SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue2ANÁLISE DA FROTA PESQUEIRA ARTESANAL DA COMUNIDADE DA RAPOSA, SÃO LUIS, MAINFLUÊNCIA DA DENSIDADE NA DUREZA JANKA EM OITO ESPÉCIES MADEIREIRAS DA AMAZÔNIA CENTRAL author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.22 no.2 Manaus Apr./June 1992

https://doi.org/10.1590/1809-43921992222273 

TECNOLOGIA

VARIAÇÃO DIMENSIONAL DOS ELEMENTOS XILEMÂTICOS EM DUAS ESPÉCIES MADEIREIRAS DA AMAZÔNIA

Ademir Castro e Silva 1  

1Instituto de Tecnologia da Amazônia - UTAM, Departamento de Engenharia Florestal, Αν. Darcy Vargas, 1200, cep 69.055, Manaus - AM.


RESUMO

Árvores de Saccoglotis guianensis Benth e Andira parviflora Ducke com aproximadamente 26 metros de altura foram seccionadas em sete partes para estudo das dimensões de fibras e dos elementos de vasos. No sentido radial ambas espécies mostraram um aumento no comprimento de fibras com algumas irregularidades da medula para o câmbio bem como fibras mais curtas no topo do tronco. Neste existe um maior número de vasos por milímetro quadrado. É discutido a influência de reguladores de crescimento no número de elementos de vasos. Existe uma diminuição no comprimento das fibras e elementos de vasos em direção ao topo depois de terem alcançado valores máximos numa determinada altura, e um decrescimo irregular na largura desses elementos da base para o topo das árvores. No sentido radial ambas espécies mostraram um pequeno aumento na largura das fibras e elementos de vasos. Estes e as fibras são menores nos galhos, e onde o número de elementos de vasos é maior para as duas espécies. A razão W/C utilizada como uma estimativa da razão do volume da parede celular para o volume da celula diminui da medula em direção ao câmbio. São apresentados 10 gráficos e uma tabela é discutido os fatores que podem influenciar na variação dos elementos ao longo da árvore.

ABSTRACT

Trees of Saccoglotis guianensis Benth and Andira parviflora Ducke with approximately 26 meters high were sectioned in seven parts to study dimensions of fibers and vessels elements. In radial direction both species showed an increase in fiber length with some irregularities from pith to cambium. The shortest fibers were found in the top of the stem and where there's the maximum number of vessels per square millimeter. It's discussed the influence of growth regulators on the vessels elements. There is decrease in fiber length and vessels elements from base to top after it has reached a high value in determined height and a irregular decrease in width of these elements from base to top of the trees. In radial direction both species showed a small increase in width of the fibers and vessels elements. These elements are shortest in the branches and where the number of vessels per square millimeter is high for both species. The ratio W/C utilized as estimation of the ratio cell wall volume to cell volume decrease from pith to cambium. It's presented 10 graphs and one table and discussed the factors which can have influence on the variation of elements all along the tree.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License, which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.