SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue2Radiação solar disponível em Manaus (AM) e sua relação com a duração do brilho solarBiologia de Anofelinos amazônicos. V. Polimorfismo cromossômico de Anopheles darlingi Root (Diptera, Culicidae) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.12 no.2 Manaus Apr./June 1982

http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921982122347 

PATOLOGIA TROPICAL

Teste intradérmico e biópsia cutânea no diagnóstico das filarioses humanas: estudo comparativo 1

José João Ferraroni2 

Mário A. P. Moraes3 

2— Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e Universidade do Amazonas, Manaus

3— Universidade Federal do Pará e e Instituto Evandro Chagas

Resumo

Resultados comparativos entre os testes "biópsia cutânea e intradérmico" para o diagnóstico das filarioses, são apresentados e discutidos. O antígeno usado no teste intradérmico foi obtido de frações proteicas purificadas, extraídas de vermes adultos de Dirofilaria immitis. Os testes foram realizados em silvícolas pertencentes às tribos Sanomã e Mayongong, localizadas ao noroeste da Amazônia brasileira, próximo a Venezuela. Testes foram também realizados em indivíduos residentes na cidade de Belém, Estado do Pará. Houve uma alta concordância entre os dois testes no caso de oncocercose e pouco concordância nos pacientes com mansonelose. O teste intradérmico foi negativo em todos os indivíduos portadores de bancroftiase.

Summary

Comparative results between skin snips and intradermal skin tests for the diagnosis of filariasis are presented and discussed. Purified protein extracted from adult worms of Dirofilaria immitis were used as antigens for the skin test. Tests were performed on members of the Sanomã and Mayongong Indian tribes located in the northwest region of the Brazilian Amazon near Venezuela as well as on residents of Belém, state of Pará. There was a high degree of correlation between the two tests in the case of onchocerciasis and a low degree of correlation in mansoneliasis. Individuals with bancroftian filariasis had negative reactions to the D. immitis antigen.

Texto disponível apenas em PDF

1— Pesquisa patrocinada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), INPA, Manaus e Instituto Evandro Chagas, Belém.

Creative Commons License  This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.