 

F. M. Salzano3 

E. Migliazza4 

A. L. Simões2 

C. Y. Yoshihara1 

1— Department of Human Genetics, University of Michigan Medical School, Ann Arbor, Michigan 48109.

2— Departamento de Genética. Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, C.P. 301.

3— Departamento de Genética, Instituto de Biociências, Univ. Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

4— Department of Anthropology, University of Maryland. College Park. Maryland 20742.

Resumo

São apresentados os dados sobre variantes eletroforéticos de 25 polipeptídeos séricos e eritrocitários em 812 indivíduos de 3 tribos Ameríndias (Pano, Baníwa e Kanamari). Foram encontrados dois casos de polimorfismos "privados", um de PEPB nos Pano e outro de CAII nos Baníwa. Também na tribo Baníwa, foi detectada a ocorrência de um único caso de uma variante diferente de PEPB e, nos Kanamari, foram encontrados dois possíveis casos de uma variante instável de HGB A2. Além disso, a variante A da ACP1,a variante Duarte da GALT, as duas variantes de HP e as duas variantes de PGM, apresentaram-se em proporções polimórficas em todas as três tribos e a variante TF Dchi apresentou-se em proporção polimórfica nos Baníwa. Esses dados foram incorporados recentemente a um trabalho em que conclui que os oito polimorfismos eletroforéticos, definidos como "privados", encontrados em tribos ameríndias podem ser explicados por uma pressão de mutação de 0,7xl0-5/locus/geração assumindo-se neutralidade dos fenótipos em questão (Thompson & Neel, s.d.).

Summary

Data are presented on electrophoretic variants of 25 polypeptides found in the blood serum and erythrocytes, in 812 individuals from three Amerindian tribes, the Pano, the Baniwa, and the Kanamari. Two "private polymorphisms" were encountered, of PEPB in the Pano and CAII in the Baniwa. A single example of a different PEPB variant was encountered in the Baniwa, and two possible examples of an unstable variant of IIGB A2 in the Kanamari. In addition, the well known A variant of ACP1 the Duarte variant of GALT, the 2 variant of Hp and the 2 variant of PGM, occurred in polymorphic proportions in all three tribes, and the TF DChi variant was present as a polymorphism in the Baniwa. These data have recently been incorporated into a treatment which concludes that the 8 electrophoretically-defined "private polymorphisms" thus far encountered in Amerindian tribes can be explained by a mutation pressure of 0.7x10-5/locus/generation on the assumption of neutrality of the phenotypes in question (Neel and Thompson, in press).

Texto disponível apenas em PDF

Creative Commons License  This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.