SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue4Parasitas intestinais numa população humana da cidade de Nova Olinda do Norte, Amazonas.Modelo de fracionamento isotópico da água na bacia Amazônica (Primeira aproximação) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.9 no.4 Manaus Dec. 1979

https://doi.org/10.1590/1809-43921979094661 

CIÊNCIAS MÉDICAS

Estudos epidemiológicos entre populações indígenas da Amazônia. I. Pioderma: Prevalência e patógenos associados

Dale N. Lawrence1 

Richard R. Facklam2 

Frances O. Sottnek2 

Gary A. Hancock2 

James V. Neel3 

Francisco M. Salzano4 

1— Clinical Immunology Laboratory, Parasitic Immunochemistry Branch, Parasitology Division, Bureau of Laboratories, Center for Disease Control (CDC), Public Health Service, U.S. Department of Health, Education, and Welfare, Atlanta, GA.

2— Staphylococcus and Streptococcus and Streptococcus Section and Special Bacteriology Section, Clinical Bacteriology Branch, Bacteriology Division, Bureau of Laboratories, CDC

3— Department of Human Genetics, University of Michigan Medical School, Ann Arbor, MI

4— Departamento de Genética, Instituto de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.


Resumo

O pioderma foi estudado em uma amostra representativa entre residentes de 4 remotas aldeias indígenas no Estado do Amazonas, Brasil, durante os meses de julho a agosto de 1976. A prevalência entre os 775 habitantes examinados foi de 11%, com pequena variação inter-aldeia. Quanto às taxas de ataque, estas foram calculadas para toda a amostra da população, em intervalos de 5 anos de idade, sendo que os indivíduos de 0-4 anos tiveram a taxa mais alta, 31%. A prevalência mais alta, 38%, foi encontrada entre os de 3 anos de idade. As taxas de ataque aparentemente não tiveram nenhuma relação quanto ao sexo. Culturas de lesões de pioderma representativas tomadas de pessoas nas quatro aldeias pesquisadas e em três aldeias adicionais, foram estudadas utilizando-se técnica de cultura prolongada modificada para descoberta de germes patogênicos grão-positivos em "swabs" dessecados em sílica-gel. Foram isolados Estreptococos B-hemolíticos do grupo A e B, Stapylococcus aureus coagulase positivo e Corynebacterium diphtheriae. A S. pyogenes do grupo A foi a mais comumente encontrada, ocasionalmente como a única espécie patogênica. Não foram encontrados tipos M nefritogênicos, apesar de a maioria isolada não ser M-tipável. Os tipos T encontrados corresponderam aos previamente relatados como sendo associados ao pioderma. A maioria dos C. diphtheriae pioderma-associados isolados não era toxigênica. Biótipos gravis e mitis foram representados igualmente.

Texto disponível apenas em PDF

*— Este trabalho foi financiado em parte pela "National Science Foundation" sob concessão BMS — 74 — 11823.

Creative Commons License  This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.