SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue3-4Multivariate Anaysis of the Genetic Divergence in 29 Populations of Cubiu (Solanum sessiliflorum) Evaluated in the Zona da Mata of the State of PernambucoDISTINGUISHING Campa guianensis Aubl. FROM Campa procera D.C. (MELIACEAE) BY MORPHOLOGY OF YOUNG SEEDLINGS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.25 no.3-4 Manaus  1995

http://dx.doi.org/10.1590/1809-43921995253192 

AGRONOMIA

A POLINIZAÇÃO MANUAL DO CUPUAÇUZEIRO (Theobroma grandiflorum)

Hand Pollination of Cupuassu Trees (Theobroma grandiflorum)

Giorgini Augusto VENTURIERI 1  

Alexandre Antunes RIBEIRO FILHO 2  

1 Eng. Agrônomo, PhD em Botânica Agricola, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia/Coordenação de Pesquisas em Ciências Agrárias, atualmente como professor visistante da Universidade Federal do Pará/Centro de Ciências Biológicas-Dep. de Genética. Campus do Guamá; 66.075-900, BelémPA-Brasil.

2 Biólogo - estagiário voluntário da Universidade Federal do Pará. UFPa/CCB-Dep. de Genética. Campus do Guamá; 66.075-900, Belém PA - Brasil.

RESUMO

O cupuaçu (Theobroma grandiflorum, Sterculiaceae) é uma frutífera da Amazônia usada na fabricação de sucos, sorvetes, doces e chocolate. A sua popularidade vem aumentando e atualmente é considerada uma das culturas mais lucrativas da região Amazônica. O cupuaçu é uma espécie predominantemente alógama e muitas flores não chegam a dar frutos mesmo quando polinizadas com póíen compatível. A taxa de polinização natural é baixa (estimado em 1,6% para pístílos polínízados com mais de 60 grãos de pólen). No presente trabalho, foram estudados alguns aspectos da sua polinização. Polinizações manuais foram feitas próximo à antese (entre 17-18:00 h) e na manhã seguinte após a antese, da seguinte maneira: retiraram-se três estaminódios da flor que iria ser polinizada para facilitar o acesso ao pistilo; da flor doadora de pólen retirou-se um estame, cujas anteras foram passadas nos braços estigmáticos. O maior êxito foi obtido nas polinizações feitas próximas à antese, atribuído ao maior número de grãos depositados durante as polinizações. Polinizações controladas entre plantas compatíveis mostraram que as flores que receberam 60 grãos de pólen tiveram 20% de probabilidade de formar fruto; as flores que receberam mais de 400 grãos de pólen, sempre formaram mitos. O uso de polinização manual aumentou o número de frutos maduros colhidos. O número de sementes nos frutos derivados de polinização natural e manual foi similar. A polinização manual poderá ser utilizada tanto no melhoramento como para aumentar a produtividade dos cupuaçuzeiros que estejam com problemas de polinização.

Palavras-Chave: Theobroma grandiflorum; cupuaçu; polinização manual

ABSTRACT

Cupuassu (Theobroma grandiflorum, Sterculiaceae) is an Amazonian tree whose fruits are used to make juice, ice-cream, candies and chocolate. It has gained popularity recently and is considered one of the most profitable crops in the Amazon region. The species is predominantly allogamous and many flowers do not set fruit, even when pollinated with compatible pollen. The rate of natural pollination is low (estimated at 1.6% for pistils pollinated with more than 60 pollen grains). In the present work, some aspects of its pollination were studied. Hand pollination was performed close to anthesis (between 17-18:00 h) and on the morning following anthesis, in the following way: three staminodes of the flower to be pollinated were removed to allow access to the pistil; a stamen was then taken from the donor flower with a pair of tweezers and its anthers were brushed against the stigmatic branches of the receptor flower. Best results with hand pollination were obtained with recently opened flowers and attributed to a high deposition of pollen grains. Controlled pollinations between compatible plants, using a variable number of pollen grains, showed that flowers that received 60 pollen grains had a 20% probability to set fruit; flowers that received more than 400 pollen grains always set fruit. Hand pollination increased the number of harvested fruits. The number of seeds from fruits obtained by natural and hand pollination was similar. Hand pollination, therefore, can be used both for breeding and for yield enhancement of trees that would otherwise have pollination problems.

Key words: Theobroma grandiflorum; cupuassu; hand pollination

Texto completo disponível apenas em PDF.

Creative Commons License This is an Open Access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution Non-Commercial License, which permits unrestricted non-commercial use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.