SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16Comparação preliminar da área foliar de três acessos depupunha(Bactris gasipaes H.B.K. PALMAE) oriundos de três populações distintas da Amazônia OcidentalEnxertia do cupuaçuzeiro (Theobroma grandíflorum (Wild ex Spreng) Schum) com uso de gemas e garfos com e sem toalete author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.16  Manaus  1986

http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921986161026 

AGRONOMIA

Efeito da cobertura morta sobre a produção de pimentão (Capsicum annum)

Danilo Fernandes da Silva Filho** 

Hiroshi Noda** 

Guido Ranzani*** 

**Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus - AM.

***Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Úmido, EMBRAPA, Belém - PA.

RESUMO

Realizou-se um ensaio visando avaliar os efeitos de três tipos de cobertura morta: pó de serra, casca de arroz e capim seco, sobre a produtividade do pimentão (Capsicum annum L.). O experimento foi realizado em solo de baixa fertilidade, classificado como Podzólico Vermelho Amarelo e no período designado regionalmente como "de verão", ou seja, no período do ano caracterizado pela menor precipitação pluviométrica. Com a finalidade de avaliar os efeitos qualitativos dos tratamentos, além dos efeitos quantita tivos, classificou-se a produção em duas categorias de frutos: comerciável e de refugo. Quando comparou-se com a testemunha-tratamento sem cobertura morta-evidenciaram-se efei tos benéficos das coberturas mortas, constituídas por pó de serra e casca de arroz, quando as produções foram expressas em termos de peso total de frutos e peso de frutos comerciáveis. O uso da cobertura morta constituída por capim seco não apresentou vantagens relacionadas com o incremento da produção de frutos. Quanto ao aspecto qualitativo, não foi detectado efeito benéfico da cobertura morta sobre a qualidade dos frutos produzidos. Tomando-se como base a produção da testemunha, estimou-se os incrementos de vido ao uso de pó de serra em 47% e 40% e de 48% e 48% devido à utilização da casca de arroz, quando mediu-se a produção total em peso e número, respectivamente. Para produção de frutos comerciáveis, os incrementos foram, respectivamente, 55% e 48% para pó de serra e 41% e 30% para casca de arroz.

ABSTRACT

This experiment was designed to evaluate the effect of three mulch types, sawdust, rice huske and straw mulch, on sweet pepper (Capsicum annum L.) yield. The trial was installed on a low fertility soil classified as Red Yellow Podzolic Soil, during the period of lower precipitation. In order to evaluate the qualitative and quantitative effects of the treatments, the yelds were classified into marketable and refaste fruit by both weight and number of fault. When the mulch treatments were compared with the control, the beneficial effects of both sawdust and rice husk were evident when the yields were expressed as total weight of fruit and weight of marketable fruit.The straw mulch did not increase yield. Mulch had no effect on fruit quality. The increases in total yield of fruit weight and number due to the use of sawdust were 47% and 40%, respectively; these due to rice husk were 48% and 48%, respectively. Marketable fruit were increased 55% by weight and 48% by number for sawdust and 41% and 39%,respectively, for rice husk.

Texto disponível apenas em PDF

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License, which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.