SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue2Estudos ecológicos preliminares em sistemas aquáticos em AripuanãAspectos ecológicos (alimentação e reprodução) dos peixes do igarapé do Porto, Aripuanã, MT () author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.9 no.2 Manaus June 1979

https://doi.org/10.1590/1809-43921979092317 

PEIXE E PESCA

Diferenças ultra-estruturais entre bexigas natatórias de peixes teleósteos de respiração aquática e respiração aérea facultativa

Carminda da Cruz-Landim* 

Maria Alice da Cruz-Höfling** 

*— Instituto de Biociênclas — UNESP — Rio Claro, SP.

**— Instituto de Biologia — UNICAMP — Campinas, SP.


Resumo

O presente trabalho refere-se às diferenças infra-estruturais entre a bexiga natatória do jeju (teleósteo de respiração aérea facultativa) e do aruanã (teleósteo de respiração exclusivamente aquática ou branquial). Histologicamente, em ambos os casos, a parede da bexiga natatória se mostrou constituída por um epitélio, limitando a luz, com uma lâmina própria de tecido conjuntivo muito rico em colágeno, seguida de uma camada de musculatura lisa e uma adventícia. Os resultados sugerem que a adaptação à função respiratória na bexiga natatória do jeju refletem-se na diminuição da espessura da cobertura epitelial da câmara posterior, na presença desse epitélio de possíveis substâncias surfactantes que são eliminadas para a luz e na grande vascularização subepitelial.

Summary

The present paper demonstrates the ultrastructural differences between the swimbladder of two teleostean fishes with different breathing behavior the jeju a facultative air breathing fish) and the aruanã (exclusively water breathing). Histologically both swimbladders are very similar. Their walls consist of an epithelium, its lamina propria, the muscular sheaths and the adventícia The results suggest that the respiratory adaptations of the jeju swimbladder are characterized by a decreased height of the epithelium in the posterior chamber, the presence of surfactants in the lumen and increased subepithelial vascularization.

Texto disponível apenas em PDF

Creative Commons License  This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.