SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19Enraizamento de estacas de material juvenil de Pau-rosa (Aniba rosaeodora Ducke - Lauraceae)Estudo anatômico de 24 espécies do gênero Virola (Myristicaceae) da Amazônia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.19  Manaus  1989

http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921989191413 

SILVICULTURA

Composição florística da vegetação da regeneração natural. 1 ano após diferentes níveis de exploração de uma floresta tropical úmida

Gil Vieira **  

Roberto T. Hosokawa ***  

**Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA, Manaus - AM

***Universidade Federal do Paraná - Curitiba-PR

RESUMO

O presente trabalho teve como finalidade determinar a composição florística e os índices de agregação das espécies da regeneração natural de uma floresta tropical úmida da região de Manaus, sob quatro níveis de exploração. Pelos resultados observou-se a influência dos tratamentos no número total de indivíduos e no número de indivíduos por classe de tamanho. A floresta estudada compreendeu 291 espécies, 169 gêneros e 56 famílias botânicas. A testemunha aprensetou o menor número de espécies. Os valores do grau de homogeinidade e Quociente de mistura de Jentsch também evidenciaram uma alta heterogeneidade, sendo a testemunha mais heterogênea. As famílias predominantes foram: Burserapeae, Annonaceae, Violaceae, Melastomataceae e Rubiaceae. As famílias mais ricas em espécies foram: Caesalpiniaceae, Sapotaceae, Lauraceae e Mimosaceae. O ìndice de Fracher & Brischle apresentou maior número de espeécies agrupadas nos 4 tratametnos, já o índice de Payandeh apresentou maior número de espécies não agrupadas.

SUMMARY

This work aimed to determine the floristic composition and species aggregation indexes for the natural regeneration of a tropical moist forest in Manaus region, managed under four different levels of harvesting. Silvicultural treatments presented some influences on the total number of individuals and the number of individuals per size class. The floristic compositon presented with 56 different botanical families (29) differen species withing 169 different general. The control plot presented the smallest number of species. The homogeneity level and Jentsch mixture quotient were low, i. e., the studied forest ins heterogeneous. The dominant families were: Bursceraceae, Annonaceae, Violaceae, Melastomataceae e Rubiaceae,. The families which presented the highest diversity were: Caesalpiniaceae, Sapotaceae, Lauraceae e Mimosaceae. The Fracher & Brischle index presented higher number of clustered species in all four treatments, while the Payandeh index presented higher number of non-clustered species.

Texto disponível apenas em PDF

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License, which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.